Artigo 24 da Lei nº 9.430 de 27 de Dezembro de 1996

Lei nº 9.430 de 27 de Dezembro de 1996

Dispõe sobre a legislação tributária federal, as contribuições para a seguridade social, o processo administrativo de consulta e dá outras providências.
Art. 24. As disposições relativas a preços, custos e taxas de juros, constantes dos arts. 18 a 22, aplicam-se, também, às operações efetuadas por pessoa física ou jurídica residente ou domiciliada no Brasil, com qualquer pessoa física ou jurídica, ainda que não vinculada, residente ou domiciliada em país que não tribute a renda ou que a tribute a alíquota máxima inferior a vinte por cento. (Vide Lei nº 12.973, de 2014)
§ 1º Para efeito do disposto na parte final deste artigo, será considerada a legislação tributária do referido país, aplicável às pessoas físicas ou às pessoas jurídicas, conforme a natureza do ente com o qual houver sido praticada a operação.
§ 2º No caso de pessoa física residente no Brasil:
I - o valor apurado segundo os métodos de que trata o art. 18 será considerado como custo de aquisição para efeito de apuração de ganho de capital na alienação do bem ou direito;
II - o preço relativo ao bem ou direito alienado, para efeito de apuração de ganho de capital, será o apurado de conformidade com o disposto no art. 19;
III - será considerado como rendimento tributável o preço dos serviços prestados apurado de conformidade com o disposto no art. 19;
IV - serão considerados como rendimento tributável os juros determinados de conformidade com o art. 22.
§ 3o Para os fins do disposto neste artigo, considerar-se-á separadamente a tributação do trabalho e do capital, bem assim as dependências do país de residência ou domicílio.
(Revogado)
(Incluído pela Medida Provisória nº 22, de 2002)
(Revogado)
§ 3º Para os fins do disposto neste artigo, considerar-se-á separadamente a tributação do trabalho e do capital, bem como as dependências do país de residência ou domicílio. (Redação dada pela Lei nº 10.451, de 2002)
§ 4o Considera-se também país ou dependência com tributação favorecida aquele cuja legislação não permita o acesso a informações relativas à composição societária de pessoas jurídicas, à sua titularidade ou à identificação do beneficiário efetivo de rendimentos atribuídos a não residentes. (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
Art. 24-A. Aplicam-se às operações realizadas em regime fiscal privilegiado as disposições relativas a preços, custos e taxas de juros constantes dos arts. 18 a 22 desta Lei, nas transações entre pessoas físicas ou jurídicas residentes e domiciliadas no País com qualquer pessoa física ou jurídica, ainda que não vinculada, residente ou domiciliada no exterior. (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
Parágrafo único. Para efeitos deste artigo, considera-se regime fiscal privilegiado aquele que: (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
(Revogado)
Parágrafo único. Para os efeitos deste artigo, considera-se regime fiscal privilegiado aquele que apresentar uma ou mais das seguintes características:
(Revogado)
(Redação dada pela Medida Provisória nº 449, de 2008)
(Revogado)
Parágrafo único. Para os efeitos deste artigo, considera-se regime fiscal privilegiado aquele que apresentar uma ou mais das seguintes características: (Redação dada pela Lei nº 11.941, de 2009)
I – não tribute a renda ou a tribute à alíquota máxima inferior a 20% (vinte por cento); (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
II – conceda vantagem de natureza fiscal a pessoa física ou jurídica não residente: (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
a) sem exigência de realização de atividade econômica substantiva no país ou dependência; (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
b) condicionada ao não exercício de atividade econômica substantiva no país ou dependência; (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
III – não tribute, ou o faça em alíquota máxima inferior a 20% (vinte por cento), os rendimentos auferidos fora de seu território; (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
IV – não permita o acesso a informações relativas à composição societária, titularidade de bens ou direitos ou às operações econômicas realizadas. (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
Art. 24-B. O Poder Executivo poderá reduzir ou restabelecer os percentuais de que tratam o caput do art. 24 e os incisos I e III do parágrafo único do art. 24-A, ambos desta Lei. (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)
Parágrafo único. O uso da faculdade prevista no caput deste artigo poderá também ser aplicado, de forma excepcional e restrita, a países que componham blocos econômicos dos quais o País participe. (Incluído pela Lei nº 11.727, de 2008)

Petição - Ação Aviso Prévio contra Frilan Distribuidora de Gêneros Aliméntícios

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 8a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO ZONA LESTE - SP AUTOS: FRILAN DISTRIBUIDORA DE GENEROS ALIMENTICIOS LTDA , já qualificada nos autos da presente reclamação…

Petição - Ação Aviso Prévio de Frilan Distribuidora de Gêneros Aliméntícios

DE SÃO PAULO ZONA LESTE - SP AUTOS: 1001313-32.2017.5.02.060 6 FRILAN DISTRIBUIDORA DE GENEROS ALIMENTICIOS LTDA , já qualificada nos autos da presente reclamação trabalhista proposta por , vem…

Petição - Ação Aviso Prévio contra Frilan Distribuidora de Gêneros Aliméntícios

DE SÃO PAULO ZONA LESTE - SP AUTOS: 1001313-32.2017.5.02.060 6 FRILAN DISTRIBUIDORA DE GENEROS ALIMENTICIOS LTDA , já qualificada nos autos da presente reclamação trabalhista proposta por , vem…

Petição - Ação Remuneração

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 5a VARA DO TRABALHO DE SANTOS/SP - 2a REGIÃO, Autos do processo n°: A CENTRO DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE, nova denominação da ESTADUAL DO BEM…

Petição - Ação Aviso Prévio contra Frilan Distribuidora de Gêneros Aliméntícios

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 3a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO ZONA LESTE - SP AUTOS: FRILAN DISTRIBUIDORA DE GENEROS ALIMENTICIOS LTDA , já qualificada nos autos da presente reclamação…

Petição - Ação Adicional de Insalubridade

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 1a VARA DO TRABALHO DO GUARUJÁ/SP - 02a REGIÃO, Autos do processo n°: A CENTRO DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO AO ADOLESCENTE, nova denominação da ESTADUAL DO BEM…

Petição - Ação Multa de 40% do Fgts de Frilan Distribuidora de Gêneros Aliméntícios

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 05a VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO ZONA LESTE - SP AUTOS: .08.2016.5.02.0605 FRILAN DISTRIBUIDORA DE GENEROS ALIMENTICIOS LTDA , já qualificada nos autos da…

Petição - Ação Cofins de Bridgestone do Brasil Indústria e Comercio

PSFN/DRS/HMF/n° /2020 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 2a VARA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE SANTO ANDRE - SÃO Processo n°: Impetrante: E COMERCIO LTDA Impetrado: DELEGADO DA RECEITA…

Petição - Ação Irpf/Imposto de Renda de Pessoa Física

19/10/2021 Número: Classe: RECURSO INOMINADO CÍVEL Órgão julgador colegiado: 10a Turma Recursal da Seção Judiciária de São Paulo Órgão julgador: 28° Juiz Federal da 10a TR SP Última distribuição :…

Petição - Ação Irpf/Imposto de Renda de Pessoa Física

19/10/2021 Número: Classe: PROCEDIMENTO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL Órgão julgador: 1a Vara Gabinete JEF de Santos Última distribuição : 20/03/2012 Valor da causa: Assuntos: IRPF/Imposto de Renda de…

Termo ou Assunto relacionado