Artigo 4 da Lei nº 6.404 de 15 de Dezembro de 1976

Lei nº 6.404 de 15 de Dezembro de 1976

Dispõe sobre as Sociedades por Ações.
Art. 4o Para os efeitos desta Lei, a companhia é aberta ou fechada conforme os valores mobiliários de sua emissão estejam ou não admitidos à negociação no mercado de valores mobiliários. (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 1o Somente os valores mobiliários de emissão de companhia registrada na Comissão de Valores Mobiliários podem ser negociados no mercado de valores mobiliários. (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 2o Nenhuma distribuição pública de valores mobiliários será efetivada no mercado sem prévio registro na Comissão de Valores Mobiliários. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 3o A Comissão de Valores Mobiliários poderá classificar as companhias abertas em categorias, segundo as espécies e classes dos valores mobiliários por ela emitidos negociados no mercado, e especificará as normas sobre companhias abertas aplicáveis a cada categoria. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 4o O registro de companhia aberta para negociação de ações no mercado somente poderá ser cancelado se a companhia emissora de ações, o acionista controlador ou a sociedade que a controle, direta ou indiretamente, formular oferta pública para adquirir a totalidade das ações em circulação no mercado, por preço justo, ao menos igual ao valor de avaliação da companhia, apurado com base nos critérios, adotados de forma isolada ou combinada, de patrimônio líquido contábil, de patrimônio líquido avaliado a preço de mercado, de fluxo de caixa descontado, de comparação por múltiplos, de cotação das ações no mercado de valores mobiliários, ou com base em outro critério aceito pela Comissão de Valores Mobiliários, assegurada a revisão do valor da oferta, em conformidade com o disposto no art. 4o-A. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 5o Terminado o prazo da oferta pública fixado na regulamentação expedida pela Comissão de Valores Mobiliários, se remanescerem em circulação menos de 5% (cinco por cento) do total das ações emitidas pela companhia, a assembléia-geral poderá deliberar o resgate dessas ações pelo valor da oferta de que trata o § 4o, desde que deposite em estabelecimento bancário autorizado pela Comissão de Valores Mobiliários, à disposição dos seus titulares, o valor de resgate, não se aplicando, nesse caso, o disposto no
§ 6o do art. 44. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 6o O acionista controlador ou a sociedade controladora que adquirir ações da companhia aberta sob seu controle que elevem sua participação, direta ou indireta, em determinada espécie e classe de ações à porcentagem que, segundo normas gerais expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, impeça a liquidez de mercado das ações remanescentes, será obrigado a fazer oferta pública, por preço determinado nos termos do § 4o, para aquisição da totalidade das ações remanescentes no mercado. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
Art. 4o-A. Na companhia aberta, os titulares de, no mínimo, 10% (dez por cento) das ações em circulação no mercado poderão requerer aos administradores da companhia que convoquem assembléia especial dos acionistas titulares de ações em circulação no mercado, para deliberar sobre a realização de nova avaliação pelo mesmo ou por outro critério, para efeito de determinação do valor de avaliação da companhia, referido no § 4o do art. 4o. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 1o O requerimento deverá ser apresentado no prazo de 15 (quinze) dias da divulgação do valor da oferta pública, devidamente fundamentado e acompanhado de elementos de convicção que demonstrem a falha ou imprecisão no emprego da metodologia de cálculo ou no critério de avaliação adotado, podendo os acionistas referidos no caput convocar a assembléia quando os administradores não atenderem, no prazo de 8 (oito) dias, ao pedido de convocação. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 2o Consideram-se ações em circulação no mercado todas as ações do capital da companhia aberta menos as de propriedade do acionista controlador, de diretores, de conselheiros de administração e as em tesouraria. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 3o Os acionistas que requererem a realização de nova avaliação e aqueles que votarem a seu favor deverão ressarcir a companhia pelos custos incorridos, caso o novo valor seja inferior ou igual ao valor inicial da oferta pública. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)
§ 4o Caberá à Comissão de Valores Mobiliários disciplinar o disposto no art. 4o e neste artigo, e fixar prazos para a eficácia desta revisão. (Incluído pela Lei nº 10.303, de 2001)

Documentos diversos - TRT02 - Ação Comissão - Atord - contra Tivit Terceirizacao de Processos, Servicos e Tecnologia e Banco Santander (Brasil

U .Sl O mg nn/\\O "U ' o W " \ CARMONA MAYA, MARTINS EMEDEIROS, SOCIEDADE DE ADVOGADOS EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ, FEDERAL DA 01" VARA' DO TRABALHO DEIMOGI DAS CRUZES - SP NT f 33 ,_ 45 ,_ \ 0…

Documentos diversos - TRT03 - Ação Processo do Trabalho - Exprovas - contra Itau Unibanco e Companhia Brasileira de Distribuicao

Fls.: 2 FERRrIRA ? CHAGAS A D V O G A f) O S EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR VICE-PRESIDENTE JUDICIAL DO TRIBUNAL 7 REGIONAL DO TRABALHO DA 30 (TERCEIRA) REGIÃO. De - ordem do Exmo1…

Andamento do Processo n. 0065800-39.2005.5.02.0027 - ATOrd - 09/08/2022 do TRT-2

Processo Nº ATOrd-0065800-39.2005.5.02.0027 RECLAMANTE ELISIARIO SOARES DA SILVA ADVOGADO OSMAR TADEU ORDINE(OAB: 78666/SP) ADVOGADO THAIZ WAHHAB(OAB: 106557/SP) RECLAMADO LUDWIG AMMON JUNIOR…

Andamento do Processo n. 0065800-39.2005.5.02.0027 - ATOrd - 09/08/2022 do TRT-2

Processo Nº ATOrd-0065800-39.2005.5.02.0027 RECLAMANTE ELISIARIO SOARES DA SILVA ADVOGADO OSMAR TADEU ORDINE(OAB: 78666/SP) ADVOGADO THAIZ WAHHAB(OAB: 106557/SP) RECLAMADO LUDWIG AMMON JUNIOR…

Página 2202 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) de 9 de Agosto de 2022

execuções em face do referido grupo, demonstrou que o mencionado grupo familiar transferiu o controle acionário e gerencial de algumas de suas empresas para os Srs. Leonhard Ludwig Ammon, Ludwig…

Página 2216 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) de 9 de Agosto de 2022

Neste sentido é a Recomendação nº 3/GCGJT de 24/07/2018 expedida pelo Ministro Corregedor-Geral da Justiça do Trabalho (TST – Corregedoria Geral da JT), conforme estabelecido nos art.1º e art.3º da…

Andamento do Processo n. 0000639-45.2018.5.09.0023 - AP - 03/08/2022 do TRT-9

Processo Nº AP-0000639-45.2018.5.09.0023 Relator ARION MAZURKEVIC AGRAVANTE PEDRO DANIEL MAGALHAES ADVOGADO BRUNO HENRIQUE GONCALVES(OAB: 131351/SP) AGRAVANTE PEDRO HENRIQUE TORRES BIANCHI ADVOGADO…

Andamento do Processo n. 0000639-45.2018.5.09.0023 - AP - 03/08/2022 do TRT-9

Processo Nº AP-0000639-45.2018.5.09.0023 Relator ARION MAZURKEVIC AGRAVANTE PEDRO DANIEL MAGALHAES ADVOGADO BRUNO HENRIQUE GONCALVES(OAB: 131351/SP) AGRAVANTE PEDRO HENRIQUE TORRES BIANCHI ADVOGADO…

Andamento do Processo n. 0000639-45.2018.5.09.0023 - AP - 03/08/2022 do TRT-9

Processo Nº AP-0000639-45.2018.5.09.0023 Relator ARION MAZURKEVIC AGRAVANTE PEDRO DANIEL MAGALHAES ADVOGADO BRUNO HENRIQUE GONCALVES(OAB: 131351/SP) AGRAVANTE PEDRO HENRIQUE TORRES BIANCHI ADVOGADO…

Página 4509 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-9) de 3 de Agosto de 2022

diante das circunstâncias evidenciadas nestes autos e da inidoneidade financeira da empresa, correta a decisão do Juízo de origem em determinar a desconsideração da personalidade jurídica.