Artigo 1 da Lei nº 9.494 de 10 de Setembro de 1997

Lei nº 9.494 de 10 de Setembro de 1997

Disciplina a aplicação da tutela antecipada contra a Fazenda Pública, altera a Lei nº 7.347, de 24 de julho de 1985, e dá outras providências.
Art. 1º Aplica-se à tutela antecipada prevista nos arts. 273 e 461 do Código de Processo Civil o disposto nos arts. 5º e seu parágrafo único e 7º da Lei nº 4.348, de 26 de junho de 1964, no art. 1º e seu § 4º da Lei nº 5.021, de 9 de junho de 1966, e nos arts. 1º, 3º e 4º da Lei nº 8.437, de 30 de junho de 1992.
Art. 1o-A. Estão dispensadas de depósito prévio, para interposição de recurso, as pessoas jurídicas de direito público federais, estaduais, distritais e municipais. (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
Art. 1o-B. O prazo a que se refere o caput dos arts. 730 do Código de Processo Civil, e 884 da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, passa a ser de trinta dias (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
Art. 1o-C. Prescreverá em cinco anos o direito de obter indenização dos danos causados por agentes de pessoas jurídicas de direito público e de pessoas jurídicas de direito privado prestadoras de serviços públicos. (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
Art. 1o-D. Não serão devidos honorários advocatícios pela Fazenda Pública nas execuções não embargadas. (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
Art. 1o-E. São passíveis de revisão, pelo Presidente do Tribunal, de ofício ou a requerimento das partes, as contas elaboradas para aferir o valor dos precatórios antes de seu pagamento ao credor. (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
Art. 1o-F. Os juros de mora, nas condenações impostas à Fazenda Pública para pagamento de verbas remuneratórias devidas a servidores e empregados públicos, não poderão ultrapassar o percentual de seis por cento ao ano. (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
(Revogado)
Art. 1o-F.
(Revogado)
Nas condenações impostas à Fazenda Pública, independentemente de sua natureza e para fins de atualização monetária, remuneração do capital e compensação da mora, haverá a incidência uma única vez, até o efetivo pagamento, dos índices oficiais de remuneração básica e juros aplicados à caderneta de poupança. (Redação dada pela Lei nº 11.960, de 2009)
(Revogado)
(Vide ADIN 5348)
Art. 1o-F. Os juros de mora, nas condenações impostas à Fazenda Pública para pagamento de verbas remuneratórias devidas a servidores e empregados públicos, não poderão ultrapassar o percentual de seis por cento ao ano. (Incluído pela Medida provisória nº 2.180-35, de 2001)
Henrique Fraga, Procurador e Advogado Público
há 10 meses

As controvérsias sobre os critérios de correção monetária dos débitos fazendários e sua repercussão sobre as execuções e precatórios contra a fazenda pública

1. INTRODUÇÃO A definição dos critérios de correção monetária aplicáveis às condenações judiciais e aos precatórios da Fazenda Pública tem sido objeto de calorosas controvérsias nos últimos anos,…
2
0

Princípio da legalidade na edição de normas administrativas

RESUMO É de maneira clara e objetiva que a previsão constitucional exige o cumprimento da legalidade. Contudo, o que se vê é um aumento de normas superficiais editadas por entidades e organizações…
2
0

Erro Médico: Até Quando Posso Entrar na Justiça?

Infelizmente, os erros médicos não são situações pouco comuns no Brasil. Sejam eles com resultado morte, lesão corporal ou tão somente danos estéticos. Se olharmos os dados apontados em pesquisas, os…
3
0

Prerrogativa das Fazendas Públicas e seus órgãos

A prerrogativa de um procedimento especial para as execuções por quantia certa está inserida no art. 910 do Código de Processo Civil, vejamos: “Na execução fundada em título extrajudicial, a Fazenda…
1
0

Responsabilidade Jurídico-Ambiental no Uso Excedente de Insumos Agrícolas no Brasil

RESPONSABILIDADE JURÍDICO-AMBIENTAL NO USO EXCEDENTEDE INSUMOS AGRÍCOLAS NO BRASIL RESUMO  Apresenta-se, neste presente Trabalho a problemática sobre a proposição matriz, qual seja, “A…
1
0
Thayná Camargo, Advogado
há 3 anos

Policiais Militares: Possibilidade de reembolso dos valores pagos indevidamente a partir de 18/01/2008

Quem está ou esteve em condição de associado na AMAI-Associação de Defesa dos Direitos dos Policiais Militares Ativos, Inativos e Pensionistas, faz jus a percepção da devolução da contribuição do…
2
0
Vinicius Lima, Advogado
há 3 anos

Atualização do crédito trabalhista à luz do acórdão proferido pelo C. STF nos autos da ADC 58 e o histórico jurisprudencial sobre a matéria.

INTRODUÇÃO. A atualização do crédito trabalhista oriundo de processos judiciais é tema dos mais relevantes a ser enfrentado pelos operadores do direito, pois impacta diretamente nos resultados…
4
2

Projeto "Imersão no exame da ordem". Texto 03: "A responsabilidade civil do Estado e de suas concessionárias"

Projeto imersão no exame da ordem. Iniciativa do professor Jorge Henrique Sousa Frota, advogado e CEO da Escola Jorge Frota Professor. Iniciamos no dia 06.01.2021, o projeto “imersão no exame da…
2
0

Projeto "Imersão no exame da ordem". Texto 03: "A responsabilidade civil do Estado e de suas concessionárias"

Projeto imersão no exame da ordem. Iniciativa do professor Jorge Henrique Sousa Frota, advogado e CEO da Escola Jorge Frota Professor. Iniciamos no dia 06.01.2021, o projeto “imersão no exame da…
1
1

PAE - Parcela Autônoma de Equivalência

A PAE - Parcela Autônoma de Equivalência foi instituída após a edição da Resolução nº 85 da Câmara dos Deputados como forma de equivaler as remunerações percebidas pelos membros do Congresso…
2
1