Inciso LXXVI do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
LXXVI - são gratuitos para os reconhecidamente pobres, na forma da lei: (Vide Lei nº 7.844, de 1989)
a) o registro civil de nascimento;
b) a certidão de óbito;

[Resumo] Informativo STF 1130

Caros leitores, Hoje, convido vocês a mergulharem na edição mais recente do Informativo de Jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. Confiram os destaques abaixo. ➡️ CLIQUE AQUI para ler na íntegra…
1
0
Mikaelle Tavora, Estudante de Direito
há 9 dias

Direito ao nome

TRABALHO INTEGRADOR TRABALHO ESCRITO Direito ao nome aplicado ao caso de Rubens (“Rubinho”) Barrichello Mikaelly Ramos Barros Mikaelle Távora Lessa Lidya Ferreira Andrade de Carvalho Alice Gabriele…
2
0

O estrangeiro que demonstre sua condição de hipossuficiente é imune ao pagamento de taxas para registro da regularização migratória?

 O estrangeiro, para regularizar sua situação no Brasil, precisa passar por um procedimento chamado de “regularização migratória”. Exige-se o pagamento de uma taxa. Ocorre que muitos estrangeiros são…
3
0

[Resumo] Informativo nº 1037/2021 do Supremo Tribunal Federal

Olá, pessoal! Como foram de final de semana? Espero que muito bem! Já está no ar o mais novo informativo de jurisprudências do Supremo Tribunal Federal! Acesse a íntegra da Edição nº 1037 AQUI .
3
1

Extensão da gratuidade de justiça aos atos praticados por notários e registradores.

A gratuidade de justiça obsta a cobrança de emolumentos pelos atos de notários e registradores indispensáveis ao cumprimento de decisão proferida no processo judicial em que fora concedido o referido…
1
0

MPF garante a estrangeiro residente no RS isenção de taxas de expedição da cédula de identidade

Em decisão recente, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) garantiu a um haitiano morador de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, a isenção de taxas de expedição da cédula de…
0
0

Gratuidade de justiça pode ser estendida aos emolumentos de cartório

DIREITO PROCESSUAL CIVIL. EXTENSÃO DA GRATUIDADE DE JUSTIÇA AOS ATOS PRATICADOS POR NOTÁRIOS E REGISTRADORES. A gratuidade de justiça obsta a cobrança de emolumentos pelos atos de notários e…
6
0

O Pacto de San José e a Constituição brasileira

Um comparativo entre o Pacto de San José da Costa Rica e a Constituição Federal ( CF ) de 1988 mostra diversas semelhanças. Os fundamentos da Convenção Interamericana de Direitos Humanos, ou Pacto de…
3
0

Aposentado argentino consegue isenção na segunda via de CEI com ajuda da DPU

São Paulo - Após atuação da Defensoria Pública da União (DPU), argentino aposentado obteve decisão liminar que garante isenção de taxa na emissão de segunda via da Carteira de Identidade de…
0
0
há 9 anos

Novo Código de Processo Civil estende gratuidade a serviços notariais

Por Dierle Nunes Foi divulgada recente decisao do Tribunal de Justiça do Distrito Federal no sentido de que “aos atos extrajudiciais praticados por notários e registradores serão estendidos os…
1
0