Artigo 6 Emenda Constitucional nº 41 de 19 de Dezembro de 2003

Emenda Constitucional nº 41 de 19 de Dezembro de 2003

Modifica os arts. 37, 40, 42, 48, 96, 149 e 201 da Constituição Federal, revoga o inciso IX do § 3 do art. 142 da Constituição Federal e dispositivos da Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998, e dá outras providências.
Art. 6º Ressalvado o direito de opção à aposentadoria pelas normas estabelecidas pelo art. 40 da Constituição Federal ou pelas regras estabelecidas pelo art. 2º desta Emenda, o servidor da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, que tenha ingressado no serviço público até a data de publicação desta Emenda poderá aposentar-se com proventos integrais, que corresponderão à totalidade da remuneração do servidor no cargo efetivo em que se der a aposentadoria, na forma da lei, quando, observadas as reduções de idade e tempo de contribuição contidas no § 5º do art. 40 da Constituição Federal, vier a preencher, cumulativamente, as seguintes condições:
I - sessenta anos de idade, se homem, e cinqüenta e cinco anos de idade, se mulher;
II - trinta e cinco anos de contribuição, se homem, e trinta anos de contribuição, se mulher;
III - vinte anos de efetivo exercício no serviço público; e
IV - dez anos de carreira e cinco anos de efetivo exercício no cargo em que se der a aposentadoria.
Parágrafo único. Os proventos das aposentadorias concedidas conforme este artigo serão revistos na mesma proporção e na mesma data, sempre que se modificar a remuneração dos servidores em atividade, na forma da lei, observado o disposto no art. 37, XI, da Constituição Federal.
(Revogado pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005)
Art. 6º-A. O servidor da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquias e fundações, que tenha ingressado no serviço público até a data de publicação desta Emenda Constitucional e que tenha se aposentado ou venha a se aposentar por invalidez permanente, com fundamento no inciso I do § 1º do art. 40 da Constituição Federal, tem direito a proventos de aposentadoria calculados com base na remuneração do cargo efetivo em que se der a aposentadoria, na forma da lei, não sendo aplicáveis as disposições constantes dos §§ 3º, 8º e 17 do art. 40 da Constituição Federal. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 70, de 2012)
Parágrafo único. Aplica-se ao valor dos proventos de aposentadorias concedidas com base no caput o disposto no art. 7º desta Emenda Constitucional, observando-se igual critério de revisão às pensões derivadas dos proventos desses servidores. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 70, de 2012)
Francisco Dsousa, Advogado
há 26 dias

Direito Adquirido. Marco Temporal. 13/11/2019, e não 12/11/2019. Benefícios Previdenciários. EC 103/2019.

DIREITO ADQUIRIDO. MARCO TEMPORAL. 13/11/2019, E NÃO 12/11/2019. Benefícios Previdenciários. EC 103/2019. Por: Francisco DSousa, Advogado. Quem estar prestes a se aposentar, um dia faz muita…
1
0
Francisco Dsousa, Advogado
há 2 meses

Direito Adquirido. Interpretação literal da norma. Marco Temporal. EC 103/2019. Efeitos

DIREITO ADQUIRIDO. INTERPRETAÇÃO LITERAL DA NORMA. MARCO TEMPORAL. EC 103 /2019. EFEITOS Por: Francisco DSousa Quem estar prestes a se aposentar, um dia faz muita diferença. Talvez esse, “um dia” lhe…
1
0

Decisão do TCE Redefine Marco Temporal da Aposentadoria do Servidor Público Paranaense para Regras de Transição Antigas

Decisão do TCE Redefine Marco Temporal da Aposentadoria do Servidor Público Paranaense para Regras de Transição Antigas A aposentadoria e o abono de permanência em Regimes Próprios de Previdência são…
2
0

Qual a diferença entre “data de ingresso no serviço público” e “efetivo exercício no serviço público ”?

As reformas previdenciárias no âmbito do serviço público se deram através de Emendas Constitucionais ao texto original da CF de 1988, e, com as alterações nas regras de aposentadorias, surgiram as…
1
0

Aposentadoria do servidor público da União e do Distrito Federal

A aposentadoria dos servidores públicos federais é regida por um regime de previdência próprio, o RPPS, que, anteriormente a reforma da previdência, era suficientemente diferente do regime aposto aos…
1
0
Francisco Dsousa, Advogado
há 10 meses

Julgamento do Tema1.019 do STF. Paridade e Integralidade. Aposentadoria. Policiais não militares.Modulação. Aposentados

Julgamento do Tema 1.019 do STF. Paridade e Integralidade. Aposentadoria. Policiais não militares. Modulação. Aposentados Francisco Pereira de Sousa, Advogado, pós graduado em Direito Previdenciário,…
3
0

Teses de Repercussão Geral fixadas em 2022 - Parte 2

Olá! Tudo bem pessoal? Como prometido, hoje trago para vocês outras 14 novas teses de repercussão geral fixadas pelo Supremo no ano de 2022. Não viu o texto anterior e quer conhecer as 15 primeiras…
15
2
Tássio Amaral, Advogado
há 2 anos

Paridade: servidor público aposentado ou pensionista, o que você precisa saber.

Quem é servidor público, principalmente, que ingressou na Administração Pública antes de dezembro de 2003, provavelmente já deve ter ouvido falar sobre a paridade funcional. Talvez você seja, filho,…
16
1

Os reflexos da reforma da previdência e da covid-19 na administração pública brasileira

Resumo: A pandemia do coronavírus e a reforma da previdência trouxeram alterações na administração pública brasileira, na forma de prestação do serviço público, no seu regramento, no modo de cálculo…
1
0

Servidor Público tem direito à conversão de tempo especial em comum

Se você é ou foi servidor público e exerceu alguma atividade especial, saiba que você pode converter o tempo especial em comum e diminuir o tempo de contribuição que falta para se aposentar! A…
3
0