Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
26 de abril de 2017
Artigo 48 da Lei nº 8.213 de 24 de Julho de 1991

Art. 48 da Lei de Benefícios da Previdência Social - Lei 8213/91

LBPS - Lei nº 8.213 de 24 de Julho de 1991

Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências.

Subseção II

Da Aposentadoria por Idade

Art. 48. A aposentadoria por idade será devida ao segurado que, cumprida a carência exigida nesta Lei, completar 65 (sessenta e cinco) anos de idade, se homem, e 60 (sessenta), se mulher. (Redação dada pela Lei nº 9.032, de 1995)

§ 1o Os limites fixados no caput são reduzidos para sessenta e cinqüenta e cinco anos no caso de trabalhadores rurais, respectivamente homens e mulheres, referidos na alínea a do inciso I, na alínea g do inciso V e nos incisos VI e VII do art. 11. (Redação Dada pela Lei nº 9.876, de 26.11.99)

§ 2o Para os efeitos do disposto no § 1o deste artigo, o trabalhador rural deve comprovar o efetivo exercício de atividade rural, ainda que de forma descontínua, no período imediatamente anterior ao requerimento do benefício, por tempo igual ao número de meses de contribuição correspondente à carência do benefício pretendido, computado o período a que se referem os incisos III a VIII do § 9o do art. 11 desta Lei. (Redação dada pela Lei nº 11,718, de 2008)

§ 3o Os trabalhadores rurais de que trata o § 1o deste artigo que não atendam ao disposto no § 2o deste artigo, mas que satisfaçam essa condição, se forem considerados períodos de contribuição sob outras categorias do segurado, farão jus ao benefício ao completarem 65 (sessenta e cinco) anos de idade, se homem, e 60 (sessenta) anos, se mulher. (Incluído pela Lei nº 11,718, de 2008)

§ 4o Para efeito do § 3o deste artigo, o cálculo da renda mensal do benefício será apurado de acordo com o disposto no inciso II do caput do art. 29 desta Lei, considerando-se como salário-de-contribuição mensal do período como segurado especial o limite mínimo de salário-de-contribuição da Previdência Social. (Incluído pela Lei nº 11,718, de 2008)

RECURSO ESPECIAL: REsp 1368860 RS 2013/0042888-3

RECURSO ESPECIAL Nº 1.368.860 - RS (2013/0042888-3) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO RECORRENTE : VILMA COELHO CANEZ ADVOGADO : JANICE K HERTER MARQUES E OUTRO(S) - RS054318 RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL PROCURADOR : PROCURADORIA-GERAL FEDERAL - PGF - PR000000F DECISÃO PREVIDENCIÁRIO. RECU...

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1077207 SP 2017/0070082-6

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.077.207 - SP (2017/0070082-6) RELATOR : MINISTRO SÉRGIO KUKINA AGRAVANTE : MARIA ELVIRA LEGNARO CARDOSO ADVOGADO : CHRISTIANO BELOTO MAGALHÃES DE ANDRADE E OUTRO(S) - SP199786 AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DECISÃO Trata-se de agravo manejado por Maria Elvira Legnaro Card...

APELAÇÃO/REMESSA NECESSÁRIA: APELREEX 35992320124036105 SP

do art 48 da Lei 8.213 /91 destina-se ao trabalhador rural. II- Tratando-se de comprovação de tempo de serviço, é...- Preenchidos, in casu, os requisitos previstos no art. 48, da Lei de Benefícios, há de ser concedida a aposentadoria... e urbana, devendo, no entanto, haver predominância de labor rural, tendo em vis...

APELAÇÃO CÍVEL: AC 40737320174039999 SP

de carência, nos termos do § 2º , do artigo 55 , da Lei 8.213 /91. - A autora se dedica exclusivamente às lides urbanas... de aposentadoria. - Não se justifica a aplicação do disposto nos art. 48 , § 3º e § 4º , da Lei 8213 /1991, sendo inviável... de serviço comprovado nos autos e o art. 142 da Lei 8.213 /91, t...

APELAÇÃO CÍVEL: AC 35619020174039999 SP

PREVIDENCIÁRIO. APOSENTADORIA POR IDADE. TRABALHADORA RURAL. NÃO COMPROVAÇÃO DO TEMPO DE ATIVIDADE RURAL NO PERÍODO IMEDIATAMENTE ANTERIOR À AQUISIÇÃO DA IDADE. (RESP 1.354.908). REQUISITOS NÃO SATISFEITOS. BENEFÍCIO INDEVIDO. - A Lei nº 8.213/91, em seus artigos 39, inciso I, 48, 142 e 143, estabelece os requisitos ne...

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1077269 SP 2017/0069968-8

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.077.269 - SP (2017/0069968-8) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES AGRAVANTE : ROSA CANDIDA DOS SANTOS ADVOGADOS : ANTÔNIO MÁRIO DE TOLEDO - SP047319 ANALEIDA BARBOSA MACHADO NUNES E OUTRO(S) - SP197008 AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL PROCESSUAL CIVIL E PREVIDENCIÁRIO...

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1077143 SP 2017/0069991-8

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.077.143 - SP (2017/0069991-8) RELATOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES AGRAVANTE : MARIA APARECIDA DA SILVA ADVOGADO : ADEMAR PINHEIRO SANCHES - SP036930 AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL PROCESSUAL CIVIL E PREVIDENCIÁRIO. AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. ENUNCIADO ADMINISTRATIV...

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1077266 SP 2017/0070163-4

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.077.266 - SP (2017/0070163-4) RELATOR : MINISTRO SÉRGIO KUKINA AGRAVANTE : OLEZIA PEREIRA DE CAMARGO ADVOGADO : NIVALDO BENEDITO SBRAGIA E OUTRO(S) - SP155281 AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DECISÃO Trata-se de agravo manejado por OLEZIA PEREIRA DE CAMARGO, contra decisão ...

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1073138 SP 2017/0063710-9

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.073.138 - SP (2017/0063710-9) RELATOR : MINISTRO SÉRGIO KUKINA AGRAVANTE : MARIA ALVES DOS SANTOS ADVOGADO : ADEMAR PINHEIRO SANCHES - SP036930 AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DECISÃO Trata-se de agravo manejado por MARIA ALVES DOS SANTOS, contra decisão que não admitiu re...

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1073141 SP 2017/0063714-6

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.073.141 - SP (2017/0063714-6) RELATOR : MINISTRO SÉRGIO KUKINA AGRAVANTE : MARINA PERES FERRER ADVOGADO : CHRISTIANO BELOTO MAGALHÃES DE ANDRADE - SP199786 AGRAVADO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DECISÃO Trata-se de agravo manejado por Marina Peres Ferrer contra decisão que não ad...

×