Art. 20 da Lei 9961/00

Lei nº 9.961 de 28 de Janeiro de 2000

Cria a Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS e dá outras providências.
Art. 20. A Taxa de Saúde Suplementar será devida:
I - por plano de assistência à saúde, e seu valor será o produto da multiplicação de R$ 2,00 (dois reais) pelo número médio de usuários de cada plano privado de assistência à saúde, deduzido o percentual total de descontos apurado em cada plano, de acordo com as Tabelas I e II do Anexo II desta Lei;
II - por registro de produto, registro de operadora, alteração de dados referente ao produto, alteração de dados referente à operadora, pedido de reajuste de contraprestação pecuniária, conforme os valores constantes da Tabela que constitui o Anexo III desta Lei.
§ 1o Para fins do cálculo do número médio de usuários de cada plano privado de assistência à saúde, previsto no inciso I deste artigo, não serão incluídos os maiores de sessenta anos.
§ 2o Para fins do inciso I deste artigo, a Taxa de Saúde Suplementar será devida anualmente e recolhida até o último dia útil do primeiro decêndio dos meses de março, junho, setembro e dezembro e de acordo com o disposto no regulamento da ANS.
§ 3o Para fins do inciso II deste artigo, a Taxa de Saúde Suplementar será devida quando da protocolização do requerimento e de acordo com o regulamento da ANS.
§ 4o Para fins do inciso II deste artigo, os casos de alteração de dados referentes ao produto ou à operadora que não produzam conseqüências para o consumidor ou o mercado de saúde suplementar, conforme disposto em resolução da Diretoria Colegiada da ANS, poderão fazer jus a isenção ou redução da respectiva Taxa de Saúde Suplementar.
§ 5o Até 31 de dezembro de 2000, os valores estabelecidos no Anexo III desta Lei sofrerão um desconto de 50% (cinqüenta por cento).
§ 6o As operadoras de planos privados de assistência à saúde que se enquadram nos segmentos de autogestão por departamento de recursos humanos, ou de filantropia, ou que tenham número de usuários inferior a vinte mil, ou que despendem, em sua rede própria, mais de sessenta por cento do custo assistencial relativo aos gastos em serviços hospitalares referentes a seus Planos Privados de Assistência à Saúde e que prestam ao menos trinta por cento de sua atividade ao Sistema Único de Saúde - SUS, farão jus a um desconto de trinta por cento sobre o montante calculado na forma do inciso I deste artigo, conforme dispuser a ANS. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.097-36, de 2001) (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 7o As operadoras de planos privados de assistência à saúde que comercializam exclusivamente planos odontológicos farão jus a um desconto de cinqüenta por cento sobre o montante calculado na forma do inciso I deste artigo, conforme dispuser a ANS. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.097-36, de 2001) (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 8o As operadoras com número de usuários inferior a vinte mil poderão optar pelo recolhimento em parcela única no mês de março, fazendo jus a um desconto de cinco por cento sobre o montante calculado na forma do inciso I deste artigo, além dos descontos previstos nos §§ 6o e 7o, conforme dispuser a ANS. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.097-36, de 2001) (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 9o Os valores constantes do Anexo III desta Lei ficam reduzidos em cinqüenta por cento, no caso das empresas com número de usuários inferior a vinte mil. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.097-40, de 2001) (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 10. Para fins do disposto no inciso II deste artigo, os casos de alteração de dados referentes a produtos ou a operadoras, até edição da norma correspondente aos seus registros definitivos, conforme o disposto na Lei no 9.656, de 1998, ficam isentos da respectiva Taxa de Saúde Suplementar. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-43, de 2001) (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 11. Para fins do disposto no inciso I deste artigo, nos casos de alienação compulsória de carteira, as operadoras de planos privados de assistência à saúde adquirentes ficam isentas de pagamento da respectiva Taxa de Saúde Suplementar, relativa aos beneficiários integrantes daquela carteira, pelo prazo de cinco anos. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-43, de 2001) (Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)

Andamento do Processo n. 1.190.601 - Ag.reg. / Recurso Extraordinário / Agravo - 04/06/2020 do STF

AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO (434) 1.190.601 ORIGEM : 00139581220104020000 - TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO PROCED. : RIO DE JANEIRO RELATOR :MIN. GILMAR MENDES AGTE.(S) :…

Página 144 do Supremo Tribunal Federal (STF) de 4 de Junho de 2020

o apelo do INSS seja examinado pelo Tribunal de origem”. Nesse mesmo sentido, a respeito da isenção do porte de remessa e de retorno em relação ao INSS, aponto as seguintes decisões monocráticas: RE…

Página 145 do Supremo Tribunal Federal (STF) de 4 de Junho de 2020

pacificado no sentido de que a Taxa de Saúde Suplementar é matéria de índole infraconstitucional. Alega-se que a Súmula Vinculante 10 não se aplica às decisões prolatadas em momento anterior ao seu…

Andamento do Processo n. 0011301-93.2016.4.03.6100 - Apelação / Remessanecessária - 03/06/2020 do TRF-3

da Taxa de Saúde Suplementar - TSS, prevista no art. 20, inciso I, da Lei 9.961/2000, de forma que não se pode aceitar... a própria base de cálculo da Taxa de Saúde Suplementar-TSS, prevista no a…

Andamento do Processo n. 0003456-43.2017.4.03.6110 - Apelação Cível - 03/06/2020 do TRF-3

da Taxa de Saúde Suplementar - TSS, prevista no art. 20, inciso I, da Lei 9.961/2000, de forma que não se pode aceitar... base de cálculo da Taxa de Saúde Suplementar-TSS, prevista no art. 20, …

Página 1229 da Judicial I - TRF do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) de 3 de Junho de 2020

na forma estabelecida pelo art. 20 da Lei9.961/2000. Sustenta que há perfeita correspondência entre a base de cálculo... por estabelecer a própria base de cálculo da Taxa de Saúde Suplementar-TSS, …

Página 1230 da Judicial I - TRF do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) de 3 de Junho de 2020

da Taxa de Saúde Suplementar - TSS, prevista no art. 20, inciso I, da Lei 9.961/2000, de forma que não se pode aceitar... SUPLEMENTAR . LEI 9.961/2000. BASE DE CÁLCULO. DEFINIÇÃO NA RESOLUÇÃO …

Página 1253 da Judicial I - TRF do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) de 3 de Junho de 2020

que o Poder de Polícia desempenhado pela ANS deve ser remunerado na forma estabelecida pelo art. 20 da Lei9.961/2000...-TSS, prevista no art. 20, inciso I da Lei 9.961/2000, de forma que não se …

Página 1254 da Judicial I - TRF do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) de 3 de Junho de 2020

03.03.2016) "TRIBUTÁRIO. TAXA DE SAÚDE SUPLEMENTAR . LEI 9.961/2000. BASE DE CÁLCULO. DEFINIÇÃO NA RESOLUÇÃO RDC 10... por estabelecer a própria base de cálculo da Taxa de Saúde Suplementar - …

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL : AC 50108594220184047200 SC 5010859-42.2018.4.04.7200

a inexigibilidade da Taxa de Saúde Suplementar/TSS prevista no art. 20 , I , da Lei 9.961 /2000, e determino a extinção... , da Lei 9.961 /2000: Art. 20. A Taxa de Saúde Suplementar será …

Termo ou Assunto relacionado