Artigo 10 da Lei nº 7.102 de 20 de Junho de 1983

Lei nº 7.102 de 20 de Junho de 1983

Dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros, estabelece normas para constituição e funcionamento das empresas particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores, e dá outras providências.
Art. 10. São considerados como segurança privada as atividades desenvolvidas em prestação de serviços com a finalidade de: (Redação dada pela Lei nº 8.863, de 1994)
I - proceder à vigilância patrimonial das instituições financeiras e de outros estabelecimentos, públicos ou privados, bem como a segurança de pessoas físicas; (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
II - realizar o transporte de valores ou garantir o transporte de qualquer outro tipo de carga. (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
§ 1º Os serviços de vigilância e de transporte de valores poderão ser executados por uma mesma empresa. (Renumerado do parágrafo único pela Lei nº 8.863, de 1994)
§ 2º As empresas especializadas em prestação de serviços de segurança, vigilância e transporte de valores, constituídas sob a forma de empresas privadas, além das hipóteses previstas nos incisos do caput deste artigo, poderão se prestar ao exercício das atividades de segurança privada a pessoas; a estabelecimentos comerciais, industriais, de prestação de serviços e residências; a entidades sem fins lucrativos; e órgãos e empresas públicas. (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
§ 3º Serão regidas por esta lei, pelos regulamentos dela decorrentes e pelas disposições da legislação civil, comercial, trabalhista, previdenciária e penal, as empresas definidas no parágrafo anterior. (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
§ 4º As empresas que tenham objeto econômico diverso da vigilância ostensiva e do transporte de valores, que utilizem pessoal de quadro funcional próprio, para execução dessas atividades, ficam obrigadas ao cumprimento do disposto nesta lei e demais legislações pertinentes. (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
§ 5º (Vetado). (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)
§ 6º (Vetado). (Incluído pela Lei nº 8.863, de 1994)

Petição Inicial - Ação Verbas Rescisórias contra Fundacao Cultural e de Comunicacao Valenca - Fccv

AO JUÍZO DA VARA DO TRABALHO CRUZEIRO DO SUL - ESTADO DO ACRE. URGENTE - PEDIDO LIMINAR , brasileira, RG n° e CPF n° , residente e domiciliada na CEP , por intermédio seu advogado in fine assinado…

Petição - Ação Adicional Noturno contra R.A.Monitoramento de Alarmes

EXMO. SR. DR. JUIZ DO TRABALHO 2a VARA DO TRABALHO DA COMARCA DE CAXIAS DO SUL - RS PROCESSO N° NATUREZA: AÇÃO TRABALHISTA AUTOR: RÉU: R. A. MONITORAMENTO DE ALARMES LTDA - ME R. A. MONITORAMENTO DE…

Petição - Ação Multa de 40% do Fgts contra Celg Distribuicao - Celg D

Marilia Ramos Alves __________________________________________________________________________________________ Excelentíssimo(a) Senhor(a) Doutor(a) Juiz(a) Federal da Vara do Trabalho de Goiás/GO.

Andamento do Processo n. 0002050-37.2015.5.06.0145 - AIRR - 29/11/2021 do TST

Processo Nº AIRR-0002050-37.2015.5.06.0145 Complemento Processo Eletrônico Relator Min. Alberto Luiz Bresciani de Fontan Pereira Agravante NORSA REFRIGERANTES LTDA. Advogado Dr. Peterson Capucho…

Andamento do Processo n. 0000230-20.2020.5.12.0022 A C Ó R D Ã O 6ª TURMA - TST / AIRR - 29/11/2021 do TST

Processo Nº RR-0000230-20.2020.5.12.0022 Relator KÁTIA MAGALHÃES ARRUDA RECORRENTE LUIS CARLOS HOFFMANN ADVOGADO TACIANE ALINE DE OLIVEIRA(OAB: 37520/SC) ADVOGADO ADRIANA SUELLEN DA COSTA DOS…

Andamento do Processo n. 0000230-20.2020.5.12.0022 A C Ó R D Ã O 6ª TURMA - TST / AIRR - 29/11/2021 do TST

Processo Nº RR-0000230-20.2020.5.12.0022 Relator KÁTIA MAGALHÃES ARRUDA RECORRENTE LUIS CARLOS HOFFMANN ADVOGADO TACIANE ALINE DE OLIVEIRA(OAB: 37520/SC) ADVOGADO ADRIANA SUELLEN DA COSTA DOS…

Andamento do Processo n. 0000141-33.2018.5.06.0313 - AIRR - 29/11/2021 do TST

Processo Nº AIRR-0000141-33.2018.5.06.0313 Complemento Processo Eletrônico Relator Min. Alberto Bastos Balazeiro Agravante HORIZONTE EXPRESS TRANSPORTES LTDA. Advogado Dr. Alexandre César Oliveira de…

Página 5142 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6) de 29 de Novembro de 2021

adoção de medidas de segurança necessárias à efetiva preservação da integridade física do trabalhador, o que impõe a manutenção do julgado revisando quanto ao deferimento de indenização por danos…

Página 5148 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6) de 29 de Novembro de 2021

BEBIDAS. EMPREGADO NÃO HABILITADO. DANO MORAL. INDENIZAÇÃO. 1. A eg. Quinta Turma deu provimento ao recurso de revista interposto pelo reclamante, sob o fundamento de que, tratando-se de empresa de…

Página 1491 da Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de 29 de Novembro de 2021

I - AGRAVO DE INSTRUMENTO DA RECLAMADA. DANO MORAL. CARACTERIZAÇÃO. A ora reclamada pretende a reforma da decisão regional no tópico em destaque. Entretanto, em razões de recurso de revista, não…

Termo ou Assunto relacionado