Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
18 de novembro de 2017
Parágrafo 5 Artigo 14 da Constituição Federal de 1988

Art. 14, § 5 da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 14. A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante:

Art. 14. A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante:

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 14. A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante:

§ 5º O Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e quem os houver sucedido, ou substituído no curso dos mandatos poderão ser reeleitos para um único período subseqüente. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 16, de 1997)

Pg. 46. Tribunal Superior Eleitoral TSE de 17/11/2017

MANDATO. NÃO CONFIGURAÇÃO. ART. 14, §§ 5º E 7º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. CONTRADIÇÃO. AUSÊNCIA. REJEIÇÃO. 1. Os embargos... político nacional e os candidatos e comitês financeiros, conforme excepcionalmente admite o § 1º do art. 29 da Res.-TSE nº..., o que não ocorreu na espécie. 2. Inexiste ofensa ao art. 275 do Códi...

Reforma Política: Análise Crítica do Financiamento Partidário nas PECs 77/03 e 282/16

Autoras: Estefane Helen, Lays Pereira dos Santos, Liliana Correa Lima e Maria Clara Vilasboas Fase I – Substitutivo adotado pela Comissão Especial da PEC 77/2003. 1. A proposição e sua justificativa

Andamento do Processo n. 107-88.2016.6.17.0038 - Recurso Especial Eleitoral - 03/11/2017 do TSE

RECURSO EXTRAORDINÁRIO NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL Nº 107-88.2016.6.17.0038 - CLASSE 32 - ÁGUA PRETA -PERNAMBUCO RECORRENTE: COLIGAÇÃO CONTINUAR FAZENDO ADVOGADOS: DELMIRO DANTAS CAMPOS NETO - OAB:

Pg. 13. Tribunal Superior Eleitoral TSE de 03/11/2017

manifestação. 6. No caso dos autos, houve afronta ao art. 10 do CPC/2015 ao se decidir pela nulidade do ato legislativo que desaprovou as contas do candidato sem que as partes tenham arguido ou se

Pg. 66. Tribunal Superior Eleitoral TSE de 31/10/2017

Ministro Luiz Fux Protocolo: 14.621/2016 DECISÃO EMENTA: ELEIÇÕES 2016. AGRAVOS INTERNOS. RECURSOS ESPECIAIS ELEITORAIS. REGISTRO DE CANDIDATURA. DEFERIMENTO. CARGO. PREFEITO. ART. 14, § 7°, DA

Pg. 78. Tribunal Superior Eleitoral TSE de 31/10/2017

Brasília, 30 de maio de 2017. Presidência do Ministro Gilmar Mendes. Presentes a Ministra Rosa Weber, os Ministros Luiz Fux, Herman Benjamin, Napoleão Nunes Maia Filho, Admar Gonzaga e Tarcisio

Pg. 3. Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins TRE-TO de 26/10/2017

EMENTA: RECURSO CONTRA EXPEDIÇÃO DE DIPLOMA. ELEIÇÕES 2016. PRELIMINAR. ILEGITIMIDADE ATIVA. PROCURAÇÃO. AUSÊNCIA. INELEGIBILIDADE CONSTITUCIONAL. PARENTESCO. CÔNJUGE. VICE-PREFEITO. INCIDÊNCIA.

Pg. 34. Tribunal Superior Eleitoral TSE de 19/10/2017

condenação, verificável quando o cidadão requerer o registro de candidatura, desde que presentes os requisitos exigidos" (REspe nº 401-79/RJ, Rel. Min. Gilmar Mendes, DJe de 13.2.2017). 3. A

Pg. 1310. Judiciário. Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região TRT-12 de 11/10/2017

importante com obstrução arterial desde as artérias ilíacas do lado esquerdo, estendendo-se já submetido a colocação de endopróteses vasculares no membro inferior esquerdo, para restabelecimento do

Pg. 129. Tribunal Superior Eleitoral TSE de 04/10/2017

, e a indagação proposta, formulada em tese, refere-se àdisciplina da reeleição, prevista no §5º do art. 14 da Constituição Federal..., o cargo de prefeito. Tal exame consiste na interpretação do §5º do art. 14 da Constituição Federal, regra pela... - Deputado Federal, Consulta]-DISTRITO FEDERAL-BRASÍLIA TRIBUNAL SUPER...

×