Artigo 105 do Decreto nº 3.048 de 06 de Maio de 1999

RPS - Decreto nº 3.048 de 06 de Maio de 1999

Aprova o Regulamento da Previdência Social, e dá outras providências.
Subseção IX
Da Pensão por Morte
Art. 105. A pensão por morte será devida ao conjunto dos dependentes do segurado que falecer, aposentado ou não, a contar da data:
I - do óbito, quando requerida até trinta dias depois deste;
(Revogado)
I - do óbito, quando requerida: (Redação dada pelo Decreto nº 4.032, de 2001)
(Revogado)
a) pelo dependente maior de dezesseis anos de idade, até trinta dias depois; e (Incluída pelo Decreto nº 4.032, de 2001)
(Revogado)
b) pelo dependente menor até dezesseis anos de idade, até trinta dias após completar essa idade; (Incluída pelo Decreto nº 4.032, de 2001)
(Revogado)
I - do óbito, quando requerido até trinta dias depois deste; (Redação dada pelo Decreto nº 5.545, de 2005)
(Revogado)
I - do óbito, quando requerida em até cento e oitenta dias após o óbito, para os filhos menores de dezesseis anos, ou quando requerida no prazo de noventa dias, para os demais dependentes; (Redação dada pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
II - do requerimento, quando requerida após o prazo previsto no inciso I; ou
III - da decisão judicial, no caso de morte presumida.
Parágrafo único. No caso do disposto no inciso II, a data de início do benefício será a data do óbito, aplicados os devidos reajustamentos até a data de início do pagamento, não sendo devida qualquer importância relativa a período anterior à data de entrada do requerimento.
(Revogado)
§ 1º No caso do disposto no inciso II, a data de início do benefício será a data do óbito, aplicados os devidos reajustamentos até a data de início do pagamento, não sendo devida qualquer importância relativa ao período anterior à data de entrada do requerimento, salvo na hipótese de haver dependente menor, hipótese em que será observado o disposto no
(Revogado)
§ 2º. (Incluído pelo Decreto nº 4.032, de 2001)
§ 1o No caso do disposto no inciso II, a data de início do benefício será a data do óbito, aplicados os devidos reajustamentos até a data de início do pagamento, não sendo devida qualquer importância relativa ao período anterior à data de entrada do requerimento. (Redação dada pelo Decreto nº 5.545, de 2005)
§ 2º Na hipótese da alínea "b" do inciso I, será devida apenas a cota parte da pensão do dependente menor, desde que não se constitua habilitação de novo dependente a pensão anteriormente concedida, hipótese em que fará jus àquela, se for o caso, tão-somente em relação ao período anterior à concessão do benefício. (Incluído pelo Decreto nº 4.032, de 2001)
(Revogado pelo Decreto nº 5.545, de 2005)
§ 3º O exercício de atividade remunerada, inclusive na condição de MEI, não impede a concessão ou a manutenção da parte individual da pensão do dependente com deficiência intelectual, mental ou grave. (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
§ 4º Perde o direito à pensão por morte o condenado criminalmente por sentença transitada em julgado, como autor, coautor ou partícipe de homicídio doloso, ou de tentativa desse crime, cometido contra a pessoa do segurado, ressalvados os absolutamente incapazes e os inimputáveis. (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
§ 5º Perde o direito à pensão por morte o cônjuge ou o companheiro ou a companheira se comprovada, a qualquer tempo, simulação ou fraude no casamento ou na união estável, ou a formalização desses com o fim exclusivo de constituir benefício previdenciário, apurada em processo judicial, assegurados os direitos ao contraditório e à ampla defesa. (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
§ 6º Ajuizada a ação judicial para reconhecimento da condição de dependente, este poderá requerer a sua habilitação provisória ao benefício de pensão por morte, exclusivamente para fins de rateio dos valores com outros dependentes, vedado o pagamento da cota respectiva até o trânsito em julgado da ação, ressalvada a existência de decisão judicial que disponha em sentido contrário. (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
§ 7º Nas ações judiciais em que o INSS for parte, este poderá proceder, de ofício, à habilitação excepcional da pensão objeto da ação apenas para efeitos de rateio, descontados os valores referentes à habilitação das demais cotas, vedado o pagamento da respectiva cota até o trânsito em julgado da ação, ressalvada a existência de decisão judicial que disponha em sentido contrário. (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
§ 8º Julgada improcedente a ação a que se referem os § 6º e § 7º, o valor retido para pagamento ao autor será corrigido pelos índices legais de reajustamento e será pago de forma proporcional aos demais dependentes, de acordo com as suas cotas e o tempo de duração de seus benefícios. (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)
§ 9º Fica assegurada ao INSS a cobrança dos valores indevidamente pagos em decorrência da habilitação a que se referem os § 6º e § 7º (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020)

Quem tem Direito a Receber Pensão por Morte

RESUMO: A pensão por morte é um beneficio previdenciário que mantém a subsistência de milhões de brasileiros. Esse beneficio é disciplinado pela lei que já sofreu diversas alterações ao passar dos…

Petição - Ação Indenizaçao por Dano Moral

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA 05a VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO. PROCESSO N°: TRD SERVIÇOS E ADMINISTRAÇÃO LTDA. , nos autos da reclamação trabalhista em que contende com , vem,…

Petição - Ação Indenizaçao por Dano Moral contra Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae

Poder Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 1a Região Recurso Ordinário Trabalhista Processo Judicial Eletrônico Data da Autuação: 02/05/2018 Valor da causa: Partes:…

Intimação - Procedimento Do Juizado Especial Cível - 0001703-87.2018.4.03.6313 - Disponibilizado em 16/09/2021 - TRF3

NÚMERO ÚNICO: 0001703-87.2018.4.03.6313 POLO ATIVO MARIA DOS ANJOS DIAS BRANDAO ADVOGADO(A/S) BENEDITO NORIVAL RODRIGUES | 333335/SP PODER JUDICIÁRIO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO…

Petição Inicial - Ação Pensão por Morte (Art. 74/9)

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE TURMALINA - MG , brasileira, , do lar, portadora da Cédula de Identidade n°. .75, expedida pela SSP/MG, devidamente inscrita no CPF/MF sob o…

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL : AREsp 1916852 SP 2021/0188557-4

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.916.852 - SP (2021/0188557-4) DECISAO Cuida-se de agravo apresentado por FATIMA APARECIDA DE SOUZA contra a decisão que não admitiu seu recurso especial, fundamentado …

Página 2032 do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de 8 de Setembro de 2021

Superior Tribunal de Justiça Constituição Federal, pois houve afronta aos artigos 74 a 79 da Lei n° 8.213/91, bem como artigo 201, V, Carta Magna e ainda artigos 105 a 115 do Decreto n. 3048/99. No…

Petição Inicial - Ação Acidente de Trabalho de Ambev e Iss Servicos de Logística Integrada

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA MM. VARA FEDERAL DO TRABALHO DA COMARCA DE CONCEIÇÃO DO COITÉ, ESTADO DA BAHIA. , brasileiro, maior, desempregado, data de nascimento 28/02/1980, filho…

Intimação - Procedimento Comum Cível - 0002273-98.2020.8.16.0140 - Disponibilizado em 03/09/2021 - TJPR

NÚMERO ÚNICO: 0002273-98.2020.8.16.0140 POLO ATIVO MARIA IRENA GIRIMIA POLO PASSIVO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS ADVOGADO(A/S) MARINA DE MOURA LEITE | 43585/PR STELAMARI TURETA |…

Petição Inicial - Ação Pensão por Morte (Art. 74/9)

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA ÚNICA DA COMARCA DE DIVINO-MG. , brasileiro, viúvo, portador do RG sob n° 124.324.441, inscrito no CPF sob , residente e domiciliado na CEP , vem,…