Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
23 de setembro de 2017
Artigo 70 da Lei nº 9.430 de 27 de Dezembro de 1996

Art. 70 da Lei 9430/96

Lei nº 9.430 de 27 de Dezembro de 1996

Dispõe sobre a legislação tributária federal, as contribuições para a seguridade social, o processo administrativo de consulta e dá outras providências.

Art. 70. A multa ou qualquer outra vantagem paga ou creditada por pessoa jurídica, ainda que a título de indenização, a beneficiária pessoa física ou jurídica, inclusive isenta, em virtude de rescisão de contrato, sujeitam-se à incidência do imposto de renda na fonte à alíquota de quinze por cento.

§ 1º A responsabilidade pela retenção e recolhimento do imposto de renda é da pessoa jurídica que efetuar o pagamento ou crédito da multa ou vantagem.

§ 2º O imposto deverá ser retido na data do pagamento ou crédito da multa ou vantagem e será recolhido no prazo a que se refere a alínea "d" do inciso I do art. 83 da Lei nº 8.981, de 20 de janeiro de 1995.

§ 2o O imposto deverá ser retido na data do pagamento ou crédito da multa ou vantagem.

(Redação dada pela Medida Provisória nº 252, de 2005)

(Vigência) (S em eficácia)

§ 2º O imposto deverá ser retido na data do pagamento ou crédito da multa ou vantagem e será recolhido no prazo a que se refere a alínea "d" do inciso I do art. 83 da Lei nº 8.981, de 20 de janeiro de 1995.

(Vide Medida Provisória nº 252, de 2005)

§ 2o O imposto será retido na data do pagamento ou crédito da multa ou vantagem. (Redação dada pela Lei nº 11.196, de 2005)

§ 3º O valor da multa ou vantagem será:

I - computado na apuração da base de cálculo do imposto devido na declaração de ajuste anual da pessoa física;

II - computado como receita, na determinação do lucro real;

III - acrescido ao lucro presumido ou arbitrado, para determinação da base de cálculo do imposto devido pela pessoa jurídica.

§ 4º O imposto retido na fonte, na forma deste artigo, será considerado como antecipação do devido em cada período de apuração, nas hipóteses referidas no parágrafo anterior, ou como tributação definitiva, no caso de pessoa jurídica isenta.

§ 5º O disposto neste artigo não se aplica às indenizações pagas ou creditadas em conformidade com a legislação trabalhista e àquelas destinadas a reparar danos patrimoniais.

Ganhos em Mercado de Balcão

Andamento do Processo n. 0000805-47.2017.5.06.0233 - RTOrd - 22/09/2017 do TRT-6

-se, por fim, a isenção prevista no art. 70, § 5º, da Lei 9.430/96 e o art. 6º, V, da Lei 7.713/88, a multa do art. 467... do art. 99, §§ 3º e 4º, do CPC/15, que revogou o art. 4º, da Lei 1.060/50, milita em favor do autor a presunção.../3 (CLT, art. 142, § 5º), repouso semanal remunerado (art. 7º da lei n.º 6...

Andamento do Processo n. 0000806-32.2017.5.06.0233 - RTOrd - 22/09/2017 do TRT-6

, nos termos da Súmula 498/STJ. Observe-se, por fim, a isenção prevista no art. 70, § 5º, da Lei 9.430/96 e o art. 6º, V... salários (Súm. 45 do TST), férias com 1/3 (CLT, art. 142, § 5º), repouso semanal remunerado (art. 7º da lei n.º 605/1949...), repouso semanal remunerado (art. 7º da lei n.º 605/1949; Súm. ...

Pg. 193. Judicial I - Interior SP e MS. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 22/09/2017

As eventuais limitações contidas nos artigos 111, 150, §6º, 176 do CTN não se aplicam ao caso dos autos porque não se cuida de hipótese de isenção e sim de não incidência tributária. O pagamento da

Pg. 2431. Judiciário. Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região TRT-6 de 22/09/2017

de Renda, nos termos da Súmula 498/STJ. Observe-se, por fim, a isenção prevista no art. 70, § 5º, da Lei 9.430/96 e o art... prevista no art. 14 da Lei 5.584/70, não sendo esta a hipótese dos autos. Exegese das Súmulas 219 e 319 do C. TST.... 6º, V, da Lei 7.713/88, a multa do art. 467 e do § 8º do art. 477 d...

Pg. 2436. Judiciário. Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região TRT-6 de 22/09/2017

de Renda, nos termos da Súmula 498/STJ. Observe-se, por fim, a isenção prevista no art. 70, § 5º, da Lei 9.430/96 e o art... prevista no art. 14 da Lei 5.584/70, não sendo esta a hipótese dos autos. Exegese das Súmulas 219 e 319 do C. TST.... 6º, V, da Lei 7.713/88, a multa do art. 467 e do § 8º do art. 477 d...

Andamento do Processo n. 0001250-02.2016.5.06.0233 - RTOrd - 20/09/2017 do TRT-6

Processo Nº RTOrd-0001250-02.2016.5.06.0233 AUTOR JOAO PEDRO OLIVEIRA DA SILVA ADVOGADO VITOR LEANDRO DE OLIVEIRA(OAB: 36260/PE) ADVOGADO JOAO RODRIGO MORAES TEOBALDO DE AZEVEDO(OAB: 33417/PE) RÉU

Pg. 6877. Judiciário. Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região TRT-6 de 20/09/2017

344), que se limitou a argumentar que os valores estão em dissonância com o cálculo apresentado na exordial, ou seja, não apontou qualquer mês sem depósito. Ante o exposto, julgo improcedente o

Inteiro Teor. Recurso Ordinário: RO 206197320165040641

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIAO Identificação PROCESSO nº 0020619-73.2016.5.04.0641 (RO) RECORRENTE: ATENTO BRASIL S/A RECORRIDO: ANGELICA TANISA

Andamento do Processo n. 0001276-97.2016.5.06.0233 - RTOrd - 19/09/2017 do TRT-6

Processo Nº RTOrd-0001276-97.2016.5.06.0233 AUTOR UILSON GOMES DA SILVA ADVOGADO Jair de Oliveira e Silva(OAB: 13040-D/PE) RÉU KLABIN S.A. ADVOGADO TARCIZIO CHAVES DE MOURA(OAB: 14977/PE)

Pg. 4008. Judiciário. Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região TRT-6 de 19/09/2017

(RR - 808/2007-001-20-40.3, Relator Ministro: Aloysio Corrêa da Veiga, Data de Julgamento: 17/06/2009, 6ª Turma, Data de Publicação: 26/06/2009). Por fim, destaco a Súmula nº 26 do Tribunal Regional

×