Artigo 114 da Lei nº 11.101 de 09 de Fevereiro de 2005

Lei nº 11.101 de 09 de Fevereiro de 2005

Regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade empresária.
Art. 114. O administrador judicial poderá alugar ou celebrar outro contrato referente aos bens da massa falida, com o objetivo de produzir renda para a massa falida, mediante autorização do Comitê.
§ 1º O contrato disposto no caput deste artigo não gera direito de preferência na compra e não pode importar disposição total ou parcial dos bens.
§ 2º O bem objeto da contratação poderá ser alienado a qualquer tempo, independentemente do prazo contratado, rescindindo-se, sem direito a multa, o contrato realizado, salvo se houver anuência do adquirente.
Art. 114-A. Se não forem encontrados bens para serem arrecadados, ou se os arrecadados forem insuficientes para as despesas do processo, o administrador judicial informará imediatamente esse fato ao juiz, que, ouvido o representante do Ministério Público, fixará, por meio de edital, o prazo de 10 (dez) dias para os interessados se manifestarem. (Incluído pela Lei nº 14.112, de 2020) (Vigência)
§ 1º Um ou mais credores poderão requerer o prosseguimento da falência, desde que paguem a quantia necessária às despesas e aos honorários do administrador judicial, que serão considerados despesas essenciais nos termos estabelecidos no inciso I- A do caput do art. 84 desta Lei. (Incluído pela Lei nº 14.112, de 2020) (Vigência)
§ 2º Decorrido o prazo previsto no caput sem manifestação dos interessados, o administrador judicial promoverá a venda dos bens arrecadados no prazo máximo de 30 (trinta) dias, para bens móveis, e de 60 (sessenta) dias, para bens imóveis, e apresentará o seu relatório, nos termos e para os efeitos dispostos neste artigo. (Incluído pela Lei nº 14.112, de 2020) (Vigência)
§ 3º Proferida a decisão, a falência será encerrada pelo juiz nos autos. (Incluído pela Lei nº 14.112, de 2020) (Vigência)

33. Comentários aos Artigos 189 a 201 - Comentários à Lei de Recuperação de Empresas

Álvaro A. C. Mariano CAPÍTULO VIII. DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS Art. 189. Aplica-se, no que couber, aos procedimentos previstos nesta Lei, o disposto na Lei 13.105, de 16 de março de 2015…
0
0

4. Usucapião Extrajudicial - Parte II - O Código de Processo Civil de 2015 e os Atos Notariais e Registrais em Espécie - O Direito e o Extrajudicial: Processo Civil

Fernando Domingos Carvalho Blasco 1. Inovação legal A previsão da usucapião extrajudicial é um importante marco na desjudicialização. Um procedimento que, em juízo, podia ser enfadonho e extremamente…
0
0

Atuação do administrador judicial e demais órgãos da falência - 10. Administração da falência - Direito empresarial: recuperação de empresas e falência

Atuação do administrador judicial e demais órgãos da falência “Apesar de ter o dever de praticar todos os atos necessários à realização do ativo, ao pagamento dos credores, bem como de tomar as…
0
0

Dossiê legislativo e jurisprudencial - 2. Administrador judicial - Direito empresarial: recuperação de empresas e falência

DOSSIÊ LEGISLATIVO - Arts. 21 a 34 da Lei 11.101/2005; - Arts. 763 e 766 do CPC (atribuições do administrador da massa dos bens do insolvente); - Art. 767 do CPC (remuneração do administrador da…
0
0

Quadro Comparativo – Lei de Falências. Quadro Comparativo Lei de Falências - Reforma da Lei de Falências: Reflexões Sobre Direito Recuperacional, Falimentar e Empresarial Moderno

Lei nº 11.101, de 9 de Fevereiro de 2005 Regula a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do empresário e da sociedade empresária. 1 O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso…
0
0