Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
23 de outubro de 2017
Artigo 3 Lc nº 7 de 07 de Setembro de 1970

Art. 3 da Lei de Criacao do Pis - Lc 7/70

Lc nº 7 de 07 de Setembro de 1970

Institui o Programa de Integração Social, e dá outras providências.

Art. 3º - O Fundo de Participação será constituído por duas parcelas:

a) a primeira, mediante dedução do Imposto de Renda devido, na forma estabelecida no § 1º deste artigo, processando-se o seu recolhimento ao Fundo juntamente com o pagamento do Imposto de Renda;

b) a segunda, com recursos próprios da empresa, calculados com base no faturamento, como segue: (Vide Lei Complementar nº 17, de 1973)

1) no exercício de 1971, 0,15%;

2) no exercício de 1972, 0,25%;

3) no exercício de 1973, 0,40%;

4) no exercício de 1974 e subseqüentes, 0,50%.

§ 1º - A dedução a que se refere a alínea a deste artigo será feita sem prejuízo do direito de utilização dos incentivos fiscais previstos na legislação em vigor e calculada com base no valor do Imposto de Renda devido, nas seguintes proporções:

a) no exercício de 1971 -> 2%;

b) no exercício de 1972 - 3%;

c) no exercício de 1973 e subseqüentes - 5%.

§ 2.º - As instituições financeiras, sociedades seguradoras e outras empresas que não realizam operações de vendas de mercadorias participarão do Programa de Integração Social com uma contribuição ao Fundo de Participação de, recursos próprios de valor idêntico do que for apurado na forma do parágrafo anterior.

§ 3º- As empresas a título de incentivos fiscais estejam isentas, ou venham a ser isentadas, do pagamento do Imposto de Renda, contribuirão para o Fundo de Participação, na base de cálculo como se aquele tributo fosse devido, obedecidas as percentagens previstas neste artigo.

§ 4º - As entidades de fins não lucrativos, que tenham empregados assim definidos pela legislação trabalhista, contribuirão para o Fundo na forma da lei.

§ 5º - A Caixa Econômica Federal resolverá os casos omissos, de acordo com os critérios fixados pelo Conselho Monetário Nacional.

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1085941 ES 2017/0084560-7

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.085.941 - ES (2017/0084560-7) RELATOR : MINISTRO SÉRGIO KUKINA AGRAVANTE : ARCELORMITTAL BRASIL S.A ADVOGADOS : LUIZ GUSTAVO ANTÔNIO SILVA BICHARA - RJ112310 ANA CAROLINA GANDRA PIA DE ANDRADE - RJ114499 ISABELA MOURA CAIAFFA E OUTRO(S) - RJ187289 AGRAVADO : FAZENDA NACIONAL DECISAO Trat...

Pg. 291. Judicial I - Capital SP. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

de eventual crédito, pugnando pela denegação da ordem.Por seu turno, a União Federal noticiou a interposição de Agravo de Instrumento emface da r. decisão liminar (fls. 218/228).Aberta oportunidade,

Pg. 649. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

D E S P A C H O Emrazão da não localização dos executados, dê-se vista ao exequente para requerer o que de direito, no prazo de 10 (dez) dias, inclusive para que forneça o endereço atual dos

Pg. 650. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

Em outras palavras, não é cabível o reconhecimento de ilegalidade em momento anterior ao julgamento do STF, de 15/03/2017, do RE 574.706, pois foi nesse momento que houve a efetiva mudança da

Pg. 653. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

Contrato social (id. 3010157). Custas recolhidas (id. 3011799). Éo relatório. Fundamento e Decido. De acordo com o disposto no art. 7°, inciso III da Lei 12.016/2009, exige-se a presença conjunta de

Pg. 654. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

Em outras palavras, não é cabível o reconhecimento de ilegalidade em momento anterior ao julgamento do STF, de 15/03/2017, do RE 574.706, pois foi nesse momento que houve a efetiva mudança da

RECURSO ESPECIAL: REsp 1244014 RJ 2011/0052590-4

RECURSO ESPECIAL Nº 1.244.014 - RJ (2011/0052590-4) RELATOR : MINISTRO SÉRGIO KUKINA RECORRENTE : JP MORGAN CORRETORA DE CÂMBIO E VALORES MOBILIÁRIOS S/A ADVOGADO : LUIZ EDUARDO DE CASTILHO GIROTTO E OUTRO(S) - SP124071 RECORRIDO : FAZENDA NACIONAL ADVOGADO : PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL - PR000000O DECISAO T...

Pg. 943. Caderno Judicial - TRF1. Tribunal Regional Federal da 1ª Região TRF-1 de 19/10/2017

TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL CIVIL. MANDADO DE SEGURANÇA. PRESCRIÇÃO DECENAL. PIS/COFINS. ALARGAMENTO DA BASE DE CÁLCULO. COMPENSAÇÃO APÓS O TRÂNSITO EM JULGADO. 1. Impetrado o presente MS em 19.05.2005,

Pg. 482. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 18/10/2017

Trata-se de mandado de segurança impetrado por Platlog Importação, Logística e Distribuição Ltda. emface do Delegado da Receita Federal do Brasil de Administração Tributária emJundiaí/SP, emque

Pg. 345. Judicial - TRF. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 18/10/2017

regime de incidência não cumulativo. Posteriormente, o Decreto nº 5.442/05, manteve a alíquota zero incidente sobre as receitas financeiras. 6- Acontece que, em 1º de abril de 2015, foi publicado o

×