Artigo 2 da Lei nº 8.629 de 25 de Fevereiro de 1993

Lei nº 8.629 de 25 de Fevereiro de 1993

Dispõe sobre a regulamentação dos dispositivos constitucionais relativos à reforma agrária, previstos no Capítulo III, Título VII, da Constituição Federal.
Art. 2º A propriedade rural que não cumprir a função social prevista no art. 9º é passível de desapropriação, nos termos desta lei, respeitados os dispositivos constitucionais. (Regulamento)
§ 1º Compete à União desapropriar por interesse social, para fins de reforma agrária, o imóvel rural que não esteja cumprindo sua função social.
§ 2º Para fins deste artigo, fica a União, através do órgão federal competente, autorizada a ingressar no imóvel de propriedade particular, para levantamento de dados e informações, com prévia notificação.
(Revogado)
§ 2o Para os fins deste artigo, fica a União, através do órgão federal competente, autorizada a ingressar no imóvel de propriedade particular para levantamento de dados e informações, mediante prévia comunicação escrita ao proprietário, preposto ou seu representante. (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 3o Na ausência do proprietário, do preposto ou do representante, a comunicação será feita mediante edital, a ser publicado, por três vezes consecutivas, em jornal de grande circulação na capital do Estado de localização do imóvel. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 4o Não será considerada, para os fins desta Lei, qualquer modificação, quanto ao domínio, à dimensão e às condições de uso do imóvel, introduzida ou ocorrida até seis meses após a data da comunicação para levantamento de dados e informações de que tratam os §§ 2o e 3o. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 5o No caso de fiscalização decorrente do exercício de poder de polícia, será dispensada a comunicação de que tratam os §§ 2o e 3o. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 6o O imóvel rural de domínio público ou particular objeto de esbulho possessório ou invasão motivada por conflito agrário ou fundiário de caráter coletivo não será vistoriado, avaliado ou desapropriado nos dois anos seguintes à sua desocupação, ou no dobro desse prazo, em caso de reincidência; e deverá ser apurada a responsabilidade civil e administrativa de quem concorra com qualquer ato omissivo ou comissivo que propicie o descumprimento dessas vedações. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 7o Será excluído do Programa de Reforma Agrária do Governo Federal quem, já estando beneficiado com lote em Projeto de Assentamento, ou sendo pretendente desse benefício na condição de inscrito em processo de cadastramento e seleção de candidatos ao acesso à terra, for efetivamente identificado como participante direto ou indireto em conflito fundiário que se caracterize por invasão ou esbulho de imóvel rural de domínio público ou privado em fase de processo administrativo de vistoria ou avaliação para fins de reforma agrária, ou que esteja sendo objeto de processo judicial de desapropriação em vias de imissão de posse ao ente expropriante; e bem assim quem for efetivamente identificado como participante de invasão de prédio público, de atos de ameaça, seqüestro ou manutenção de servidores públicos e outros cidadãos em cárcere privado, ou de quaisquer outros atos de violência real ou pessoal praticados em tais situações. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 8o A entidade, a organização, a pessoa jurídica, o movimento ou a sociedade de fato que, de qualquer forma, direta ou indiretamente, auxiliar, colaborar, incentivar, incitar, induzir ou participar de invasão de imóveis rurais ou de bens públicos, ou em conflito agrário ou fundiário de caráter coletivo, não receberá, a qualquer título, recursos públicos. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
§ 9o Se, na hipótese do § 8o, a transferência ou repasse dos recursos públicos já tiverem sido autorizados, assistirá ao Poder Público o direito de retenção, bem assim o de rescisão do contrato, convênio ou instrumento similar. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
Art. 2o-A. Na hipótese de fraude ou simulação de esbulho ou invasão, por parte do proprietário ou legítimo possuidor do imóvel, para os fins dos §§ 6o e 7o do art. 2o, o órgão executor do Programa Nacional de Reforma Agrária aplicará pena administrativa de R$ 55.000,00 (cinqüenta e cinco mil reais) a R$ 535.000,00 (quinhentos e trinta e cinco mil reais) e o cancelamento do cadastro do imóvel no Sistema Nacional de Cadastro Rural, sem prejuízo das demais sanções penais e civis cabíveis. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)
Parágrafo único. Os valores a que se refere este artigo serão atualizados, a partir de maio de 2000, no dia 1o de janeiro de cada ano, com base na variação acumulada do Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna - IGP-DI, da Fundação Getúlio Vargas, no respectivo período. (Incluído pela Medida Provisória nº 2.183-56, de 2001)

Intimação - Procedimento Comum Cível - 0001715-31.2021.8.16.0031 - Disponibilizado em 23/05/2022 - TJPR

NÚMERO ÚNICO: 0001715-31.2021.8.16.0031 POLO ATIVO COPEL DISTRIBUIçãO S.A. POLO PASSIVO ALESSANDRA ZAWADZKI PFANN EVELYN LIMPER PFANN GERSON LUIZ DENARDI JOSEF PFANN FILHO ROBERTO PFANN ROSALYE PFANN…

Petição Inicial - TRF01 - Ação Ass:Proposta de Desapropriação do Imóvel Rural Denominado Fazenda Boa - Mandado de Segurança Cível - contra Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra

REF.: PROCIINCRA/SR-04/GO/N!l2l66/97 ASS.: Proposta de Desapropriação "Fazenda Fortaleza-Rio Preto da Cachoeira e Paraíso" Senhor DFD, Após conferência dos autos, sugerimos o encaminhamento do…

Andamento do Processo n. 0328575-30.2014.8.09.0065 - Processo Cível e do Trabalho / Sentença Extinto o Processo com Resolução de - 20/05/2022 do TJGO

INTIMAÇÃO EFETIVADA REF. À MOV. Sentença Extinto o Processo com Resolução de Mérito - Data da Movimentação 17/05/2022 14:57:27 LOCAL : GOIÁS - VARA CÍVEL NR.PROCESSO : 0328575-30.2014.8.09.0065…

Página 11327 da SUPLEMENTO_SECAO_III_A do Diário de Justiça do Estado de Goiás (DJGO) de 20 de Maio de 2022

na posse de João Maria Berquó e não tem benfeitorias a serem indenizadas.” Por meio do PARECER/SR(04)/PFE/N°) 5/2008 , item 8, trazido também no ev. 176, foi destacado pelo INCRA que: “ No que tange…

Supremo Tribunal Federal STF - EMB.DECL. NA AÇÃO RESCISÓRIA: AR 2150 DF 0005846-94.2009.1.00.0000

Supremo Tribunal Federal EMB.DECL. NA AÇAO RESCISÓRIA 2.150 DISTRITO FEDERAL RELATOR : MIN. EDSON FACHIN EMBTE.(S) : UNIAO ADV.(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIAO EMBDO.(A/S) : MARIA JOSÉ BATISTA VERAS…

Supremo Tribunal Federal STF - EMB.DECL. NA AÇÃO RESCISÓRIA: AR 2150 DF 0005846-94.2009.1.00.0000

Decisão: Trata-se de embargos de declaração opostos pela União em face de decisão monocrática em julguei improcedente a ação rescisória, nos seguintes termos: “Trata-se de ação rescisória proposta …

Página 66 do Supremo Tribunal Federal (STF) de 17 de Maio de 2022

7. O conceito de imóvel rural do art. 4º, I, do Estatuto da Terra, contempla a unidade da exploração econômica do prédio rústico, distanciando-se da noção de propriedade rural. Precedente [ MS n.

Página 67 do Supremo Tribunal Federal (STF) de 17 de Maio de 2022

somados e dividida a soma pela área total da propriedade.” 16. O art. 24 do Decreto n. 55.891/65, por sua vez, disciplinando a correta elaboração dos cálculos, confirma esse mesmo entendimento: “Art…

Petição Inicial - TRF01 - Ação Anulatória de Ato Administrativo de Desaproprição com Pedido de Antecipação de Tutela - Desapropriação Imóvel Rural por Interesse Social - de Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) FEDERAL DA 7a VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA BAHIA. Distribuído por dependência ao processo n° , brasileiro, casado, inscrito no CPF sob o…

Petição Inicial - TRF01 - Ação Desapropriação por Interesse Social para Reforma Agrária - Desapropriação Imóvel Rural por Interesse Social - de Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - Incra

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) FEDERAL DA 7a VARA FEDERAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA BAHIA. processo n° 1005591-85.2019.4.01.3300 , e , devidamente qualificados nos autos do…

Termo ou Assunto relacionado