Artigo 10 do Decreto nº 5.773 de 09 de Maio de 2006

Decreto nº 5.773 de 09 de Maio de 2006

Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e seqüenciais no sistema federal de ensino.
Art. 10. O funcionamento de instituição de educação superior e a oferta de curso superior dependem de ato autorizativo do Poder Público, nos termos deste Decreto.
§ 1o São modalidades de atos autorizativos os atos administrativos de credenciamento e recredenciamento de instituições de educação superior e de autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos superiores, bem como suas respectivas modificações.
§ 2o Os atos autorizativos fixam os limites da atuação dos agentes públicos e privados em matéria de educação superior.
§ 3o A autorização e o reconhecimento de cursos, bem como o credenciamento de instituições de educação superior, terão prazos limitados, sendo renovados, periodicamente, após processo regular de avaliação, nos termos da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004.
§ 4o Qualquer modificação na forma de atuação dos agentes da educação superior após a expedição do ato autorizativo, relativa à mantenedora, à abrangência geográfica das atividades, habilitações, vagas, endereço de oferta dos cursos ou qualquer outro elemento relevante para o exercício das funções educacionais, depende de modificação do ato autorizativo originário, que se processará na forma de pedido de aditamento.
§ 5o Havendo divergência entre o ato autorizativo e qualquer documento de instrução do processo, prevalecerá o ato autorizativo.
§ 6o Os prazos contam-se da publicação do ato autorizativo.
§ 7o Os atos autorizativos são válidos até sessenta dias após a comunicação do resultado da avaliação pelo INEP, observado o disposto no art. 70.
(Revogado)
§ 7o Os atos autorizativos são válidos até o ciclo avaliativo seguinte. (Redação dada pelo Decreto nº 6.303, de 2007)
§ 8o O protocolo do pedido de recredenciamento de instituição de educação superior, de reconhecimento e de renovação de reconhecimento de curso superior prorroga a validade do ato autorizativo pelo prazo máximo de um ano.
§ 8o O protocolo de pedido de recredenciamento de instituição de educação superior, de reconhecimento e de renovação de reconhecimento de curso superior prorroga a validade do ato autorizativo até a conclusão do processo. (Redação dada pelo Decreto nº 8.754, de 2016)
(Revogado)
§ 9o Todos os processos administrativos previstos neste Decreto observarão o disposto na Lei no 9.784, de 29 de janeiro de 1999.
§ 10. Os pedidos de ato autorizativo serão decididos tendo por base o relatório de avaliação e o conjunto de elementos de instrução apresentados pelas entidades interessadas no processo ou solicitados pela Secretaria em sua atividade instrutória. (Incluído pelo Decreto nº 6.303, de 2007)
(Revogado)
§ 10. Os pedidos de ato autorizativo serão decididos com base no relatório de avaliação, nos índices e indicadores de qualidade e no conjunto de elementos de instrução apresentados pelas entidades interessadas no processo ou solicitados pela Secretaria em sua atividade instrutória. (Redação dada pelo Decreto nº 8.754, de 2016)
(Revogado)
§ 11. A criação de universidade ou instituto federal dispensa a edição do ato autorizativo prévio para funcionamento e oferta de cursos, nos termos de sua lei de criação. (Incluído Decreto nº 8.754, de 2016)
(Revogado)

Petição Inicial - TJPE - Ação de Indenização por Danos Materiais e Danos Morais em Razão de Vício no Serviço - Procedimento Comum Cível - contra Faculdade Extensiveis de Pernambuco e Unepos - Unidades de Estudos Especializados e Pos-Graduacao

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ____° VARA DA COMARCA DE SERTÂNIA - PE , brasileira, solteira, artesã, portadora do RG n°: e do CPF n°: , residente e domiciliada na CEP: , vem, por…

Petição - TRF01 - Ação Indenização por Dano Moral - Procedimento do Juizado Especial Cível - contra Uniao de Ensino Superior, Pesquisa e Extensao Cenid, Nepuga POS Graduacao e União Federal

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PROCURADORIA REGIONAL DA UNIÃO - 1a REGIÃO EXMO(A) SR(A) DR(A) JUIZ(A) FEDERAL DA 9a VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA BAHIA A UNIÃO , pessoa jurídica de direito público…

Contestação - TJSP - Ação Obrigação de Fazer / não Fazer - Procedimento do Juizado Especial Cível

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA MM. VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DO FORO REGIONAL DE ITAQUERA DA COMARCA DE SÃO PAULO - ESTADO DE SÃO PAULO. Processo n° Obrigação de Fazer , pessoa…

Petição Inicial - TJSP - Ação Execução Cedular Crédito Bancário - Embargos à Execução

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___a VARA CÍVEL DA COMARCA DE MIRANDÓPOLIS, ESTADO DE SÃO PAULO. S.A ., sociedade de economia mista, com sede em Brasília (DF), Setor Bancário Sul,…

Petição Inicial - TJSP - Ação Execução Cedular Crédito Bancário - Embargos à Execução

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___a VARA CÍVEL DA COMARCA DE RIBEIRÃO PRETO, ESTADO DE SÃO PAULO. S.A., sociedade de economia mista, com sede em Brasília (DF), Setor Bancário Sul,…

Documentos diversos - TRT01 - Ação Desconsideração da Personalidade Jurídica - Idpj - contra Associacao Educacional Sao Paulo Apostolo-Assespa

N° 106, sexta-feira, 1 de junho de 2012 1 ISSN 20 18540 ENGENHARIA 400 , IPIRANGA. SÃO PAULO/SP.CEP: 21 11 0 5 0 6 ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA 160 CEP: 22 18539 ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA…

Documentos diversos - TRT01 - Ação Desconsideração da Personalidade Jurídica - Idpj - contra Associacao Educacional Sao Paulo Apostolo-Assespa

Fls.: 2 Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: CHRYSITAN PICONE SOARES Fls.: 3 Assinado eletronicamente. A Certificação Digital pertence a: CHRYSITAN PICONE SOARES N° 106,…

Petição Inicial - TJSP - Ação Valor da Execução / Cálculo / Atualização

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(ÍZA) DA 01a VARA CÍVEL DA COMARCA DE LARANJAL PAULISTA/SP Processo n° * * , já devidamente qualificado nos autos do feito acima referenciado, em que são…

Documentos diversos - TJSP - Ação Cláusulas Abusivas - Procedimento Comum Cível

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(ÍZA) DA 01a VARA CÍVEL DA COMARCA DE SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP Processo n° , já devidamente qualificado nos autos do feito acima referenciado, em que são…

Documentos diversos - TJSP - Ação Contratos Bancários

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(ÍZA) DA 07 VARA CIVEL DA COMARCA DE SANTOS/SP Processo n° 10187628820158260562 , já devidamente qualificado nos autos do feito acima referenciado, em que…

Termo ou Assunto relacionado