Artigo 243 da Lei nº 6.404 de 15 de Dezembro de 1976

Lei nº 6.404 de 15 de Dezembro de 1976

Dispõe sobre as Sociedades por Ações.
Art. 243. O relatório anual da administração deve relacionar os investimentos da companhia em sociedades coligadas e controladas e mencionar as modificações ocorridas durante o exercício.
§ 1º São coligadas as sociedades quando uma participa, com 10% (dez por cento) ou mais, do capital da outra, sem controlá-la.
(Revogado)
§ 1o São coligadas as sociedades nas quais a investidora tenha influência significativa.
(Revogado)
(Redação dada pela Medida Provisória nº 449, de 2008)
(Revogado)
§ 1o São coligadas as sociedades nas quais a investidora tenha influência significativa. (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)
§ 2º Considera-se controlada a sociedade na qual a controladora, diretamente ou através de outras controladas, é titular de direitos de sócio que lhe assegurem, de modo permanente, preponderância nas deliberações sociais e o poder de eleger a maioria dos administradores.
§ 3º A companhia aberta divulgará as informações adicionais, sobre coligadas e controladas, que forem exigidas pela Comissão de Valores Mobiliários.
§ 4o Considera-se que há influência significativa quando a investidora detém ou exerce o poder de participar nas decisões das políticas financeira ou operacional da investida, sem controlá-la.
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 449, de 2008)
(Revogado)
§ 5o É presumida influência significativa quando a investidora for titular de vinte por cento ou mais do capital votante da investida, sem controlá-la. (Incluído pela Medida Provisória nº 449, de 2008)
(Revogado)
§ 4º Considera-se que há influência significativa quando a investidora detém ou exerce o poder de participar nas decisões das políticas financeira ou operacional da investida, sem controlá-la. (Incluído pela Lei nº 11.941, de 2009)
§ 5o É presumida influência significativa quando a investidora for titular de 20% (vinte por cento) ou mais do capital votante da investida, sem controlá-la. (Incluído pela Lei nº 11.941, de 2009)
§ 5º É presumida influência significativa quando a investidora for titular de 20% (vinte por cento) ou mais dos votos conferidos pelo capital da investida, sem controlá-la. (Redação dada pela Lei nº 14.195, de 2021)

Recurso - TJMG - Ação Dano Ambiental - [Cível] Procedimento Comum Cível - contra Samarco Mineracao, Vale e BHP Billiton Brasil

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 1a VARA CIVIL DA COMARCA DE IPATINGA/MG. Autos n° 5007440-58.2020.8.13.0313 VALE S/A ("Vale"), nos autos da ação de indenização ajuizada por e outros , vem,…

Recurso - TJSP - Ação Compra e Venda - Apelação Cível - de Cruz Alta Participações EIRELI, Cruz Alta Assessoria e Consultoria Empresarial, Premier Foods e Jfpar Participações EIRELI

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR RELATOR LINO MACHADO, DA ÍNCLITA 30a CÂMARA DE DIREITO PRIVADO DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Processo n° (Apelação) JFPAR…

Tribunal Superior do Trabalho TST: Ag 305-89.2016.5.14.0007

A C Ó R D A O (7ª Turma) GMEV/HTN/iz/csn AGRAVO INTERNO. AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. ACÓRDAO REGIONAL PUBLICADO NA VIGÊNCIA DO CPC DE 2015 E ANTERIOR À LEI Nº 13.467/2017. INSTRUÇAO…

Tribunal Superior do Trabalho TST - RECURSO DE REVISTA: RR 62-78.2015.5.05.0251

A C Ó R D A O 1ª Turma GMHCS/dpt/sgm/P AGRAVO DA RECLAMANTE. DECISAO MONOCRÁTICA QUE DÁ PROVIMENTO AO RECURSO DE REVISTA DA SEGUNDA RECLAMADA - PAQUETÁ CALÇADOS LTDA. GRUPO ECONÔMICO. CARACTERIZAÇAO.

Tribunal Superior do Trabalho TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA: AIRR 2298-37.2014.5.05.0251

A C Ó R D A O (7ª Turma) GMRLP/fm/ge AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. INTERPOSIÇAO EM FACE DE ACÓRDAO PUBLICADO APÓS A LEI Nº 13.015/2014, MAS ANTES DA LEI Nº 13.105/2015. NEGATIVA DE…

Tribunal Superior do Trabalho TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA: AIRR 53-19.2015.5.05.0251

A C Ó R D A O (7ª Turma) GMRLP/pe/lp AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. ACÓRDAO REGIONAL PUBLICADO APÓS A VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.015/2014, E ANTES DA VIGÊNCIA DA LEI Nº 13.467/17. PRELIMINAR…

Recurso - TJMG - Ação Indenização por Dano Moral - [Cível] Procedimento Comum Cível - contra Samarco Mineracao, Vale e BHP Billiton Brasil

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA 1a VARA CÍVEL DA COMARCA DE IPATINGA/MG Autos n° VALE S/A, nos autos da ação de indenização ajuizada por e , vem, respeitosamente perante V. Exa, por seus…

Petição - TRT02 - Ação Multa do Artigo 467 da Clt - Atord - contra VJ Industria e Comercio de Ferragens e Acessorios para Vidro, VJ Fundicao e Rodrigo Soares de Barros

Fls.: 2 SONODA ADVOGADOS ASSOCIADOS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA MM. 01a VARA DO TRABALHO DE JANDIRA - SP. PROCESSO: RECLAMANTE: RECLAMADO: VJ INDUSTRIA E COMERCIO DE FERRAGENS E…

Recurso - TRT02 - Ação Embargos de Terceiro - Etciv

EXCELENTÍSSIMA JUIZA FEDERAL, DOUTORA ANDREA GOIS MACHADO, DA 78a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO - SP " Dos documentos anexados a fls. 1067/1075, extrai-se que os sócios da empresa NOVA SÃO PAULO…

Recurso - TRT02 - Ação Embargos de Terceiro - Etciv

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 78a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO - SP. AUTOS DO PROCESSO N.° 02964000320055020078 , brasileira, casada, empresária, portadora do R.G. , CPF , residente e…