Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
17 de outubro de 2017
Artigo 4 da Lei nº 10.406 de 10 de Janeiro de 2002
Estatuto da Pessoa com Deficiência

Nossa Carta Magna instituída no ano de 1988 trouxe a população inúmeros direitos e deveres que são assegurados e grandes pilares de nossa democracia. Após um regime ditatorial ( 1964 a 1985 ), houve

2.3 As mudanças da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência no regime da incapacidade civil

A Lei 13.146/15 (Estatuto da Pessoa com Deficiência) alterou significativamente os artigos 3º e 4º do Código Civil de 2002 referentes às incapacidades absoluta e relativa, respectivamente. Neste

Camila Fernanda

Camila Fernanda -

Do Contrato de Prestação de Serviço

 No direito romano, o que nós conhecemos hoje por prestação de serviço, estava disciplinado como uma das três formas de locação, ou do romano, locatio conductio. Dentre essas três modalidades, temos

Interdição e Curatela

Quando se fala em interdição , sabe-se que é um momento muito sensível da vida, momento em que a família precisa intervir em nome de um dos membros com vista a efetivar a sua proteção , uma vez que

A Tomada de Decisão Apoiada

Introdução É comum que a pessoa portadora de deficiência seja enxergada pela grande maioria como um doente ou um “louco”, o que ocasiona, muitas vezes, a exclusão dessas pessoas do convívio social e

A possibilidade de alteração no regime de bens na constância do casamento

O código civil brasileiro prevê em seus artigos (1658 a 1688) 4 regimes matrimoniais que são : 1) Comunhão parcial bens. 2) Comunhão Universal de bens. 3) o da participação final nos aquestros. 4) e

A Segurança Jurídica dos atos praticados pelos Portadores de Síndromes Mentais (lei 13.146/2015)

Resumo O presente artigo científico busca apresentar um estudo sobre a segurança jurídica dos atos praticados pelos portadores de síndromes e transtornos mentais, a partir da definição destes, bem

Raphael Faria

Raphael Faria -

O que muda no instituto da curatela, com o vigor da Lei 13.146/2015

Curatela é um determinado encargo que por lei, alguém capaz, é nomeado para reger, administrar os bens, e tomar decisões de uma pessoa, em regra maior, que não pode fazê-lo por si mesmo. Clóvis

Elementos Estruturais do Negócio Jurídico

Introdução O estudo dos elementos essenciais, naturais e acidentais do negócio jurídico é um dos pontos mais importantes e controvertidos da Parte Geral do Código Civil . É fundamental estudar a

×