Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
20 de junho de 2018
Artigo 11C da Lei nº 9.636 de 15 de Maio de 1998

Art. 11C da Lei 9636/98

Lei nº 9.636 de 15 de Maio de 1998

Dispõe sobre a regularização, administração, aforamento e alienação de bens imóveis de domínio da União, altera dispositivos dos Decretos-Leis nos 9.760, de 5 de setembro de 1946, e 2.398, de 21 de dezembro de 1987, regulamenta o § 2o do art. 49 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, e dá outras providências.

Art. 11-C. As avaliações para fins de alienação onerosa dos domínios pleno, útil ou direto de imóveis da União serão realizadas pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU), ou pela unidade gestora responsável, podendo ser contratada para isso a Caixa Econômica Federal, com dispensa de licitação, ou empresa especializada. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)

§ 1o O preço mínimo para as alienações onerosas será fixado com base no valor de mercado do imóvel, estabelecido em laudo de avaliação, cujo prazo de validade será de, no máximo, doze meses. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)

§ 2o Para as áreas públicas da União objeto da Reurb-E, nos casos de venda direta, o preço de venda será fixado com base no valor de mercado do imóvel, excluídas as benfeitorias realizadas pelo ocupante, cujo prazo de validade da avaliação será de, no máximo, doze meses. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)

§ 3o Para as alienações que tenham como objeto a remição do aforamento ou a venda do domínio pleno ou útil, para os ocupantes ou foreiros regularmente cadastrados na SPU, a avaliação, cujo prazo de validade será de, no máximo, doze meses, poderá ser realizada por trecho ou região, desde que comprovadamente homogêneos, com base em pesquisa mercadológica e critérios estabelecidos no zoneamento ou plano diretor do Município. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)

A Importância da Avaliação Imobiliária na Regularização Fundiária Urbana e Rural

A Importância da Avaliação Imobiliária na Regularização Fundiária Urbana e Rural Itens Relacionados MEDIDA PROVISÓRIA No 759, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2016 Dispõe sobre a regularização fundiária rural e

Pg. 15. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 16/03/2018

§ 7º O loteador não poderá, a qualquer título, exigir o recebimento das prestações depositadas, nas seguintes hipóteses, nos termos do art. 40 da Lei nº 6.766, de 1979: I - o loteador deixar de

DECRETO Nº 9.310, DE 15 DE MARÇO DE 2018

Institui as normas gerais e os procedimentos aplicáveis à Regularização Fundiária Urbana e estabelece os procedimentos para a avaliação e a alienação dos imóveis da União.

MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: MC ADI 5883 DF - DISTRITO FEDERAL 0064966-53.2018.1.00.0000

MEDIDA CAUTELAR NA AÇAO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. DIREITO ADMINISTRATIVO. REGULARIZAÇAO FUNDIÁRIA URBANA – REURB. ARTIGOS 9º A 84, 87 A 90, E 98, § 2º, DA LEI FEDERAL 13.465/2017 E ARTIGOS 11-C, § 2º, DA LEI FEDERAL 9.636/1998 E 1º, § 5º, DO DECRETO-LEI 1.876/1981, INCLUÍDOS PELOS ARTIGOS 93 E 95 DA LEI FEDERAL ...

Andamento do Processo n. 5.883 - Medida Cautelar - 22/02/2018 do STF

MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE (494) INCONSTITUCIONALIDADE 5.883 ORIGEM : 5883 - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PROCED. : DISTRITO FEDERAL RELATOR :MIN. LUIZ FUX REQTE.(S) : DIRETORIA NACIONAL DO

Pg. 81. Supremo Tribunal Federal STF de 22/02/2018

constitucional a novos atores que, em alguma medida, sejam afetados em sua esfera jurídica. Com efeito, o telos precípuo da intervenção do amicus curiae consiste na pluralização do debate

Pg. 82. Supremo Tribunal Federal STF de 22/02/2018

DO ARTIGO 12 DA LEI FEDERAL 9.868/1999. DECISÃO: Trata-se de ação direta de inconstitucionalidade, com pedido de medida cautelar, ajuizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB, tendo por

Andamento do Processo n. 5.883 - Medida Cautelar - 06/02/2018 do STF

MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE (111) INCONSTITUCIONALIDADE 5.883 ORIGEM : 5883 - SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PROCED. : DISTRITO FEDERAL RELATOR :MIN. LUIZ FUX REQTE.(S) : DIRETORIA NACIONAL DO

Pg. 11. Supremo Tribunal Federal STF de 06/02/2018

competências constitucionais, como demonstrou. A plausibilidade jurídica das alegações deduzidas pelo Estado Autor aliada ao risco decorrente do quadro de indefinição a respeito da obtenção de

Regularização Fundiária Urbana de acordo com a Lei 13.465/17

Com a medida provisória n. 759 /2016, foi promulgada em 12/07/2017 a lei 13.465 que altera as regras para a regularização fundiária no Brasil, onde milhares de brasileiros serão beneficiados, pois

×