Inciso I do Artigo 9 do Decreto nº 3.048 de 06 de Maio de 1999

RPS - Decreto nº 3.048 de 06 de Maio de 1999

Aprova o Regulamento da Previdência Social, e dá outras providências.
Art. 9º São segurados obrigatórios da previdência social as seguintes pessoas físicas:
I - como empregado:
a) aquele que presta serviço de natureza urbana ou rural a empresa, em caráter não eventual, sob sua subordinação e mediante remuneração, inclusive como diretor empregado;
b) aquele que, contratado por empresa de trabalho temporário, na forma prevista em legislação específica, por prazo não superior a cento e oitenta dias, consecutivos ou não, prorrogável por até noventa dias, presta serviço para atender a necessidade transitória de substituição de pessoal regular e permanente ou a acréscimo extraordinário de serviço de outras empresas; (Redação dada pelo Decreto nº 10.410, de 2020).
c) o brasileiro ou o estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado no exterior, em sucursal ou agência de empresa constituída sob as leis brasileiras e que tenha sede e administração no País;
d) o brasileiro ou o estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar como empregado em empresa domiciliada no exterior com maioria do capital votante pertencente a empresa constituída sob as leis brasileiras, que tenha sede e administração no País e cujo controle efetivo esteja em caráter permanente sob a titularidade direta ou indireta de pessoas físicas domiciliadas e residentes no País ou de entidade de direito público interno;
e) aquele que presta serviço no Brasil a missão diplomática ou a repartição consular de carreira estrangeira e a órgãos a elas subordinados, ou a membros dessas missões e repartições, excluídos o não-brasileiro sem residência permanente no Brasil e o brasileiro amparado pela legislação previdenciária do país da respectiva missão diplomática ou repartição consular;
f) o brasileiro civil que trabalha para a União no exterior, em organismos oficiais internacionais dos quais o Brasil seja membro efetivo, ainda que lá domiciliado e contratado, salvo se amparado por regime próprio de previdência social;
g) o brasileiro civil que presta serviços à União no exterior, em repartições governamentais brasileiras, lá domiciliado e contratado, inclusive o auxiliar local de que tratam os arts. 56 e 57 da Lei no 11.440, de 29 de dezembro de 2006, este desde que, em razão de proibição legal, não possa filiar-se ao sistema previdenciário local; (Redação dada pelo Decreto nº 6.722, de 2008).
h) o bolsista e o estagiário que prestam serviços a empresa, em desacordo com a Lei no 11.788, de 25 de setembro de 2008; (Redação dada pelo Decreto nº 6.722, de 2008).
i) o servidor da União, Estado, Distrito Federal ou Município, incluídas suas autarquias e fundações, ocupante, exclusivamente, de cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração;
j) o servidor do Estado, Distrito Federal ou Município, bem como o das respectivas autarquias e fundações, ocupante de cargo efetivo, desde que, nessa qualidade, não esteja amparado por regime próprio de previdência social;
l) o servidor contratado pela União, Estado, Distrito Federal ou Município, bem como pelas respectivas autarquias e fundações, por tempo determinado, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, nos termos do inciso IX do art. 37 da Constituição Federal;
m) o servidor da União, Estado, Distrito Federal ou Município, incluídas suas autarquias e fundações, ocupante de emprego público;
n) (Revogada pelo Decreto nº 3.265, de 1999)
o) o escrevente e o auxiliar contratados por titular de serviços notariais e de registro a partir de 21 de novembro de 1994, bem como aquele que optou pelo Regime Geral de Previdência Social, em conformidade com a Lei nº 8.935, de 18 de novembro de 1994; e
p) aquele em exercício de mandato eletivo federal, estadual, distrital ou municipal, desde que não seja vinculado a regime próprio de previdência social; (Redação dada pelo Decreto nº 10.410, de 2020).
q) o empregado de organismo oficial internacional ou estrangeiro em funcionamento no Brasil, salvo quando coberto por regime próprio de previdência social; (Incluída pelo Decreto nº 3.265, de 1999)
r) o trabalhador rural contratado por produtor rural pessoa física, na forma do art. 14-A da Lei no 5.889, de 8 de junho de 1973, para o exercício de atividades de natureza temporária por prazo não superior a dois meses dentro do período de um ano; (Incluído pelo Decreto nº 6.722, de 2008).
s) aquele contratado como trabalhador intermitente para a prestação de serviços, com subordinação, de forma não contínua, com alternância de períodos de prestação de serviços e de inatividade, em conformidade com o disposto no § 3º do art. 443 da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943; (Incluído pelo Decreto nº 10.410, de 2020).

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - RECURSO CÍVEL : 50003891520194047006 PR 5000389-15.2019.4.04.7006

público civil equiparado a segurado empregado (artigo 9º , I , J, do Decreto 3.048 /1999), garantida a contagem recíproca... II , do Decreto 3.048 /1999, não obstante o disposto no artigo 78, inciso

Alíquotas de contribuição pós-Reforma da Previdência e seus responsáveis tributários

, art. 12, inciso I, da Lei 8.212/91 e art. 9º, inciso I, do Decreto 3.048/99). Quando ele não faz o devido recolhimento.... Artigo 32, § 22 do Decreto 3.048/99: Considera-se período …

Andamento do Processo n. 5007081-59.2019.4.03.6100 - Mandado de Segurançacível - 14/05/2020 do TRF-3

I e II, e 28, inciso I, e § 9º; Lei 10.522, de 2002, art. 19, §§ 4º e 5º; Decreto 3.048, de 1999, art. 9º, inciso... da contribuição patronalestabelecida no artigo 195, inciso I, letra “a”, …

Andamento do Processo n. 5017855-52.2018.4.03.0000 - Ação Rescisória - 06/05/2020 do TRF-3

8.213 /91, art. 1º e 2º da lei 5.452/1943, art. 51 do decreto 3.048 /99, art. 9 inciso I , letra a , art. 12 inciso I... improcedente o pedido da parte autora, resolvendo o mérito do processo, nos …

Página 124 da Judicial I - TRF do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) de 6 de Maio de 2020

da lei 5.452/1943, art. 51 do decreto 3.048 /99, art. 9 inciso I , letra a , art. 12 inciso I e Parágrafo único inciso II... contadas para fins de carência, nos termos da legislação específica (arti…

Tribunal Regional Federal da 4ª Região TRF-4 - Apelação/Remessa Necessária : APL 50187219820174047200 SC 5018721-98.2017.4.04.7200

º; Decreto 3.048, de 1999, art. 9º, inciso I, alínea "j"; Decreto 5, de 1991, art. 4º; Instrução Normativa RFB ... de incidência de contribuições sociais, a regra geral expressa no artigo

Supremo Tribunal Federal STF - MEDIDA CAUTELAR NA ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL : MC ADPF 0085485-78.2020.1.00.0000 DF - DISTRITO FEDERAL 0085485-78.2020.1.00.0000

de "segurado empregado" (art. 9º, I, "a", do Decreto 3.048, de 06.05.1999) e, assim, cobrança e apuração de contribuição... de caracterização de "segurado empregado" (art. 9º, I, "a", do Decreto

Andamento do Processo n. 647 - Medida Cautelar - 25/03/2020 do STF

de caracterização de “segurado empregado” (art. 9º, I, “a”, do Decreto 3.048, de 06.05.1999) e, assim, cobrança... da Lei 8.212, de 24.07.1991; dos arts. 3º, 4º e 9º, do Decreto-lei 5.452, …

Página 114 do Supremo Tribunal Federal (STF) de 25 de Março de 2020

de caracterização de “segurado empregado” (art. 9º, I, “a”, do Decreto 3.048, de 06.05.1999) e, assim, cobrança e apuração... 8.212, de 24.07.1991; dos arts. 3º, 4º e 9º, do Decreto-lei

Página 440 da Judicial - JFES do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) de 19 de Março de 2020

DESPACHO/DECISÃO Na ação em tela, busca a parte autora a condenação do INSS a conceder benefício previdenciário de aposentadoria. O benefício requerido em 21.11.2018 restou indeferido pela autarquia…