Artigo 17 da Lei nº 9.656 de 03 de Junho de 1998

Lei nº 9.656 de 03 de Junho de 1998

Dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde.
Art. 17. A inclusão de qualquer prestador de serviço de saúde como contratado, referenciado ou credenciado dos produtos de que tratam o inciso I e o § 1o do art. 1o desta Lei implica compromisso com os consumidores quanto à sua manutenção ao longo da vigência dos contratos, permitindo-se sua substituição, desde que seja por outro prestador equivalente e mediante comunicação aos consumidores com 30 (trinta) dias de antecedência. (Redação dada pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 1o É facultada a substituição do contratado ou credenciado a que se refere o caput, desde que por outro equivalente e mediante comunicação aos consumidores com trinta dias de antecedência (Vide Medida Provisória nº 1.665, de 1998)
(Revogado)
.
(Revogado)
§ 1o É facultada a substituição de entidade hospitalar, a que se refere o caput deste artigo, desde que por outro equivalente e mediante comunicação aos consumidores e à ANS com trinta dias de antecedência, ressalvados desse prazo mínimo os casos decorrentes de rescisão por fraude ou infração das normas sanitárias e fiscais em vigor. (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 2o Na hipótese de a substituição a que se refere o parágrafo anterior ocorrer durante internação do consumidor, o estabelecimento obriga-se a mantê-lo internado e a operadora obriga-se ao pagamento das despesas até a alta hospitalar, a critério médico, na forma do contrato.
(Revogado)
(Vide Medida Provisória nº 1.665, de 1998)
(Revogado)
§ 2o Na hipótese de a substituição do estabelecimento hospitalar a que se refere o § 1o ocorrer por vontade da operadora durante período de internação do consumidor, o estabelecimento obriga-se a manter a internação e a operadora, a pagar as despesas até a alta hospitalar, a critério médico, na forma do contrato. (Redação dada pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 3o Excetuam-se do previsto no § 2o os casos de substituição do estabelecimento hospitalar por infração às normas sanitárias em vigor, durante período de internação, quando a operadora arcará com a responsabilidade pela transferência imediata para outro estabelecimento equivalente, garantindo a continuação da assistência, sem ônus adicional para o consumidor.
(Vide Medida Provisória nº 1.665, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
§ 4o Em caso de redimensionamento da rede hospitalar por redução, as empresas deverão solicitar à ANS autorização expressa para tanto, informando:
(Vide Medida Provisória nº 1.685-5, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
I - nome da entidade a ser excluída;
(Vide Medida Provisória nº 1.685-5, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
II - capacidade operacional a ser reduzida com a exclusão;
(Vide Medida Provisória nº 1.685-5, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
III - impacto sobre a massa assistida, a partir de parâmetros definidos pela ANS, correlacionando a necessidade de leitos e a capacidade operacional restante; e (Vide Medida Provisória nº 1.685-5, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
IV - justificativa para a decisão, observando a obrigatoriedade de manter cobertura com padrões de qualidade equivalente e sem ônus adicional para o consumidor.
(Vide Medida Provisória nº 1.685-5, de 1998)
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 2.177-44, de 2001)
Art. 17-A. As condições de prestação de serviços de atenção à saúde no âmbito dos planos privados de assistência à saúde por pessoas físicas ou jurídicas, independentemente de sua qualificação como contratadas, referenciadas ou credenciadas, serão reguladas por contrato escrito, estipulado entre a operadora do plano e o prestador de serviço. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 1o São alcançados pelas disposições do caput os profissionais de saúde em prática liberal privada, na qualidade de pessoa física, e os estabelecimentos de saúde, na qualidade de pessoa jurídica, que prestem ou venham a prestar os serviços de assistência à saúde a que aludem os arts. 1o e 35-F desta Lei, no âmbito de planos privados de assistência à saúde. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 2o O contrato de que trata o caput deve estabelecer com clareza as condições para a sua execução, expressas em cláusulas que definam direitos, obrigações e responsabilidades das partes, incluídas, obrigatoriamente, as que determinem: (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
I - o objeto e a natureza do contrato, com descrição de todos os serviços contratados; (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
II - a definição dos valores dos serviços contratados, dos critérios, da forma e da periodicidade do seu reajuste e dos prazos e procedimentos para faturamento e pagamento dos serviços prestados; (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
III - a identificação dos atos, eventos e procedimentos médico-assistenciais que necessitem de autorização administrativa da operadora; (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
IV - a vigência do contrato e os critérios e procedimentos para prorrogação, renovação e rescisão; (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
V - as penalidades pelo não cumprimento das obrigações estabelecidas. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 3o A periodicidade do reajuste de que trata o inciso II do § 2o deste artigo será anual e realizada no prazo improrrogável de 90 (noventa) dias, contado do início de cada ano-calendário. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 4o Na hipótese de vencido o prazo previsto no § 3o deste artigo, a Agência Nacional de Saúde Suplementar - ANS, quando for o caso, definirá o índice de reajuste. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 5o A ANS poderá constituir, na forma da legislação vigente, câmara técnica com representação proporcional das partes envolvidas para o adequado cumprimento desta Lei. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)
§ 6o A ANS publicará normas regulamentares sobre o disposto neste artigo. (Incluído pela Lei nº 13.003, de 2014)

Página 148 do Diário de Justiça do Estado do Pará (DJPA) de 28 de Setembro de 2020

Épatente o entendimento deste Tribunal de que as relações estabelecidas entre as instituições de prestadoras de serviço de assistência à saúde e seus clientes se regem pelas regras especiais que…

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível : AC 1019192-98.2019.8.26.0562 SP 1019192-98.2019.8.26.0562

o disposto no art. 17, da Lei 9656/98. Comunicação prévia ao consumidor e substituição por prestador equivalente não... descredenciado. A Lei 9656/98 autoriza que os planos de saúde alterem a rede …

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível : AC 1009480-83.2017.8.26.0100 SP 1009480-83.2017.8.26.0100

UNIMED RIO. REQUERIDA QUE SE COMPROMETERA À OBSERVÂNCIA DO DISPOSTO NO ARTIGO 17 DA LEI 9656/98. AUSÊNCIA DE NOTIFICAÇÃO.../2020 - 25/9/2020 Vito Guglielmi PLANO DE SAÚDE. AÇÃO COMINATÓRIA CUMULADA …

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Apelação Cível : AC 1019192-98.2019.8.26.0562 SP 1019192-98.2019.8.26.0562

descredenciada. Sentença de procedência. Alteração da rede credenciada deve observar o disposto no art. 17, da Lei 9656.../2020 - 25/9/2020 Edson Luiz de Queiróz Apelação cível. Plano de saúde. …

Andamento do Processo n. 5468415-58.2020.8.09.0000 - Agravo de Instrumento - 25/09/2020 do TJGO

a regra do artigo 17 da Lei 9.656/98, que garante a continuidade do padrão de atendimento médico e a prévia notificação.... Infere-se dos autos que a autora propôs a ação originária, alegando ser …

Andamento do Processo n. 1385975 - Agint no Recurso Especial - 25/09/2020 do STJ

antes do advento da Lei Complementar n° 116/2003. 4) O art. 20, §4°, do CPC, ao estabelecer que os honorários devem ser fixados... violação do art. 22 da Lei n. 11.101/1995. Sustenta, em síntese, …

Página 1012 da Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte I do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 25 de Setembro de 2020

local em que reside, ou seja, em Altinópolis. Com efeito, o art. 17 da Lei9.656/98 dispõe que a inclusão.../187, por força do que dispõe o art. 721 das N.S.C.G.J., e artigo 1030, I, “a”, do …

Página 1033 da Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte I do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 25 de Setembro de 2020

das mesmas qualidades da anterior, conforme determina o art. 17 da L. 9.656/98. Reembolso deve ser integral, tomando por base...; Foro de Araraquara 3ª Vara Cível; Data do Julgamento: 11/03/2020; …

Página 2558 da Judicial - 1ª Instância - Interior - Parte I do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 25 de Setembro de 2020

. Isso porque, nos termos do art. 17, § 1º, da Lei 9.656/1998, É facultada a substituição de entidade hospitalar... que, a princípio, a requerida cumpriu ao quanto determinado no § 1º do art. 17

Página 3423 da Seção I do Diário de Justiça do Estado de Goiás (DJGO) de 25 de Setembro de 2020

, por versar por tratamento cirúrgico bilateral, e não mera consulta, deve ser observada a regra do artigo 17 da Lei... que a acompanhava, que ele havia sido descredenciado do plano de saúde, sem …