Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
23 de outubro de 2017
Artigo 202 da Lei nº 6.404 de 15 de Dezembro de 1976

Art. 202 da Lei das Sociedades Anonimas de 1976 - Lei 6404/76

Lei nº 6.404 de 15 de Dezembro de 1976

Dispõe sobre as Sociedades por Ações.

Art. 202. Os acionistas têm direito de receber como dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela dos lucros estabelecida no estatuto ou, se este for omisso, a importância determinada de acordo com as seguintes normas: (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001) (Vide Medida Provisória nº 608, de 2013) (Vide Lei nº 12.838, de 2013)

I - metade do lucro líquido do exercício diminuído ou acrescido dos seguintes valores: (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

a) importância destinada à constituição da reserva legal (art. 193); e (Incluída pela Lei nº 10.303, de 2001)

b) importância destinada à formação da reserva para contingências (art. 195) e reversão da mesma reserva formada em exercícios anteriores; (Incluída pela Lei nº 10.303, de 2001)

II - o pagamento do dividendo determinado nos termos do inciso I poderá ser limitado ao montante do lucro líquido do exercício que tiver sido realizado, desde que a diferença seja registrada como reserva de lucros a realizar (art. 197); (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

III - os lucros registrados na reserva de lucros a realizar, quando realizados e se não tiverem sido absorvidos por prejuízos em exercícios subseqüentes, deverão ser acrescidos ao primeiro dividendo declarado após a realização. (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

§ 1º O estatuto poderá estabelecer o dividendo como porcentagem do lucro ou do capital social, ou fixar outros critérios para determiná-lo, desde que sejam regulados com precisão e minúcia e não sujeitem os acionistas minoritários ao arbítrio dos órgãos de administração ou da maioria.

§ 2º Quando o estatuto for omisso e a assembléia-geral deliberar alterá-lo para introduzir norma sobre a matéria, o dividendo obrigatório não poderá ser inferior a 25% (vinte e cinco por cento) do lucro líquido ajustado nos termos deste artigo.

§ 3º Nas companhias fechadas a assembléia-geral pode, desde que não haja oposição de qualquer acionista presente, deliberar a distribuição de dividendo inferior ao obrigatório nos termos deste artigo, ou a retenção de todo o lucro.

§ 2o Quando o estatuto for omisso e a assembléia-geral deliberar alterá-lo para introduzir norma sobre a matéria, o dividendo obrigatório não poderá ser inferior a 25% (vinte e cinco por cento) do lucro líquido ajustado nos termos do inciso I deste artigo. (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

§ 3o A assembléia-geral pode, desde que não haja oposição de qualquer acionista presente, deliberar a distribuição de dividendo inferior ao obrigatório, nos termos deste artigo, ou a retenção de todo o lucro líquido, nas seguintes sociedades: (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

I - companhias abertas exclusivamente para a captação de recursos por debêntures não conversíveis em ações; (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)

II - companhias fechadas, exceto nas controladas por companhias abertas que não se enquadrem na condição prevista no inciso I. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)

§ 4º O dividendo previsto neste artigo não será obrigatório no exercício social em que os órgãos da administração informarem à assembléia-geral ordinária ser ele incompatível com a situação financeira da companhia. O conselho fiscal, se em funcionamento, deverá dar parecer sobre essa informação e, na companhia aberta, seus administradores encaminharão à Comissão de Valores Mobiliários, dentro de 5 (cinco) dias da realização da assembléia-geral, exposição justificativa da informação transmitida à assembléia.

§ 5º Os lucros que deixarem de ser distribuídos nos termos do § 4º serão registrados como reserva especial e, se não absorvidos por prejuízos em exercícios subseqüentes, deverão ser pagos como dividendo assim que o permitir a situação financeira da companhia.

§ 6o Os lucros não destinados nos termos dos arts. 193 a 197 deverão ser distribuídos como dividendos. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)

Dividendos de Ações Preferenciais

RECURSO ESPECIAL: REsp 1677021 RS 2015/0286215-5

RECURSO ESPECIAL Nº 1.677.021 - RS (2015/0286215-5) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI RECORRENTE : OI S.A ADVOGADOS : JOAO PAULO IBANEZ LEAL - RS012037 ANGELA IBANEZ LEAL - RS045060 MARTHA IBANEZ LEAL - RS035205 MICHELLE FRACCARO FETTER - RS068314 RECORRENTE : DIETER CHARLES POTTER ADVOGADO : DIETER CHARLES POTTER (EM...

Pg. 4961. Superior Tribunal de Justiça STJ de 20/10/2017

Ação: de indenização decorrente de contrato de participação financeira, ajuizada por DIETER CHARLES PÖTTER, em face de BRASIL TELECOM S/A, na qual requereu a devolução do valor adimplido, o pagamento

Pg. 4962. Superior Tribunal de Justiça STJ de 20/10/2017

Admissibilidade: os recursos foram inadmitidos na origem pelo TJ/RS, tendo sido interpostos agravos da decisão denegatória, os quais foram convertidos em recurso especial. É O RELATÓRIO. DECIDO. -

Pg. 10. Empresarial. Diário Oficial do Estado de São Paulo DOSP de 20/10/2017

Continuação das demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2016 da Na elaboração das demonstrações contábeis, a Administração é responsável pela avaliação da capacidade de a Empresa continuar

Pg. 13. Empresarial. Diário Oficial do Estado de São Paulo DOSP de 20/10/2017

… continuação nível de endividamento. A Companhia monitora o capital com base no índice de alavancagem financeira. Esse índice corresponde à dívida líquida dividida pelo capital total. A dívida

Pg. 22. Empresarial. Diário Oficial do Estado de São Paulo DOSP de 20/10/2017

Embraport – Empresa Brasileira de Terminais Portuários S.A. CNPJ/MF Nº 02.805.610/0001-98 - NIRE 35.300.157.109 Extrato da Ata de Reunião do Conselho de Administração Realizada em 14 de Setembro de

Pg. 1. Publicações de Terceiros. Diário Oficial do Estado de Minas Gerais DOEMG de 20/10/2017

Caderno 2 – PubliCações de Ter SumÁrio Particulares e Pessoas Físicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1

Pg. 2. Publicações de Terceiros. Diário Oficial do Estado de Minas Gerais DOEMG de 20/10/2017

ONCOCENTRO ONCOLOGIA CLINICA E MEDICINA INTERNA DE MINAS GERAIS S.A. CNPJ nº 25.455.510/0001-84 - NIRE 3130011107-5 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 31 DE DEZEMBRO DE

Pg. 56. Judicial I - TRF. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

APELANTE : PORTO DE CIMA ADMINISTRACAO PARTICIPACAO E SERVICOS S/A ADVOGADO : FLAVIO ZANETTI DE OLIVEIRA e outro(a) APELADO(A) : Uniao Federal (FAZENDA NACIONAL) ADVOGADO : SP000003 JULIO CÉSAR

Pg. 109. Judicial I - TRF. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 20/10/2017

O C. Supremo Tribunal Federal já decidiu emcasos análogos que a ofensa constitucional seria meramente reflexa, uma vez que a solução do caso dependeria do exame da legislação infraconstitucional cuja

×