Artigo 93 da Lei nº 8.112 de 11 de Dezembro de 1990

RJU - Lei nº 8.112 de 11 de Dezembro de 1990

Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais.
Art. 93. O servidor poderá ser cedido para ter exercício em outro órgão ou entidade dos Poderes da União, dos Estados, ou do Distrito Federal e dos Municípios, nas seguintes hipóteses: (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91) (Regulamento) (Vide Decreto nº 4.493, de 3.12.2002) (Vide Decreto nº 5.213, de 2004) (Vide Decreto nº 9.144, de 2017)
I - para exercício de cargo em comissão ou função de confiança;
(Revogado)
I - para exercício de cargo em comissão ou função de confiança; (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
(Revogado)
I - para exercício de cargo em comissão, função de confiança ou, no caso de serviço social autônomo, para o exercício de cargo de direção ou de gerência;
(Redação dada pela Medida Provisória nº 765, de 2016)
(Revogado)
I - para exercício de cargo em comissão ou função de confiança; (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
II - em casos previstos em leis específicas.
(Revogado)
II - em casos previstos em leis específicas. (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
§ 1° Na hipótese do inciso I deste artigo, o ônus da remuneração será do órgão ou entidade cessionária.
(Revogado)
§ 1o Na hipótese do inciso I, sendo a cessão para órgãos ou entidades dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios, o ônus da remuneração será do órgão ou entidade cessionária, mantido o ônus para o cedente nos demais casos. (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
(Revogado)
§ 1 º Na hipótese de que trata o inciso I do caput, sendo a cessão para órgãos ou entidades dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios ou para serviço social autônomo, o ônus da remuneração será do órgão ou da entidade cessionária, mantido o ônus para o cedente nos demais casos.
(Revogado)
(Redação dada pela Medida Provisória nº 765, de 2016)
(Revogado)
§ 1o Na hipótese do inciso I, sendo a cessão para órgãos ou entidades dos Estados, do Distrito Federal ou dos Municípios, o ônus da remuneração será do órgão ou entidade cessionária, mantido o ônus para o cedente nos demais casos. (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
§ 2° A cessão far-se-á mediante portaria publicada no Diário Oficial da União.
(Revogado)
§ 2o Na hipótese de o servidor cedido à empresa pública ou sociedade de economia mista, nos termos das respectivas normas, optar pela remuneração do cargo efetivo, a entidade cessionária efetuará o reembolso das despesas realizadas pelo órgão ou entidade de origem. (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
(Revogado)
(Vide Medida Provisória nº 301 de 2006)
(Revogado)
§ 2º Na hipótese de o servidor cedido a empresa pública ou sociedade de economia mista, nos termos das respectivas normas, optar pela remuneração do cargo efetivo ou pela remuneração do cargo efetivo acrescida de percentual da retribuição do cargo em comissão, a entidade cessionária efetuará o reembolso das despesas realizadas pelo órgão ou entidade de origem. (Redação dada pela Lei nº 11.355, de 2006)
(Revogado)
§ 2 º Na hipótese de o servidor cedido a empresa pública, sociedade de economia mista ou serviço social autônomo, nos termos de suas respectivas normas, optar pela remuneração do cargo efetivo ou pela remuneração do cargo efetivo acrescida de percentual da retribuição do cargo em comissão, de direção ou de gerência, a entidade cessionária ou o serviço social autônomo efetuará o reembolso das despesas realizadas pelo órgão ou pela entidade de origem.
(Revogado)
(Redação dada pela Medida Provisória nº 765, de 2016)
(Revogado)
§ 2º Na hipótese de o servidor cedido a empresa pública ou sociedade de economia mista, nos termos das respectivas normas, optar pela remuneração do cargo efetivo ou pela remuneração do cargo efetivo acrescida de percentual da retribuição do cargo em comissão, a entidade cessionária efetuará o reembolso das despesas realizadas pelo órgão ou entidade de origem. (Redação dada pela Lei nº 11.355, de 2006)
§ 3° Mediante autorização expressa do Presidente da República, o servidor do Poder Executivo poderá ter exercício em outro órgão da Administração Federal direta que não tenha quadro próprio de pessoal, para fim determinado e a prazo certo.
(Revogado)
§ 3o A cessão far-se-á mediante Portaria publicada no Diário Oficial da União. (Redação dada pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
§ 4o Mediante autorização expressa do Presidente da República, o servidor do Poder Executivo poderá ter exercício em outro órgão da Administração Federal direta que não tenha quadro próprio de pessoal, para fim determinado e a prazo certo. (Incluído pela Lei nº 8.270, de 17.12.91)
§ 5o Aplicam-se à União, em se tratando de empregado ou servidor por ela requisitado, as regras previstas nos §§ 1o e 2o deste artigo, conforme dispuser o regulamento, exceto quando se tratar de empresas públicas ou sociedades de economia mista que recebam recursos financeiros do Tesouro Nacional para o custeio total ou parcial da sua folha de pagamento de pessoal. (Incluído pela Lei nº 9.527, de 10.12.97)
(Revogado)
§ 5º Aplica-se à União, em se tratando de empregado ou servidor por ela requisitado, as disposições dos §§ 1º e 2º deste artigo. (Redação dada pela Lei nº 10.470, de 25.6.2002)
§ 6º As cessões de empregados de empresa pública ou de sociedade de economia mista, que receba recursos de Tesouro Nacional para o custeio total ou parcial da sua folha de pagamento de pessoal, independem das disposições contidas nos incisos I e II e §§ 1º e 2º deste artigo, ficando o exercício do empregado cedido condicionado a autorização específica do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, exceto nos casos de ocupação de cargo em comissão ou função gratificada. (Incluído pela Lei nº 10.470, de 25.6.2002)
§ 7 ° O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, com a finalidade de promover a composição da força de trabalho dos órgãos e entidades da Administração Pública Federal, poderá determinar a lotação ou o exercício de empregado ou servidor, independentemente da observância do constante no inciso I e nos §§ 1º e 2º deste artigo. (Incluído pela Lei nº 10.470, de 25.6.2002) (Vide Decreto nº 5.375, de 2005)

Petição Inicial - TRT01 - Ação com Pedido de Tutela de Urgência Antecipada, Inaudita Altera Parte - Atord - contra Valec Engenharia Construcoes e Ferrovias

Fls.: 2 NP-1 Cataldi de Almeida e Andr Advogados os Tel. EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DA CAPITAL - RJ , brasileira, divorciada, filha de , Assistente Técnico Administrativo III,…

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL 0002932-27.2020.8.19.0075

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível FLS.1 Apelação Cível nº 0002932-27.2020.8.19.0075 Apelante : Banco Bradesco S.A. Apelada : Bianca de Almeida Batista Relator :…

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL 0014628-64.2020.8.19.0203

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível FLS.1 Apelação Cível nº 0014628-64.2020.8.19.0203 Apelante : Itaú Administradora de Consórcios Ltda. Apelado : Gabriel Sobrinho de…

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL 0008157-38.2020.8.19.0007

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível FLS.1 APELAÇAO CÍVEL N.º 0008157-38.2020.8.19.0007 APELANTE : STELA PEREIRA DE OLIVEIRA APELADO : BANCO BMG S/A RELATOR : DES. HELENO…

Petição Inicial - TJSP - Ação Declaratoria de Direito ao Recebimento do Bonus de Merito - Procedimento do Juizado Especial Cível

_______________________________________________________________________________________ EXCELENTISSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA DA COMARCA DE PIRACAIA ESTADO DE SÃO PAULO Rcl n.

Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe TRE-SE - PROCESSO ADMINISTRATIVO: PA 0600091-70.2022.6.25.0000 CAMPO DO BRITO - SE 060009170

RESOLUÇAO PROCESSO ADMINISTRATIVO (1298) - 0600091-70.2022.6.25.0000 - Campo do Brito - SERGIPE RELATOR: DESEMBARGADOR ROBERTO EUGÊNIO DA FONSECA PORTO REQUERENTE: JUÍZO DA 24a ZONA ELEITORAL DE…

Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe TRE-SE - PROCESSO ADMINISTRATIVO: PA 0600188-70.2022.6.25.0000 ARACAJU - SE 060018870

RESOLUÇAO PROCESSO ADMINISTRATIVO (1298) - 0600188-70.2022.6.25.0000 - Aracaju - SERGIPE RELATOR: DESEMBARGADOR ROBERTO EUGÊNIO DA FONSECA PORTO INTERESSADO: JUÍZO DA 27a ZONA ELEITORAL DE SERGIPE…

Contrarrazões - TRT01 - Ação Alteração / Revogação de Regulamento da Empresa - Rot - contra Valec Engenharia Construcoes e Ferrovias

Fls.: 2 NP-1 Cataldi de Almeida e Advogados Tel. EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 76a VARA DO TRABALHO DA CAPITAL - RJ Processo n° , nos autos da ação ajuizada em face de VALEC ENGENHARIA CONSTRUCOES E…

Contrarrazões - TRT01 - Ação Alteração / Revogação de Regulamento da Empresa - Atord - contra Valec Engenharia Construcoes e Ferrovias

Fls.: 2 NP-1 Cataldi de Almeida e Advogados Tel. EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DA 76a VARA DO TRABALHO DA CAPITAL - RJ Processo n° , nos autos da ação ajuizada em face de VALEC ENGENHARIA CONSTRUCOES E…

Andamento do Processo n. 7000729-04.2022.8.22.0015 - 21/06/2022 do TJRO

Processo 7000729-04.2022.8.22.0015 Classe Procedimento do Juizado Especial Cível Assunto Licença Prêmio Requerente CECILIA DE OLIVEIRA CAVALCANTE ABICHABKI, CPF nº 18325890215, AV. QUINTINO BOCAIÚVA…