Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
24 de setembro de 2017
Artigo 5 do Decreto nº 5.296 de 02 de Dezembro de 2004

Art. 5 do Decreto 5296/04

Decreto nº 5.296 de 02 de Dezembro de 2004

Regulamenta as Leis nos 10.048, de 8 de novembro de 2000, que dá prioridade de atendimento às pessoas que especifica, e 10.098, de 19 de dezembro de 2000, que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências.

Art. 5o Os órgãos da administração pública direta, indireta e fundacional, as empresas prestadoras de serviços públicos e as instituições financeiras deverão dispensar atendimento prioritário às pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

§ 1o Considera-se, para os efeitos deste Decreto:

I - pessoa portadora de deficiência, além daquelas previstas na Lei no 10.690, de 16 de junho de 2003, a que possui limitação ou incapacidade para o desempenho de atividade e se enquadra nas seguintes categorias:

a) deficiência física: alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, ostomia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, nanismo, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho de funções;

b) deficiência auditiva: perda bilateral, parcial ou total, de quarenta e um decibéis (dB) ou mais, aferida por audiograma nas freqüências de 500Hz, 1.000Hz, 2.000Hz e 3.000Hz;

c) deficiência visual: cegueira, na qual a acuidade visual é igual ou menor que 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica; a baixa visão, que significa acuidade visual entre 0,3 e 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica; os casos nos quais a somatória da medida do campo visual em ambos os olhos for igual ou menor que 60o; ou a ocorrência simultânea de quaisquer das condições anteriores;

d) deficiência mental: funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de habilidades adaptativas, tais como:

1. comunicação;

2. cuidado pessoal;

3. habilidades sociais;

4. utilização dos recursos da comunidade;

5. saúde e segurança;

6. habilidades acadêmicas;

7. lazer; e 8. trabalho;

e) deficiência múltipla - associação de duas ou mais deficiências; e

II - pessoa com mobilidade reduzida, aquela que, não se enquadrando no conceito de pessoa portadora de deficiência, tenha, por qualquer motivo, dificuldade de movimentar-se, permanente ou temporariamente, gerando redução efetiva da mobilidade, flexibilidade, coordenação motora e percepção.

§ 2o O disposto no caput aplica-se, ainda, às pessoas com idade igual ou superior a sessenta anos, gestantes, lactantes e pessoas com criança de colo.

§ 3o O acesso prioritário às edificações e serviços das instituições financeiras deve seguir os preceitos estabelecidos neste Decreto e nas normas técnicas de acessibilidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT, no que não conflitarem com a Lei no 7.102, de 20 de junho de 1983, observando, ainda, a Resolução do Conselho Monetário Nacional no 2.878, de 26 de julho de 2001.

Pg. 10. Normal. Diário Oficial do Município de Teresina DOM-THE de 22/09/2017

candidato; e ainda, a assinatura, carimbo e CRM do profissional, que deverá especificar no laudo que o candidato possui deficiência; b) Solicitação de acompanhamento para realizar prova com monitor

Inteiro Teor. Apelação: APL 1576759620098050001

1 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Quinta Câmara Cível ACÓRDAO Classe : Apelação nº 0157675-96.2009.8.05.0001 Foro de Origem : Salvador Órgão : Quinta Câmara Cível Relator :

Inteiro Teor. Apelação: APL 1266990920098050001

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA BAHIA 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA Quarta Câmara Cível Classe : Apelação n.º 0126699-09.2009.8.05.0001 Foro de Origem : Salvador Órgão : Quarta Câmara Cível Relator : Des.

Andamento do Processo n. 0126699-09.2009.8.05.0001 - Apelação - 21/09/2017 do TJBA

0126699-09.2009.8.05.0001 Apelação Comarca: Salvador Apelado: Joseneide Ramos de Cerqueira Santos Apelante: Municipio de Salvador Procurador do Município: Roberto O}dwyer Defensor Público: Astolfo

Pg. 370. Caderno 1 - Administrativo. Diário de Justiça do Estado da Bahia DJBA de 21/09/2017

inadimplemento do contratante, no prazo expresso contratualmente, é de ser mantida a sentença de procedência parcial do feito, porquanto não constatada a existência de abusividade e/ou irregularidade

Pg. 365. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 21/09/2017

A parte autora requer a imediata concessão do benefício previdenciário pleiteado nesta ação, aduzindo que estão presentes os requisitos para concessão de tutela antecipada. Fundamenta o pedido de

Apelação: APL 1266990920098050001

APELAÇÃO CÍVEL E REEXAME NECESSÁRIO. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER COM PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA CUMULADA COM PEDIDO DE DANO MORAL. DIREITO DO POSTULANTE A GRATUIDADE DO TRANPORTE COLETIVO URBANO. PREENCHIMENTO DE REQUISITOS ESTABELECIDOS EM LEI ESTADUAL Nº 7.201/2007 E DECRETO Nº 5.296/2004. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS FIX...

Andamento do Processo n. 0003799-64.2017.4.03.6328 - 20/09/2017 do TRF-3

sido comprovada a deficiência, nos termos do art. 4º do Decreto 3.298/99 c/c o art. 5º do Decreto 5.296/04, podendo ser..., nos termos do art 4º da Lei 10.259/01. É que referido artigo não dispensa a necessária demonstração do fumus boni iuris... para, em 10 (dez) dias, apresentar quesitos e indicar assistente, nos te...

Andamento do Processo n. 0003715-63.2017.4.03.6328 - 20/09/2017 do TRF-3

a deficiência, nos termos do art. 4º do Decreto 3.298/99 c/c o art. 5º do Decreto 5.296/04, podendo ser reavaliado... do parágrafo 2º, art. 12, da Lei 10.259/2001. Deverá o perito responder aos quesitos indicados pela parte, bem como os quesitos... pela parte autora, verifico não se acharem presentes os pressuposto...

Pg. 359. Caderno 1 - Administrativo. Diário de Justiça do Estado da Bahia DJBA de 20/09/2017

Advogado: João Paulo Santana Silva (OAB : 25158/BA) Advogado: Caroline da Silva Hage (OAB : 41922/BA) Relator: Telma Laura Silva Britto Decisão: Não-Provimento. Unânime. Ementa: AGRAVO DE

×