Artigo 428 do Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho.
Art. 428. Contrato de aprendizagem é o contrato de trabalho especial, ajustado por escrito e por prazo determinado, em que o empregador se compromete a assegurar ao maior de 14 (quatorze) e menor de 24 (vinte e quatro) anos inscrito em programa de aprendizagem formação técnico-profissional metódica, compatível com o seu desenvolvimento físico, moral e psicológico, e o aprendiz, a executar com zelo e diligência as tarefas necessárias a essa formação. (Redação dada pela Lei nº 11.180, de 2005)
§ 1o A validade do contrato de aprendizagem pressupõe anotação na Carteira de Trabalho e Previdência Social, matrícula e freqüência do aprendiz na escola, caso não haja concluído o ensino médio, e inscrição em programa de aprendizagem desenvolvido sob orientação de entidade qualificada em formação técnico-profissional metódica. (Redação dada pela Lei nº 11.788, de 2008)
§ 2o Ao aprendiz, salvo condição mais favorável, será garantido o salário mínimo hora. (Redação dada pela Lei nº 13.420, de 2017)
§ 3º O contrato de aprendizagem profissional não poderá ter duração superior a três anos, exceto: (Redação dada pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
I - quando se tratar de pessoa com deficiência, hipótese em que não há limite máximo de prazo; (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
II - quando o aprendiz for contratado com idade entre quatorze e quinze anos incompletos, hipótese em que poderá ter seu contrato firmado pelo prazo de até quatro anos; ou (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
III - quando o aprendiz se enquadrar nas situações previstas no § 5º do art. 429, hipótese em que poderá ter seu contrato firmado pelo prazo de até quatro anos. (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
§ 4o A formação técnico-profissional a que se refere o caput deste artigo caracteriza-se por atividades teóricas e práticas, metodicamente organizadas em tarefas de complexidade progressiva desenvolvidas no ambiente de trabalho. (Incluído pela Lei nº 10.097, de 2000)
§ 5º A idade máxima prevista no caput não se aplica: (Redação dada pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
I - a pessoas com deficiência, que poderão ser contratadas como aprendizes em qualquer idade a partir de quatorze anos; ou (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
II - a aprendizes inscritos em programas de aprendizagem profissional que envolvam o desempenho de atividades vedadas a menores de vinte e um anos de idade, os quais poderão ter até vinte e nove anos de idade. (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
§ 6o Para os fins do contrato de aprendizagem, a comprovação da escolaridade de aprendiz com deficiência deve considerar, sobretudo, as habilidades e competências relacionadas com a profissionalização. (Redação dada pela Lei nº 13.146, de 2015) (Vigência)
§ 7o Nas localidades onde não houver oferta de ensino médio para o cumprimento do disposto no § 1o deste artigo, a contratação do aprendiz poderá ocorrer sem a freqüência à escola, desde que ele já tenha concluído o ensino fundamental. (Incluído pela Lei nº 11.788, de 2008)
§ 8o Para o aprendiz com deficiência com 18 (dezoito) anos ou mais, a validade do contrato de aprendizagem pressupõe anotação na CTPS e matrícula e frequência em programa de aprendizagem desenvolvido sob orientação de entidade qualificada em formação técnico-profissional metódica. (Incluído pela Lei nº 13.146, de 2015) (Vigência)
§ 9º O contrato de aprendizagem profissional poderá ser prorrogado, por meio de aditivo contratual e anotação na CTPS, respeitado o prazo máximo de quatro anos, na hipótese de continuidade de itinerário formativo, conforme estabelecido em ato do Ministro de Estado do Trabalho e Previdência. (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
§ 10. Na hipótese prevista no § 9º, a continuidade do itinerário formativo poderá ocorrer pelo reconhecimento dos cursos ou de parte de cursos da educação profissional e tecnológica de graduação como atividade teórica de curso de aprendizagem profissional. (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
§ 11. Para fins do disposto no § 10, considera-se o início do itinerário formativo aquele que tenha ocorrido a partir de curso ou de parte de curso: (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
I - de educação profissional técnica de nível médio; ou (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
II - de itinerário da formação técnica e profissional do ensino médio. (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
§ 12. Nas hipóteses previstas nos § 9º a § 11, desde que o estabelecimento cumpridor da cota de aprendizagem profissional seja mantido, poderá haver alteração: (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
I - da entidade qualificada em formação técnico-profissional metódica; e (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)
II - do programa de aprendizagem profissional. (Incluído pela Medida Provisória nº 1.116, de 2022)

Reconvenção - TRT05 - Ação Décimo Terceiro Salário Proporcional - Atord - contra Exclusiva Empreendimentos Empresariais e Sodic Sociedade Revendedora de Combustiveis

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2019/2020 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: /2020 DATA DE REGISTRO NO MTE: 22/01/2020 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: /2020 NÚMERO DO PROCESSO: 136 DATA DO PROTOCOLO: 22/01/2020…

Petição Inicial - TJSP - Ação Medida Liminar Inaudita Altera Pars - Mandado de Segurança Cível - contra Associacao de Ensino Social Profissionalizante

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___a VARA DA Distribuição: U R G E N T E PEDIDO DE LIMINAR - EXPEDIÇÃO DE CERTIDÃO POSITIVA COM EFEITO DE NEGATIVA - sem fins lucrativos, beneficente…

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Tutela Cautelar Antecedente: 01013002120215010000 RJ

PODER JUDICIÁRIO PROCESSO nº 0101300-21.2021.5.01.0000 (ED) EMBARGANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO EMBARGADO: CONDOMINIO ELISA LAKE & BEACH RELATOR: ROQUE LUCARELLI DATTOLI EMENTA Embargos de…

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Recurso Ordinário Trabalhista: ROT 01008023620205010039 RJ

PODER JUDICIÁRIO PROCESSO nº 0100802-36.2020.5.01.0039 (ROT) RECORRENTES: CONDOMÍNIO DO CENTRO EMPRESARIAL CHARLES DE GAULLE, UNIAO FEDERAL (AGU) RECORRIDOS: CONDOMÍNIO DO CENTRO EMPRESARIAL CHARLES…

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região TRT-1 - Recurso Ordinário - Rito Sumaríssimo: RO 01001970820215010055 RJ

PODER JUDICIÁRIO PROCESSO nº 0100197-08.2021.5.01.0055 (RORSum) RECORRENTE: LUIZ PHILIPE DA SILVA BERTY, CONFEDERAL RIO VIGILÂNCIA - EIRELI RECORRIDO: LUIZ PHILIPE DA SILVA BERTY, CONFEDERAL RIO…

Recurso - TRT02 - Ação Doença Ocupacional - Rot - de Lojas Riachuelo

GUARULHOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2016/2017 Pelo presente instrumento, em 04 (quatro) vias de igual teor, na melhor forma de direito, de um lado, como representante da categoria…

Recurso - TRT02 - Ação Doença Ocupacional - Rot - de Lojas Riachuelo

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: /2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: 22/11/2013 /2013 NÚMERO DO PROCESSO: 462 DATA DO PROTOCOLO: 19/11/2013…

Recurso - TRT02 - Ação Doença Ocupacional - Rot - de Lojas Riachuelo

SiNC©MÉRCiO 5INC0M6RCIÁR^y Snd uto dos Empregacos no to w o c de GUARULHOS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2015/2016 Pelo presente instrumento, em 04 (quatro) vias de igual teor, na melhor forma de…

Recurso - TRT02 - Ação Doença Ocupacional - Rot - de Lojas Riachuelo

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO - 2014/2015 Pelo presente instrumento, em 04 (quatro) vias de igual teor, na melhor forma de direito, de um lado, como representante da categoria profissional, o…

Recurso - TRT02 - Ação Doença Ocupacional - Rot - de Lojas Riachuelo

CONVENÇÃO COLETIVA DO COMÉRCIO DE GUARULHOS 2011/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2011/2012 ÍNDICE Apresentação - 2 Abonos e Tratamentos Especiais - 13 Preâmbulo - 3 • Mãe/Pai Comerciários - 13 •…