Artigo 394 do Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

CLT - Decreto Lei nº 5.452 de 01 de Maio de 1943

Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho.
Art. 394 - Mediante atestado médico, à mulher grávida é facultado romper o compromisso resultante de qualquer contrato de trabalho, desde que este seja prejudicial à gestação.
Art. 394-A. A empregada gestante ou lactante será afastada, enquanto durar a gestação e a lactação, de quaisquer atividades, operações ou locais insalubres, devendo exercer suas atividades em local salubre. (Incluído pela Lei nº 13.287, de 2016)
Parágrafo único. (VETADO). (Incluído pela Lei nº 13.287, de 2016)
Art. 394-A. Sem prejuízo de sua remuneração, nesta incluído o valor do adicional de insalubridade, a empregada deverá ser afastada de: (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 2017)
Art. 394-A. A empregada gestante será afastada, enquanto durar a gestação, de quaisquer atividades, operações ou locais insalubres e exercerá suas atividades em local salubre, excluído, nesse caso, o pagamento de adicional de insalubridade. (Redação dada pela Medida Provisória nº 808, de 2017)
(Revogado)
(Vigência encerrada)
I - atividades consideradas insalubres em grau máximo, enquanto durar a gestação; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) (Revogado Medida Provisória nº 808, de 2017)
(Revogado)
(Vigência encerrada)
II - atividades consideradas insalubres em grau médio ou mínimo, quando apresentar atestado de saúde, emitido por médico de confiança da mulher, que recomende o afastamento durante a gestação; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)
(Revogado Medida Provisória nº 808, de 2017 ) (Vigência encerrada)
III - atividades consideradas insalubres em qualquer grau, quando apresentar atestado de saúde, emitido por médico de confiança da mulher, que recomende o afastamento durante a lactação. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) (Revogado Medida Provisória nº 808, de 2017)
(Revogado)
(Vigência encerrada)
Art. 394-A. Sem prejuízo de sua remuneração, nesta incluído o valor do adicional de insalubridade, a empregada deverá ser afastada de: (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 2017)
I - atividades consideradas insalubres em grau máximo, enquanto durar a gestação; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)
II - atividades consideradas insalubres em grau médio ou mínimo, quando apresentar atestado de saúde, emitido por médico de confiança da mulher, que recomende o afastamento durante a gestação; (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) (Vide ADIN 5938)
III - atividades consideradas insalubres em qualquer grau, quando apresentar atestado de saúde, emitido por médico de confiança da mulher, que recomende o afastamento durante a lactação. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017) (Vide ADIN 5938)
§ 1o (VETADO) (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 2017)
§ 2o Cabe à empresa pagar o adicional de insalubridade à gestante ou à lactante, efetivando-se a compensação, observado o disposto no art. 248 da Constituição Federal, por ocasião do recolhimento das contribuições incidentes sobre a folha de salários e demais rendimentos pagos ou creditados, a qualquer título, à pessoa física que lhe preste serviço. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)
§ 2º O exercício de atividades e operações insalubres em grau médio ou mínimo, pela gestante, somente será permitido quando ela, voluntariamente, apresentar atestado de saúde, emitido por médico de sua confiança, do sistema privado ou público de saúde, que autorize a sua permanência no exercício de suas atividades.
(Revogado)
(Redação dada pela Medida Provisória nº 808, de 2017) (Vigência encerrada)
§ 2o Cabe à empresa pagar o adicional de insalubridade à gestante ou à lactante, efetivando-se a compensação, observado o disposto no art. 248 da Constituição Federal, por ocasião do recolhimento das contribuições incidentes sobre a folha de salários e demais rendimentos pagos ou creditados, a qualquer título, à pessoa física que lhe preste serviço. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)
§ 3o Quando não for possível que a gestante ou a lactante afastada nos termos do caput deste artigo exerça suas atividades em local salubre na empresa, a hipótese será considerada como gravidez de risco e ensejará a percepção de salário-maternidade, nos termos da Lei no 8.213, de 24 de julho de 1991, durante todo o período de afastamento. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)
§ 3º A empregada lactante será afastada de atividades e operações consideradas insalubres em qualquer grau quando apresentar atestado de saúde emitido por médico de sua confiança, do sistema privado ou público de saúde, que recomende o afastamento durante a lactação. (Redação dada pela Medida Provisória nº 808, de 2017)
(Revogado)
(Vigência encerrada)
§ 3o Quando não for possível que a gestante ou a lactante afastada nos termos do caput deste artigo exerça suas atividades em local salubre na empresa, a hipótese será considerada como gravidez de risco e ensejará a percepção de salário-maternidade, nos termos da Lei no 8.213, de 24 de julho de 1991, durante todo o período de afastamento. (Incluído pela Lei nº 13.467, de 2017)

Petição Inicial - TRT01 - Ação Trabalhista Rescisória com Pedido de Rescisão Indireta - Rito Sumarissimo - Atsum - contra Forte Araruama Seguranca e Vigilancia e Municipio de Rio de Janeiro

AO JUÍZO DA ___ VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO - RJ , brasileiro, vigilante, portador da carteira de identidade , inscrita no CPF sob o nº , residente e domiciliado na , casa 102, Vila Valqueire,…
0
0

Petição - TRF03 - Ação Salário-Educação - Apelação / Remessa Necessária - de Instituto Nacional do Seguro Social - Inss e Uniao Federal - Fazenda Nacional contra Allumat Comercio de Alimentos EIRELI

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 14a VARA CÍVEL FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SÃO PAULO/SP Processo n° XXXXX-07.2021.4.03.6183 ALLUMAT COMERCIO DE ALIMENTOS EIRELI, já devidamente…
0
0

Recurso - TRF03 - Ação Salário-Educação - Apelação / Remessa Necessária - de Instituto Nacional do Seguro Social - Inss e Uniao Federal - Fazenda Nacional contra Allumat Comercio de Alimentos EIRELI

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 25a VARA CÍVEL DA SUBSEÇÃOUDICIÁRIA DE SÃO PAULO Processo: Autora: ALLUMAT COMERCIO DE ALIMENTOS EIRELI Rés: UNIÃO (FAZENDA NACIONAL) e INSTITUTO NACIONAL…
0
0

Recurso - TRF03 - Ação Salário-Educação - Apelação / Remessa Necessária - de Instituto Nacional do Seguro Social - Inss e Uniao Federal - Fazenda Nacional contra Allumat Comercio de Alimentos EIRELI

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA-GERAL FEDERAL EQUIPE REGIONAL DE MATÉRIA PREVIDENCIÁRIA DA 3a REGIÃO NAE - GERAL - ATUAÇÃO CEP: FONE: EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) DO(A) 25a VARA CÍVEL…
0
0

Recurso - TRT02 - Ação Contagem de Minutos Residuais - Atsum - contra Amico Saude

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA 27a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO - SP RECLAMATÓRIA TRABALHISTA: AMICO SAUDE LTDA. , nos autos da reclamação trabalhista que lhe é movida por , vem,…
0
0

Contrarrazões - TRT02 - Ação Contagem de Minutos Residuais - Atsum - contra Amico Saude

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 27a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO - SP PROCESSO N°: , devidamente qualificada nos autos do processo em epígrafe, RECLAMAÇÃO TRABALHISTA , que promove face…
0
0

Contestação - TRT09 - Ação outras Hipóteses de Estabilidade - Atsum - contra Escritorio Contabil Renascer

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 1a VARA DO TRABALHO DA COMARCA DE CASCAVEL - PR. ESCRITÓRIO CONTÁBIL RENASCER LTDA , pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n° , com endereço…
0
0

Recurso - TRT17 - Ação Assistência Judiciária Gratuita - Atsum - contra Dimensional Rochas

EXCELENTÍSSIMO SR. DR. JUIZ DA 2 a VARA DO TRABALHO DA COMARCA DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM-ES Processo n°: , já qualificado nos autos do processo em epígrafe, Reclamação Trabalhista, que move em face…
0
0

Petição Inicial - TRT01 - Ação Reclamação Trabalhista - Atord - contra Monica de Lima Cavalcante Peixaria e Restaurante

Fls.: 2 EXMO. SR. DR. JUIZ FEDERAL DA a VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO. Gratuidade de Justiça , brasileira, em união estável, cozinheira desempregada, portadora da carteira de identidade n° ,…
0
0

Documentos diversos - TRT10 - Ação Mulher - Acc - de Sindicato dos Trab Em Empresas de Credito do EST do TO contra Banco do Brasil

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL - STF RECURSO EXTRAORDINÁRIO (REPERCUSSÃO GERAL) RECORRENTE: A. ANGELONI & CIA LTDA RECORRIDO: RODE KEILLA TONETE DA SILVA AMICUS CURIAE : FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE BANCOS -…
0
0