Artigo 22 da Lei nº 6.766 de 19 de Dezembro de 1979

Lei nº 6.766 de 19 de Dezembro de 1979

Dispõe sobre o Parcelamento do Solo Urbano e dá outras Providências.
Art. 22. Desde a data de registro do loteamento, passam a integrar o domínio do Município as vias e praças, os espaços livres e as áreas destinadas a edifícios públicos e outros equipamentos urbanos, constantes do projeto e do memorial descritivo.
Parágrafo único. Na hipótese de parcelamento do solo implantado e não registrado, o Município poderá requerer, por meio da apresentação de planta de parcelamento elaborada pelo loteador ou aprovada pelo Município e de declaração de que o parcelamento se encontra implantado, o registro das áreas destinadas a uso público, que passarão dessa forma a integrar o seu domínio. (Incluído pela Medida Provisória nº 514, de 2010)
(Revogado)
Parágrafo único. Na hipótese de parcelamento do solo implantado e não registrado, o Município poderá requerer, por meio da apresentação de planta de parcelamento elaborada pelo loteador ou aprovada pelo Município e de declaração de que o parcelamento se encontra implantado, o registro das áreas destinadas a uso público, que passarão dessa forma a integrar o seu domínio. (Incluído pela Lei nº 12.424, de 2011)
(Revogado)
§ 1º Parágrafo único. Na hipótese de parcelamento do solo implantado e não registrado, o Município poderá requerer, por meio da apresentação de planta de parcelamento elaborada pelo loteador ou aprovada pelo Município e de declaração de que o parcelamento se encontra implantado, o registro das áreas destinadas a uso público, que passarão dessa forma a integrar o seu domínio. (Incluído pela Lei nº 14.620, de 2023)
§ 2º A partir da data de registro do loteamento, o Município providenciará a atualização do cadastro imobiliário da gleba que serviu de base para a aprovação do loteamento e das áreas que passaram a integrar o seu domínio. (Incluído pela Lei nº 14.620, de 2023)
§ 3º Somente a partir da emissão do Termo de Verificação e Execução de Obras (TVEO), o Município promoverá a individualização dos lotes no cadastro imobiliário municipal em nome do adquirente ou compromissário comprador no caso dos lotes comercializados e, em nome do proprietário da gleba, no caso dos lotes não comercializados. (Incluído pela Lei nº 14.620, de 2023)

Como saber se estou comprando um imóvel em condomínio de lotes ou em um loteamento fechado?

A olho nu fica realmente difícil conseguir distinguir estes dois empreendimentos imobiliários, pois ambos possuem uma estrutura física similar. Diferente do que muitos imaginam, o condomínio de lotes…
1
0
Erick Sugimoto, Bacharel em Direito
ano passado

Parcelamento do solo urbano: o que é?

Parcelamento do solo urbano: O que significa? Quando se estuda Direito Imobiliário é muito comum se deparar com a pergunta o que é parcelamento do solo urbano. Isto porque a lei de parcelamento do…
11
6
Erick Sugimoto, Bacharel em Direito
ano passado

Associação de moradores em loteamento fechado: tem taxa de associação?

Você vai encontrar os seguintes tópicos: Associação de moradores não é condomínio Associação de moradores é um loteamento fechado? O que é associação de moradores? Normas para a associação de…
18
9
Letícia Neves, Advogado
há 2 anos

Condomínio Comum, Condomínio Edilício, Lote, Condomínio de Lotes, Loteamento e Loteamento Fechado

Parecem a mesma coisa? Talvez sim, mas não são. Siga adiante com a leitura e você irá entender, de forma prática e rápida, as principais diferenças entre cada um dos institutos: Condomínio Comum;…
1
1
Thais Silva, Bacharel em Direito
há 2 anos

A (i)legalidade de cobranças de taxas de condomínio de loteamento e condomínios fechados instituídos antes da lei 13.465/17. .

RESUMO O crescimento populacional nas últimas décadas é um fato que não pode ser ignorado. Os centros urbanos cresceram em proporções desordenadas no qual fizeram crescer novas modalidades…
5
0

Os antigos "loteamentos fechados" podem adotar a forma de condomínio de lotes?

O condomínio de lotes foi trazido pela Lei 13.465/17 visando eliminar a insegurança jurídica causada pela omissão legal relativa ao parcelamento do solo urbano sob a forma de condomínio edilício, e a…
4
1

Das (in)constitucionalidades desencadeadas pelo reconhecimento da competência do Município para legislar sobre loteamentos fechados.

RESUMO O presente artigo tem como objetivo a análise das inconstitucionalidades geradas pelas leis municipais que buscam regulamentar ou autorizar a existência jurídica de uma situação que ocorre em…
4
0
Gil Dyniewicz, Arquiteto e Urbanista
há 4 anos

Os passeios!

 O tema a ser abordado trata da questão da falta de acessibilidade nas vias urbanas. Os passeios, que são as partes das vias urbanas destinadas a circulação dos pedestres, devem ser adequados, afim…
3
1
Fannie Luzzi, Advogado
há 5 anos

Direito Civil - Condomínios

O que representa a figura do condomínio para o direito de propriedade? Conceito: é a sujeição de uma coisa, divisível ou indivisível, à propriedade simultânea e concorrente de mais de uma pessoa. No…
3
0
Mabel Simm, Estudante de Direito
há 5 anos

Requisitos e limites da sanção administrativa ambiental demolição de obra

Resumo Prevista na Lei 9605 /98, a sanção demolição de obra poderá ser aplicada pela autoridade ambiental quando verificada construção em área ambientalmente protegida, em desacordo com a legislação…
4
0