Artigo 26 do Decreto nº 2.181 de 20 de Março de 1997

Decreto nº 2.181 de 20 de Março de 1997

Dispõe sobre a organização do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor - SNDC, estabelece as normas gerais de aplicação das sanções administrativas previstas na Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990, revoga o Decreto Nº 861, de 9 julho de 1993, e dá outras providências.
Art. 26. Consideram-se circunstâncias agravantes:
I - ser o infrator reincidente;
II - ter o infrator, comprovadamente, cometido a prática infrativa para obter vantagens indevidas;
III - trazer a prática infrativa conseqüências danosas à saúde ou à segurança do consumidor;
IV - deixar o infrator, tendo conhecimento do ato lesivo, de tomar as providências para evitar ou mitigar suas conseqüências;
V - ter o infrator agido com dolo;
VI - ocasionar a prática infrativa dano coletivo ou ter caráter repetitivo;
VII - ter a prática infrativa ocorrido em detrimento de menor de dezoito ou maior de sessenta anos ou de pessoas portadoras de deficiência física, mental ou sensorial, interditadas ou não;
VIII - dissimular-se a natureza ilícita do ato ou atividade;
IX - ser a conduta infrativa praticada aproveitando-se o infrator de grave crise econômica ou da condição cultural, social ou econômica da vítima, ou, ainda, por ocasião de calamidade.
Parágrafo único. Para fins de reconhecimento da circunstância agravante de que trata o inciso VI do caput, a Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública manterá e regulamentará banco de dados, garantido o acesso dos demais órgãos e entidades federais, estaduais, distritais e municipais de defesa do consumidor, com vistas a subsidiar a atuação no âmbito dos processos administrativos sancionadores. (Incluído pelo Decreto nº 10.887, de 2021)
Art. 26-A. As circunstâncias agravantes e atenuantes, de que tratam os art. 25 e art. 26, têm natureza taxativa e não comportam ampliação por meio de ato dos órgãos de proteção e defesa do consumidor. (Incluído pelo Decreto nº 10.887, de 2021)

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT: 1022938-02.2019.8.11.0041 MT

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO PRIMEIRA CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO E COLETIVO Número Único : 1022938-02.2019.8.11.0041 Classe: APELAÇAO CÍVEL (198) Assunto: [Multas e demais Sanções] Relator :…

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 2088904 DF 2022/0074204-2

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 2.088.904 - DF (2022/0074204-2) DECISAO Cuida-se de agravo apresentado por BANCO PAN S.A. contra a decisão que não admitiu seu recurso especial. O apelo nobre …

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 2074863 SP 2022/0047494-0

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 2074863 - SP (2022/0047494-0) DECISAO Trata-se de Agravo contra decisão que não admitiu o Recurso Especial por ausência de violação aos artigos apontados e incidência …

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 2099604 GO 2022/0093307-1

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 2.099.604 - GO (2022/0093307-1) DECISAO Cuida-se de agravo apresentado pelo BANCO PAN S.A. contra a decisão que não admitiu seu recurso especial. O apelo nobre …

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 2099965 GO 2022/0094251-4

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 2.099.965 - GO (2022/0094251-4) DECISAO Cuida-se de agravo apresentado por BANCO PAN S.A. contra a decisão que não admitiu seu recurso especial. O apelo nobre …

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 5168152-55.2016.8.13.0024 MG

APELAÇÕES - AÇAO ANULATÓRIA DE MULTA ADMINISTRATIVA - PROCON ESTADUAL - IMPUTAÇAO DA VEICULAÇAO DE PROPAGANDA ENGANOSA - FOLHETO IMPRESSO - UTILIZAÇAO DE DISTINTAS TIPOGRAFIAS E TAMANHOS NA INDICAÇAO…

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação: APL 0007058-50.2020.8.16.0190 Maringá 0007058-50.2020.8.16.0190 (Acórdão)

RELATÓRIOCuida-se de Embargos à Execução Fiscal opostos pelo BANCO BRADESCO S.A. em face do MUNICÍPIO DE MARINGÁ, cuja sentença[1] proferida pelo Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central…

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação: APL 0007058-50.2020.8.16.0190 Maringá 0007058-50.2020.8.16.0190 (Acórdão)

APELAÇÃO CÍVEL. EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL. MULTA PROCON. ESPERA EM FILA DE BANCO EM TEMPO SUPERIOR AO ESTIPULADO EM LEI. 1. INFRAÇÃO CONSUMERISTA EVIDENCIADA. PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO QUE …

Petição Inicial - TJSP - Ação de Reparação de Danos - Procedimento Comum Cível

EXCELENTISSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA ___ VARA CIVEL DO FORUM REGIONAL DA LAPA - SÃO PAULO - SP. o AUTORA: E SILVA o RÉ: o Ação de reparação de danos (comum) E SILVA ,…

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 2108354 TO 2022/0109878-2

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 2.108.354 - TO (2022/0109878-2) DECISAO Cuida-se de agravo apresentado por BANCO PAN S.A. contra a decisão que não admitiu seu recurso especial, fundamentado no artigo …

Termo ou Assunto relacionado