Art. 2 do Decreto 5269/04

Decreto nº 5.269 de 10 de Novembro de 2004

Dispõe sobre a competência, composição e funcionamento do Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante - CDFMM, e dá outras providências.
Art. 2o O CDFMM tem as seguintes competências:
I - subsidiar a formulação e a implementação da política nacional de marinha mercante e da indústria de construção e reparação naval brasileiras;
II - elaborar e submeter à aprovação do Ministro de Estado dos Transportes a programação anual de aplicação dos recursos do FMM;
(Revogado)
II - elaborar e submeter à aprovação do Ministro de Estado da Infraestrutura a programação anual de aplicação dos recursos do FMM; (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
III - aprovar o orçamento do FMM;
IV - deliberar sobre a aplicação dos recursos do FMM;
V - supervisionar a arrecadação do Adicional ao Frete para a Renovação da Marinha Mercante - AFRMM e a partilha e destinação de seu produto;
VI - cumprir e fazer cumprir as normas gerais relativas a pedidos de financiamento e concessão de prioridade, com utilização de recursos do FMM, editadas pelo Ministro de Estado dos Transportes;
(Revogado)
VI - cumprir e fazer cumprir as normas gerais relativas a pedidos de financiamento e concessão de prioridade, com utilização de recursos do FMM, editadas pelo Ministro de Estado da Infraestrutura; (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
VII - deliberar sobre os projetos financiados com recursos do FMM e acompanhar a implementação;
VIII - deliberar sobre a concessão de prioridade de apoio financeiro do FMM;
IX - deliberar sobre pedidos de cancelamento de prioridade, suplementação de recursos após a contratação do financiamento, alterações do projeto ou de custos que excedam dez por cento do valor do projeto priorizado, e alteração do estaleiro contratado após a concessão de prioridade;
X - propor ao Ministro de Estado dos Transportes a realização de convênios e contratos com agentes financeiros do FMM e outros de interesse do desenvolvimento do transporte aquaviário e da indústria da construção e reparação naval brasileiras;
(Revogado)
X - propor ao Ministro de Estado da Infraestrutura a realização de convênios e contratos com agentes financeiros do FMM e outros de interesse do desenvolvimento do transporte aquaviário e da indústria da construção e reparação naval brasileiras; (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
XI - definir critérios para a liberação dos recursos financeiros das contas vinculadas;
XII - fixar as condições necessárias para habilitação de novos agentes financeiros do FMM e acompanhar suas atividades;
XIII - assessorar o Ministro de Estado dos Transportes no conjunto de atividades relacionadas à sua competência;
(Revogado)
XIII - assessorar o Ministro de Estado da Infraestrutura no conjunto de atividades relacionadas à sua competência; (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
XIV - exigir a efetiva prestação de contas das entidades a que se referem os §§ 1o, 2o e 3o do art. 17 da Lei no 10.893, de 2004;
XV - acompanhar e avaliar a gestão econômica e financeira dos recursos, bem como o desempenho dos programas aprovados;
XVI - acompanhar e fiscalizar as operações realizadas pelos agentes financeiros, com recursos do FMM;
XVII - pronunciar-se sobre as contas do FMM, antes do seu encaminhamento aos órgãos de controle interno para os fins legais; e
XVIII - exercer outras atividades que lhe forem cometidas pelo Ministro de Estado dos Transportes.
(Revogado)
XVIII - exercer outras atividades que lhe forem cometidas pelo Ministro de Estado da Infraestrutura. (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
§ 1o O CDFMM elaborará seu regimento interno, no prazo de sessenta dias a contar da data de sua instalação, e o submeterá à aprovação do Ministro de Estado dos Transportes.
(Revogado)
§ 1º O CDFMM elaborará seu regimento interno, no prazo de sessenta dias, contado da data de sua instalação, e o submeterá à aprovação do Ministro de Estado da Infraestrutura. (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
§ 2o A gestão da aplicação do FMM será efetuada pelo Ministério dos Transportes, cabendo ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES, bem como aos bancos oficiais federais habilitados, o papel de agente financeiro.
(Revogado)
§ 2º A gestão da aplicação do FMM será efetuada pelo Ministério da Infraestrutura, e caberá ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES e aos bancos oficiais federais habilitados o papel de agente financeiro. (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência
§ 3o O CDFMM, no exercício de sua competência constante do inciso VIII deste artigo, observará limite fixado em portaria interministerial dos Ministros de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Fazenda. (Incluído pelo Decreto nº 6.598, de 2008)
(Revogado)
§ 3º O CDFMM, no exercício da competência prevista no inciso VIII do caput, observará o limite fixado em ato do Ministro de Estado da Economia. (Redação dada pelo Decreto nº 9.676, de 2019) Vigência

Página 124 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 11 de Julho de 2018

Conversão IV. MARLIN NAVEGAÇÃO S/A (CNPJ nº 20.854.869/0001-00): conversão da embarcação denominada Skandi Flamengo, do tipo PSV para o tipo OSRV, anteriormente priorizada conforme o inciso IV do...

Página 142 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 18 de Junho de 2018

COMPANHIA DOCAS DO PARÁ RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA N 23/2018, DE 13 DE JUNHO DE 2018 O DIRETOR PRESIDENTE DA COMPANHIA DOCAS DO PARÁ (CDP), no uso de suas atribuições legais, e CONSIDERANDO o que consta...

Página 164 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 12 de Junho de 2018

Art. 2º O Sistema Nacional de Informações de Vítimas e Testemunhas - SISNAVT tem a finalidade de: I - receber dados objetivos relacionados às pessoas protegidas, testemunhas e/ou familiares, no que...

Página 78 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 7 de Março de 2018

DESPACHO DE 6 DE MARÇO DE 2018 O Secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho, no uso de suas atribuições legais, com fundamento na Portaria 326/2013 e na Nota Técnica RAE N...

Página 38 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 7 de Janeiro de 2016

Nº 7 - Art. 1º Aprovar as alterações propostas para o Regulamento do Plano de Benefícios Previdenciários Vivo Prev, CNPB n° 2007.0018-29, administrado pela Visão Prev Sociedade de Previdência...

Página 91 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 29 de Dezembro de 2015

Ministério dos Transportes . AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES DIRETORIA COLEGIADA RETIFICAÇÃO Na Resolução nº 4.981, de 22.12.2015, publicada no DOU nº 246, de 24.12.2015 Seção 1, pág. 390,...

Página 67 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 12 de Agosto de 2015

SECRETARIA DE FOMENTO PARA AÇÕES DE TRANSPORTES DEPARTAMENTO DA MARINHA MERCANTE CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 143, DE 11 DE AGOSTO DE 2015 Dá publicidade ao cancelamento das prioridades para apoio...

Página 82 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 23 de Setembro de 2014

Ministério dos Transportes . AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES SUPERINTENDÊNCIA DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES DE PASSAGEIROS PORTARIA Nº 484, DE 22 DE SETEMBRO DE 2014 A SUPERINTENDENTE DE...

Página 11 do Associação Rondoniense de Municípios (AROM) de 25 de Agosto de 2014

Publicado por: Érica de Araújo Lopes Código Identificador: E237DB8D ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DECRETO N. 5.336/PMC/14 DISPÕE SOBRE A NOMEAÇÃO DA Srª. ÉRICA DE ARAÚJO LOPES PARA EXERCER O CARGO DE...

Tribunal de Contas da União TCU : 00959520120

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 009.595/2012-0 GRUPO II – CLASSE I – Plenário TC-009.595/2012-0 Natureza: Pedido de Reexame Entidade: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES/MDIC...

Termo/Assunto relacionado