Artigo 30 da Lei nº 9.656 de 03 de Junho de 1998

Lei nº 9.656 de 03 de Junho de 1998

Dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde.
Art. 30. Ao consumidor que contribuir para produtos de que tratam o inciso I e o § 1o do art. 1o desta Lei, em decorrência de vínculo empregatício, no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma o seu pagamento integral. (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 1o O período de manutenção da condição de beneficiário a que se refere o caput será de um terço do tempo de permanência no plano ou seguro, ou sucessor, com um mínimo assegurado de seis meses e um máximo de vinte e quatro meses.
(Revogado)
(Vide Medida Provisória nº 1.801-11, de 1999)
(Revogado)
§ 1o O período de manutenção da condição de beneficiário a que se refere o caput será de um terço do tempo de permanência nos produtos de que tratam o inciso I e o § 1o do art. 1o, ou sucessores, com um mínimo assegurado de seis meses e um máximo de vinte e quatro meses. (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 2o A manutenção de que trata este artigo é extensiva, obrigatoriamente, a todo o grupo familiar inscrito quando da vigência do contrato de trabalho.
§ 3o Em caso de morte do titular, o direito de permanência é assegurado aos dependentes cobertos pelo plano ou seguro privado coletivo de assistência à saúde, nos termos do disposto neste artigo.
§ 4o O direito assegurado neste artigo não exclui vantagens obtidas pelos empregados decorrentes de negociações coletivas de trabalho.
§ 5o A condição prevista no caput deste artigo deixará de existir quando da admissão do consumidor titular em novo emprego.
(Vide Medida Provisória nº 1.665, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 6o Nos planos coletivos custeados integralmente pela empresa, não é considerada contribuição a co-participação do consumidor, única e exclusivamente, em procedimentos, como fator de moderação, na utilização dos serviços de assistência médica ou hospitalar.
(Vide Medida Provisória nº 1.685-5, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)

Petição - Ação Planos de Saúde

MM. JUÍZO DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE PORTO REAL– RJ P ROCESSO No , já qualificada nos autos da ação indenizatória que lhe promove , pelos fatos e fundamentos que passa a aduzir, vem à…

Contrarrazões - Ação Planos de Saúde contra Construtora Colares Linhares

EXMO. EXMO. DR. DES. 3o VICE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO GRERJ -03 P ROCESSO No NOTRE DAME INTERMÉDICA SAÚDE S/A , sociedade empresaria, constituída sob a forma de sociedade…

Petição - Ação Antecipação de Tutela / Tutela Específica

MM. JUÍZO DE DIREITO DE DIREITO DA 2a VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL REGIONAL ILHA DO GOVERNADOR – RJ P ROCESSO No , já qualificada na ação indenizatória que lhe promove , vem respeitosamente à…

Contrarrazões - Ação Planos de Saúde

MM. JUÍZO DE DIREITO DA 5a VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL REGIONAL CAMPO GRANDE | RJ GRERJ: -73 P ROCESSO No NOTRE DAME INTERMÉDICA SAÚDE S/A , empresaria, constituída sob a forma de anônima,…

Contrarrazões - Ação Planos de Saúde

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO CARTÓRIO DA 5' VARA CÍVEL DA COMARCA DE NOVA IGUAÇU — ESTADO DO RIO DE JANEIRO GRERJ N.° -05 i] Autos n.° NOTREDAME INTERMÉDICA SAÚDE S/A, (antes…

Petição - Ação Planos de Saúde

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO CARTÓRIO DA 5 - VARA CÍVEL DA COMARCA DE NOVA IGUAÇU — ESTADO DO RIO DE JANEIRO. CJ 6~ C~ O O~ N H N N N N N rl M N V4 4Z YI h ti I, \- J Q Y7 ti w M n…

Contrarrazões - Ação Planos de Saúde

EXMO. SR. DR. DES. RELATOR FERDINALDO NASCIMENTO DA 19a CAMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO P ROCESSO No NOTRE DAME INTERMÉDICA SAÚDE S/A , sociedade empresaria, constituída sob a…

Contrarrazões - Ação Planos de Saúde

EXMO. EXMO. DR. DES. 3o VICE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO GRERJ : -77 P ROCESSO No NOTRE DAME INTERMÉDICA SAÚDE S/A , sociedade empresaria, constituída sob a forma de sociedade…

Recurso - Ação Planos de Saúde

Registro: 2017. ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação no , da Comarca de São Paulo, em que é apelante (JUSTIÇA GRATUITA), são apelados GP - GUARDA PATRIMONIAL DE SÃO PAULO…

Contrarrazões - Ação Devolução

MM. JUÍZO DE DIREITO DA XV JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL REGIONAL MADUREIRA – RJ GRERJ Eletrônica No: -54 P ROCESSO No NOTRE DAME INTERMÉDICA SAÚDE S/A , sociedade empresária,…