Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
19 de novembro de 2018
Parágrafo 3 Artigo 12 da Lei nº 10.559 de 13 de Novembro de 2002

Art. 12, § 3 da Lei 10559/02

Lei nº 10.559 de 13 de Novembro de 2002

Regulamenta o art. 8o do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias e dá outras providências.

Art. 12. Fica criada, no âmbito do Ministério da Justiça, a Comissão de Anistia, com a finalidade de examinar os requerimentos referidos no art. 10 desta Lei e assessorar o respectivo Ministro de Estado em suas decisões.

§ 3o Para os fins desta Lei, a Comissão de Anistia poderá realizar diligências, requerer informações e documentos, ouvir testemunhas e emitir pareceres técnicos com o objetivo de instruir os processos e requerimentos, bem como arbitrar, com base nas provas obtidas, o valor das indenizações previstas nos arts. 4o e 5o nos casos que não for possível identificar o tempo exato de punição do interessado.

Andamento do Processo n. 0175665-65.2017.4.02.5101 - Procedimento Ordinário - 14/09/2018 do TRF-2

ORDINÁRIA/OUT RAS Procedimento Ordinário - Procedimento de Conhecimento - Processo de Conhecimento - Processo Cível e do Trabalho 8 - 0175665-65.2017.4.02.5101 Número antigo: 2017.51.01.175665-0

Pg. 56. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 14/09/2018

Rejeito a preliminar. Quanto à alegação de falta de interesse jurídico do autor, por não ter formalizado requerimento administrativo junto à Comissão de Anistia. No RE no. 631.240, STF, Pleno, Rel.

Pg. 30. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 31/05/2017

Anistia do Ministério da Justiça (cf. TRF4, AC 1371 RS 2006.71.18.001371-9, Rel. CARLOS EDUARDO THOMPSON FLORES LENZ, Terceira Turma, DJe 25/04/07). Ainda mais que, no caso da declaração de

Inteiro Teor. APELAÇÃO CÍVEL: AC 31404020064036102 SP

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO D.E. Publicado em 21/12/2016 APELAÇÃO CÍVEL Nº 0003140-40.2006.4.03.6102/SP 2006.61.02.003140-6/SP RELATOR : Desembargador Federal MARCELO

Inteiro Teor. MANDADO DE SEGURANÇA: MS 22003 DF 2015/0201577-1

Superior Tribunal de Justiça Revista Eletrônica de Jurisprudência   MANDADO DE SEGURANÇA Nº 22.003 - DF (2015⁄0201577-1)   RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES IMPETRANTE : VERA SILVA VIVEIROS

Andamento do Processo n. 2015/0201577-1 - Mandado de Segurança - 08/09/2015 do STJ

(5381) MANDADO DE SEGURANÇA Nº 22.003 - DF (2015/0201577-1) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES IMPETRANTE : VERA SILVA VIVEIROS NOGUEIRA ADVOGADO : AUGUSTA DE RAEFFRAY BARBOSA GHERARDI E OUTRO

Pg. 3155. Superior Tribunal de Justiça STJ de 08/09/2015

para que o Ministro de Estado da Justiça, através da “Comissão de Anistia” proceda ao reparo do valor da prestação mensal e continuada a ser paga à Impetrante, com a observação dos parâmetros

Pg. 2119. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 22/05/2014

Alegam que o direito para requerer indenização por dano moral decorrente de tortura e prisão por motivos políticos é imprescritível e que o dano moral emerge dos próprios fatos. A União, por sua vez,

RECURSO ORD. EM MANDADO DE SEGURANÇA: RMS 28220 DF

RECURSO ORDINÁRIO EM MANDADO DE SEGURANÇA. ANISTIADO POLÍTICO. CONVERSÃO DE APOSENTADORIA EXCEPCIONAL DE ANISTIADO EM REPARAÇÃO ECONÔMICA EM PRESTAÇÃO MENSAL, PERMANENTE E CONTINUADA. COMISSÃO DE ANISTIA: PROCEDÊNCIA. RECURSO ADMINISTRATIVO: NÃO-JULGAMENTO. ALEGADA OMISSÃO DO MINISTRO DA JUSTIÇA NA EDIÇÃO DA PORTARIA D...

Inteiro Teor. AC - Apelação Civel -: AC 200983000133337

PODER JUDICIÁRIO TRF/fls. ____ TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro APELAÇÃO CÍVEL (AC) Nº 493281/PE (2009.83.00.013333-7) APTE : MARIA DE LOURDES

×