Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
23 de julho de 2017
Inciso V do Parágrafo 1 do Artigo 47 da Lei nº 9.504 de 30 de Setembro de 1997

Art. 47, § 1, inc. V lei Eleitoral - Lei 9504/97

Lei nº 9.504 de 30 de Setembro de 1997

Estabelece normas para as eleições.

Art. 47. As emissoras de rádio e de televisão e os canais de televisão por assinatura mencionados no art. 57 reservarão, nos trinta e cinco dias anteriores à antevéspera das eleições, horário destinado à divulgação, em rede, da propaganda eleitoral gratuita, na forma estabelecida neste artigo. (Redação dada pela Lei nº 13.165, de 2015)

§ 1º A propaganda será feita:

V - na eleição para Governador de Estado e do Distrito Federal, às segundas, quartas e sextas-feiras: (Redação dada pela Lei nº 13.165, de 2015)

a) das sete horas e quinze minutos às sete horas e vinte e cinco minutos e das doze horas e quinze minutos às doze horas e vinte e cinco minutos, no rádio, nos anos em que a renovação do Senado Federal se der por um terço; (Redação dada pela Lei nº 13.165, de 2015)

b) das treze horas e quinze minutos às treze horas e vinte e cinco minutos e das vinte horas e quarenta e cinco minutos às vinte horas e cinquenta e cinco minutos, na televisão, nos anos em que a renovação do Senado Federal se der por um terço; (Redação dada pela Lei nº 13.165, de 2015)

c) das sete horas e dezesseis minutos às sete horas e vinte e cinco minutos e das doze horas e dezesseis minutos às doze horas e vinte e cinco minutos, no rádio, nos anos em que a renovação do Senado Federal se der por dois terços; (Redação dada pela Lei nº 13.165, de 2015)

d) das treze horas e dezesseis minutos às treze horas e vinte e cinco minutos e das vinte horas e quarenta e seis minutos às vinte horas e cinquenta e cinco minutos, na televisão, nos anos em que a renovação do Senado Federal se der por dois terços; (Redação dada pela Lei nº 13.165, de 2015)

Inteiro Teor. INSTRUÇÃO: INST 60007577 MANAUS - AM

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS VICE-PRESIDÊNCIA E CORREGEDORIA REGIONAL ELEITORAL Gabinete do DESEMBARGADOR JOÃO DE JESUS ABDALA SIMÕES INSTRUÇÃO (11544) nº.

Inteiro Teor. INSTRUÇÃO: INST 60007577 MANAUS - AM

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS INSTRUÇÃO (11544) nº. 0600075-77.2017.6.04.0000 INTERESSADO: JUÍZA DA PROPAGANDA ELEITORAL, TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS Relator:

Pg. 30. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 30/10/2014

Art. 49. Se houver segundo turno, as emissoras de rádio e televisão reservarão, a partir de quarenta e oito horas da proclamação dos resultados do primeiro turno e até a antevéspera da eleição,

Pg. 33. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 30/10/2014

Inexistência de degradação ou ridicularização. Inviabilidade de concessão do direito de resposta. (Rp - Representação nº 274413 - Brasília/DF - Acórdão de 8/9/2010 - Relator(a) Min. JOELSON COSTA

Pg. 15. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 28/10/2014

Por essa razão, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE o pedido para conceder direito de resposta aos Representados, pelo tempo de um minuto, conforme o artigo 58, §3º, III, da Lei 9.504/97, quanto à

Pg. 17. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 28/10/2014

Locução de Eduardo Costa: O Pimenta vai ter que ir lá explicar trezentos mil do mensalão também". Juntamente com este áudio, foi veiculado vídeo da inserção denominada "bens", passando a existir esta

Pg. 24. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 28/10/2014

Art. 47. As emissoras de rádio e de televisão e os canais de televisão por assinatura mencionados no art. 57 reservarão, nos quarenta e cinco dias anteriores à antevéspera das eleições, horário

Pg. 29. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 28/10/2014

Desse modo, não há elementos nos autos que permitam concluir que se trata de divulgação de informação sabidamente inverídica ou, ainda, de afirmação caluniosa, difamatória ou injuriosa. Para a

Pg. 32. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 28/10/2014

Destaque-se que, para a concessão do direito de resposta, o c. Tribunal Superior Eleitoral tem exigido clara mensagem com informação inverídica, caluniosa, difamatória ou injuriosa, o que não se

Pg. 35. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 28/10/2014

A lei assegura direito de resposta a quem tenha sido atingido, seja ele candidato, partido ou coligação, ainda que de forma indireta, por conceito, imagem ou afirmação caluniosa, difamatória,

×