Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
20 de outubro de 2017
Alínea "a" do Inciso LXX do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988

Art. 5, inc. LXX, "a" da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

LXX - o mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

LXX - o mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por:

LXX - o mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por:

a) partido político com representação no Congresso Nacional;

Tutela Coletiva de Direitos

UM BREVE ESTUDO SOBRE TUTELA COLETIVA DE DIREITOS Sergio Campos de Almeida RESUMO Neste ensaio procuramos elencar as principais características das tutelas coletivas de direito existentes no Brasil:

Pg. 2831. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 14/07/2017

A concretização da norma constitucional do art. 37, X, da Lei Maior depende da atuação do Poder Executivo, não cabendo ao Poder Judiciário, em nome da isonomia ou da efetividade dos direitos

Pg. 2833. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 14/07/2017

servidores públicos, sem distinção entre servidores públicos civis, far-se-á sempre na mesma data”. Com a publicação da Emenda Constitucional n. 19, de 04 de abril de 1998, o art. 37, inciso X, passa

Inteiro Teor. Recurso Eleitoral: RE 66591 APIACÁ - ES

Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo ACÓRDAO N° . PROCESSO RE N° 665-91.2016.6.08.0044 - CLASSE 30 - APIACÁ - ES - (PROT N° 75.924/2016) ASSUNTO: RECURSO ELEITORAL - PRESTAÇAO DE CONTAS - DE

Pg. 177. Supremo Tribunal Federal STF de 29/05/2017

CONCURSO DE 2013 - ANDACCE ADV.(A/S) : PAULO HENRIQUE QUEIROZ PEREIRA DOS SANTOS (43499/DF, 0043499/DF) E OUTRO(A/S) IMPDO.(A/S) : TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO INTDO.(A/S) : UNIÃO ADV.(A/S) :

Inteiro Teor. Agravo de Instrumento: AG 11104620174020000 RJ 0001110-46.2017.4.02.0000

Agravo de Instrumento - Turma Espec. III - Administrativo e Cível Nº CNJ : 0001110-46.2017.4.02.0000 (2017.00.00.001110-4) RELATOR : Desembargador Federal JOSÉ ANTONIO NEIVA AGRAVANTE : UNIAO FEDERAL

Inteiro Teor. Agravo de Instrumento: AG 14066820174020000 RJ 0001406-68.2017.4.02.0000

Agravo de Instrumento - Turma Espec. III - Administrativo e Cível Nº CNJ : 0001406-68.2017.4.02.0000 (2017.00.00.001406-3) RELATOR : Desembargador Federal JOSÉ ANTONIO NEIVA AGRAVANTE : UNIAO FEDERAL

Pg. 5078. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 18/04/2017

Com efeito, imperioso que o reajuste geral de remuneração dos servidores públicos seja veiculado por Lei específica, de acordo com as possibilidades orçamentárias e critérios a serem definidos pelo

Pg. 141. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 06/04/2017

Assevera o impetrante que, passado o aludido evento, o acesso à Rodovia Hélio Smith, sobre o Rio Baquirivu, continuou a ser obstado por ato dos impetrados, sob o fundamento de que “a abertura para

Inteiro Teor. Apelação: APL 10419363820148260053 SP 1041936-38.2014.8.26.0053

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2017.0000212860 ACÓRDAO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação / Reexame Necessário nº 1041936-38.2014.8.26.0053, da Comarca

×