Art. 26, § 3 da Lei 9514/97

Lei nº 9.514 de 20 de Novembro de 1997

Dispõe sobre o Sistema de Financiamento Imobiliário, institui a alienação fiduciária de coisa imóvel e dá outras providências.
Art. 26. Vencida e não paga, no todo ou em parte, a dívida e constituído em mora o fiduciante, consolidar-se-á, nos termos deste artigo, a propriedade do imóvel em nome do fiduciário.
§ 3º A intimação far-se-á pessoalmente ao fiduciante, ou ao seu representante legal ou ao procurador regularmente constituído, podendo ser promovida, por solicitação do oficial do Registro de Imóveis, por oficial de Registro de Títulos e Documentos da comarca da situação do imóvel ou do domicílio de quem deva recebê-la, ou pelo correio, com aviso de recebimento.
§ 3o-A. Quando, por duas vezes, o oficial de registro de imóveis ou de registro de títulos e documentos ou o serventuário por eles credenciado houver procurado o intimando em seu domicílio ou residência sem o encontrar, deverá, havendo suspeita motivada de ocultação, intimar qualquer pessoa da família ou, em sua falta, qualquer vizinho de que, no dia útil imediato, retornará ao imóvel, a fim de efetuar a intimação, na hora que designar, aplicando-se subsidiariamente o disposto nos arts. 252, 253 e 254 da Lei no 13.105, de 16 de março de 2015 (Código de Processo Civil). (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)
§ 3o-B. Nos condomínios edilícios ou outras espécies de conjuntos imobiliários com controle de acesso, a intimação de que trata o § 3o-A poderá ser feita ao funcionário da portaria responsável pelo recebimento de correspondência. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)
há 2 anos

Alienação fiduciária

                     Raquel Araújo de Freitas [1]                       Deise Martins da Silva [2] 1. INTRODUÇÃO A satisfação do credor não foi durante todo tempo garantida pelo patrimônio do…

Alienação Fiduciária de Bem Imóvel

A Alienação Fiduciária é modalidade de contrato bilateral, oneroso, acessório e formal em que o devedor transmite ao credor a propriedade resolúvel de um bem para garantir o pagamento de uma…

Alienação fiduciária de bens imóveis

Nome do autor: Rubens Sampaio Carnelós. Graduado em Direito pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo – FDSBC. Pós-graduado em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica…
Karen Dognani, Estudante de Direito
há 4 anos

A Alienação Fiduciária

1- INTRODUÇÃO Estudaremos a seguir a Alienação Fiduciária. Este assunto consiste em um acordo que exige transferência ao credor pelo devedor da propriedade resolúvel e da posse indireta de um bem…
Freitas Júnior, Advogado
há 4 anos

A necessidade de intimação pessoal no procedimento de leilão da lei 9.514/97, segundo o STJ

A lei 9.514 /97 dispõe sobre o Sistema de Financiamento Imobiliário, institui a alienação fiduciária de coisa imóvel e dá outras providências. O artigo 22, da referida lei, traz a definição de…
há 5 anos

Processo Civil: Alienação fiduciária de bens imóveis

1. Proporsição da Ação Conforme o artigo 26 da Lei nº 9.514 /1997, vencida e não paga, em todo ou em parte, a dívida e constituído em mora o fiduciante, consolidar-se-á a propriedade do imóvel em…

A Alienação Fiduciária no Direito Brasileiro

1. Breve histórico acerca da Alienação Fiduciária no Direito Brasileiro Constatou-se o aparecimento da fidúcia no Direito Positivo como instituto de segurança típico, após anos de práticas de…
Termo/Assunto relacionado