Inciso XXII do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988

Constituição Federal de 1988

Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembléia Nacional Constituinte para instituir um Estado Democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
XXII - é garantido o direito de propriedade;
Rafael Soares, Advogado
há 7 horas

O estado de coisas inconstitucional nas favelas do Rio de Janeiro

1. INTRODUÇÃO O presente trabalho é uma proposta de estudo à aplicabilidade do instituto do estado de coisas inconstitucional nas políticas públicas aplicadas nas favelas do Rio de Janeiro. Serão…
0
0
Gisele Leite, Juiz de Direito
há 13 dias

Esclarecimentos sobre Dano Moral no ordenamento jurídico brasileiro.

Esclarecimentos sobre Dano Moral no ordenamento jurídico brasileiro. Resumo: Em regra, no direito pátrio, exige-se que os danos sejam comprovados pelo ofendido para que se justifique o arbitramento…
2
0

O Mínimo Existencial da Pessoa Jurídica

Centro Universitário Maurício de Nassau – UNINASSAU Curso de Direito Trabalho de Conclusão de Curso O MÍNIMO EXISTENCIAL DA PESSOA JURÍDICA A Proteção do Patrimônio Mínimo CARUARU - PE 2023 CARLOS…
1
0

Isenção de Imposto Territorial Rural (ITR) em áreas invadidas

Diante do crescimento na quantidade de invasões em propriedade privada, sob falsa premissa de movimentação de políticas públicas sociais e fundiárias, com exercício arbitrário de próprias razões por…
1
0
Carlos Honório, Advogado
mês passado

Pagamento em consignação pela via judicial em matéria de regularização fundiária - Lei 13.465/17

Segundo reportagem do Portal R7: “Um levantamento feito pelo IBGE, em 2019, apontou que no Brasil existem mais de 5 milhões de domicílios em condições precárias. Essas residências fazem parte de…
1
0
Carlos Honório, Advogado
mês passado

A inexistência de propriedade de imóveis não regularizados no Setor Habitacional Arniqueira/DF

Em uma audiência pública na Administração Regional de Arniqueira, a Deputada Distrital que presidia a sessão informou ao representante da Terracap - Companhia Imobiliária de Brasília/DF (empresa…
1
0
Adriano Sales, Advogado
há 5 meses

Síndico não é babá de condômino.

A administração de um condomínio edilício residencial, comercial ou misto, compete a um condômino ou um Síndico profissional habilitado, devidamente eleito para um mandato que não ultrapasse o…
1
0
Wilma Barbosa, Advogado
há 10 meses

Contratos na principiologia

ESTUDO DA PRINCIPIOLOGIA DA INSOLVÊNCIA PRÉVIA DO CONTRATO NO DIREITO CIVIL RESUMO O propósito deste contexto é inquirir a insolvência prévia do contrato adequável em face as concepções do Direito…
1
0

Partilha de Imóvel do "Minha Casa, Minha Vida"

O divórcio sempre será um momento delicado, ainda mais quando há filhos e partilha de bens. Diante disso, é extremamente importante que você procure auxílio profissional neste momento. No referente…
2
0
Raquel Aguiar, Advogado
há 11 meses

Você foi abandonado(a) por seu cônjuge ou companheiro(a)? Descubra se você tem direito de adquirir o imóvel do casal!

Você está passando por uma situação de abandono por parte daquele(a) que lhe jurou amor eterno? Foram anos e anos regando esse amor e ao final você foi abandonado por aquele que desejava conviver por…
5
0