Artigo 2 da Lei nº 2.284 de 09 de Agosto de 1954

Lei nº 2.284 de 09 de Agosto de 1954

Regula a estabilidade do pessoal extranumerário mensalista da União e das autarquias.
Art. 2º A partir da data da publicação desta Lei, só poderá ser admitido extranumerário para função de natureza reconhecidamente transitória como contratado, quando as atribuições forem técnico-científicas, e como tarefeiro para atividades de natureza subalterna ou braçal. (mantido pelo Congresso Nacional)
§ 1º As propostas relativas a essas admissões serão encaminhadas ao Presidente da República, por intermédio do Departamento Administrativo do Serviço Público que examinará, em cada caso, a natureza e a transitoriedade das funções. (mantido pelo Congresso Nacional)
§ 2º Ao pessoal admitido por essa forma não se aplica o disposto no art. 1º desta Lei, salvo se as funções para que forem admitidos se tornarem de caráter permanente, devidamente comprovado pelo Departamento Administrativo do Serviço Público e o Ministério ou órgão interessado. (mantido pelo Congresso Nacional)
§ 3º O Departamento Administrativo do Serviço Público, Ministérios, órgãos subordinados ao Presidente da República e autarquias manterão comissões permanentes para orientar e fiscalizar a aplicação do disposto neste artigo, tendo especial atenção para as normas em vigor relativas à administração de pessoal, orçamento e organização. (mantido pelo Congresso Nacional) (Vide Lei nº 3.780, de 1964)
§ 4º Nessas comissões, figurarão obrigatòriamente três representantes do Departamento Administrativo do Serviço Público, sendo um especializado em pessoal, outro em orçamento e outro em organização. (mantido pelo Congresso Nacional)
§ 5º Essas comissões organizarão tabelas para o pessoal contratado e tarefeiro e controlarão as admissões e as verbas para o pagamento respectivo, podendo o Govêrno incumbi-las da aplicação, contrôle e fiscalização de outras verbas federais ou das entidades enumeradas nesta Lei, especialmente aquelas destinadas a obras, subvenções, auxílios e acordos, ficando também essas comissões, no campo de sua competência, com a obrigação de prestar todo o auxílio técnico que lhes forem solicitado pelas autoridades federais, estaduais, municipais e autárquicas. (mantido pelo Congresso Nacional)

Tribunal Regional Federal da 1ª Região TRF-1 - APELAÇÃO EM MANDADO DE SEGURANÇA : AMS 17910 DF 1999.01.00.017910-5

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO fls.6/6 APELAÇÃO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 1999.01.00.017910-5/DF Processo na Origem:…

Lei no 3.780, de 12 de julho de 1960.

Dispõe sôbre a Classificação de Cargos do Serviço Civil do Poder Executivo, estabelece os vencimentos correspondentes e dá outras providências.

Tribunal Regional Federal da 1ª Região TRF-1 - APELAÇÃO EM MANDADO DE SEGURANÇA : AMS 17910 DF 1999.01.00.017910-5

ADMINISTRATIVO. SERVIDOR PÚBLICO. AVERBAÇÃO DE TEMPO DE SERVIÇO. EXTRANUMERÁRIO E TEMPORÁRIO. CERTIDÃO EXPEDIDA PELA FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE, ATESTANDO O PERÍODO TRABALHADO. DISPENSADA A CONTAGEM …

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 5600 DF

O MANDADO DE SEGURANÇA EXIGE A CERTEZA, A CLAREZA DO DIREITO - MANDADO DE SEGURANÇA INDEFERIDO.

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 4394

MANDADO DE SEGURANÇA; FALTA DE DIREITO LIQUIDO E CERTO. INDEFERIMENTO DO PEDIDO.

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 4457 DF

MANDADO DE SEGURANÇA. LEI N. 2.284 , DE 1954, ART. 2. PRETENSAO POSTA A LIQUIDEZ E CERTEZA DE DIREITO.

Supremo Tribunal Federal STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO : RE 59936 GB

FUNCIONÁRIO PÚBLICO. TAREFEIROS. A SUA EQUIPARAÇÃO A FUNCIONÁRIO EFETIVO, NA FORMA DA LEI N. 2.284 /54, CONCEDE-LHE O SALÁRIO MENSAL NA BASE DO SALÁRIO PERCEBIDO NOS TRES MESES IMEDIATAMENTE …

Decreto no 66.551, de 11 de maio de 1970.

Declara de utilidade pública a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Santa Isabel, com sede em Santa Isabel, Estado de São Paulo.

Termo ou Assunto relacionado