Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
17 de outubro de 2017
Artigo 19 da Lei nº 7.998 de 11 de Janeiro de 1990

Art. 19 da Lei de Criacao do Fundo de Amparo ao Trabalhador - Lei 7998/90

Lei nº 7.998 de 11 de Janeiro de 1990

Regula o Programa do Seguro-Desemprego, o Abono Salarial, institui o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), e dá outras providências.

Art. 19. Compete ao Codefat gerir o FAT e deliberar sobre as seguintes matérias:

I - (Vetado).

II - aprovar e acompanhar a execução do Plano de Trabalho Anual do Programa do Seguro-Desemprego e do abono salarial e os respectivos orçamentos;

III - deliberar sobre a prestação de conta e os relatórios de execução orçamentária e financeira do FAT;

IV - elaborar a proposta orçamentária do FAT, bem como suas alterações;

V - propor o aperfeiçoamento da legislação relativa ao seguro-desemprego e ao abono salarial e regulamentar os dispositivos desta Lei no âmbito de sua competência;

VI - decidir sobre sua própria organização, elaborando seu regimento interno;

VII - analisar relatórios do agente aplicador quanto à forma, prazo e natureza dos investimentos realizados;

VIII - fiscalizar a administração do fundo, podendo solicitar informações sobre contratos celebrados ou em vias de celebração e quaisquer outros atos;

IX - definir indexadores sucedâneos no caso de extinção ou alteração daqueles referidos nesta Lei;

X - baixar instruções necessárias à devolução de parcelas do benefício do seguro-desemprego, indevidamente recebidas;

XI - propor alteração das alíquotas referentes às contribuições a que alude o art. 239 da Constituição Federal, com vistas a assegurar a viabilidade econômico-financeira do FAT;

XII - (Vetado);

XIII - (Vetado);

XIV - fixar prazos para processamento e envio ao trabalhador da requisição do benefício do seguro-desemprego, em função das possibilidades técnicas existentes, estabelecendo-se como objetivo o prazo de 30 (trinta) dias;

XV - (Vetado);

XIV - (Vetado);

XVII - deliberar sobre outros assuntos de interesses do FAT.

Art. 19-A. O Codefat poderá priorizar projetos das entidades integrantes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) desde que: (Incluído pela Lei nº 12.594, de 2012) (Vide)

I - o ente federado de vinculação da entidade que solicita o recurso possua o respectivo Plano de Atendimento Socioeducativo aprovado; (Incluído pela Lei nº 12.594, de 2012) (Vide)

II - as entidades governamentais e não governamentais integrantes do Sinase que solicitem recursos tenham se submetido à avaliação nacional do atendimento socioeducativo. (Incluído pela Lei nº 12.594, de 2012) (Vide)

Pg. 2094. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 17/10/2017

JOSÉ CARLOS ZEBULUM Juiz Federal Titular Titular JUIZADO/CÍVEL Procedimento do Juizado Especial Cível - Procedimento de Conhecimento - Processo de Conhecimento - Processo Cível e do Trabalho 1 -

Pg. 79. Caderno Judicial - SJBA. Tribunal Regional Federal da 1ª Região TRF-1 de 11/10/2017

PODER JUDICIARIO JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA BAHIA 15ª Vara JEF - SALVADOR Juiz(a) Federal : Dra CLÁUDIA DA COSTA TOURINHO SCARPA Diretor do Foro Diretor(a) da : MANUELA

Pg. 2976. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 11/10/2017

Vale lembrar que, nos termos do art. 373, inciso I, do Novo Código de Processo Civil, incumbe ao autor a comprovação dos fatos constitutivos do seu direito, o que não ocorreu na espécie. Destarte,

Pg. 525. Judiciário. Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região TRT-22 de 11/10/2017

- SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDUSTRIAS DA CONSTRUCAO DE ESTRADAS, PAVIMENTACAO E OBRAS DE TERRAPLENAGEM EM GERAL NO ESTADO DO PIAUI div {font-family: Arial, Helvetica, sans-serif;} PODER

Pg. 212. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 10/10/2017

Regularmente citada, a CEF apresentou contestação alegando, preliminarmente, a sua ilegitimidade passiva no que tange ao pedido de liberação de seguro-desemprego, bem como a falta de interesse de

Pg. 53. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 04/10/2017

FUNCIONAL PROGRAMÁTICA PROGRAMA/AÇÃO/LOCALIZADOR/PRODUTO E S F G N D R P M O D I U F T E VA L O R 2108 Programa de Gestão e Manutenção do Ministério da Defesa Atividades 124.688.241 05 122 05 122

RECURSO ESPECIAL: REsp 1369800 PE 2013/0066885-0

RECURSO ESPECIAL Nº 1.369.800 - PE (2013/0066885-0) RELATOR : MINISTRO RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA RECORRENTE : ALEXANDRE SACRAMENTO MARIZ ADVOGADO : MANUEL DE FREITAS CAVALCANTE JÚNIOR E OUTRO(S) - PE022278 RECORRIDO : UNIAO E OUTRO DECISAO Trata-se de recurso especial interposto por ALEXANDRE SACRAMENTO MARIZ , fundame...

Andamento do Processo n. 2013/0066885-0 - Recurso Especial - 03/10/2017 do STJ

(4502) RECURSO ESPECIAL Nº 1.369.800 - PE (2013/0066885-0) RELATOR : MINISTRO RICARDO VILLAS BÔAS CUEVA RECORRENTE : ALEXANDRE SACRAMENTO MARIZ ADVOGADO : MANUEL DE FREITAS CAVALCANTE JÚNIOR E OUTRO

Pg. 5029. Superior Tribunal de Justiça STJ de 03/10/2017

RECORRIDO : UNIÃO E OUTRO DECISÃO Trata-se de recurso especial interposto por ALEXANDRE SACRAMENTO MARIZ , fundamentado no art. 105, inciso III, alíneas "a" e "c", da Constituição Federal, impugnando

Pg. 5030. Superior Tribunal de Justiça STJ de 03/10/2017

Recurso respondido e admitido. É o relatório. DECIDO. A irresignação não merece prosperar. Inicialmente, compete ao Superior Tribunal de Justiça, em sede de recurso especial, a análise da

×