Artigo 1 da Lei nº 13.429 de 31 de Março de 2017

Lei nº 13.429 de 31 de Março de 2017

Altera dispositivos da Lei no 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros.
Art. 1o Os arts. 1o, 2o, 4o, 5o, 6o, 9o, 10, o parágrafo único do art. 11 e o art. 12 da Lei no 6.019, de 3 de janeiro de 1974, passam a vigorar com a seguinte redação:
“Art. 1o As relações de trabalho na empresa de trabalho temporário, na empresa de prestação de serviços e nas respectivas tomadoras de serviço e contratante regem-se por esta Lei.” (NR)
“Art. 2o Trabalho temporário é aquele prestado por pessoa física contratada por uma empresa de trabalho temporário que a coloca à disposição de uma empresa tomadora de serviços, para atender à necessidade de substituição transitória de pessoal permanente ou à demanda complementar de serviços.
§ 1o É proibida a contratação de trabalho temporário para a substituição de trabalhadores em greve, salvo nos casos previstos em lei.
§ 2o Considera-se complementar a demanda de serviços que seja oriunda de fatores imprevisíveis ou, quando decorrente de fatores previsíveis, tenha natureza intermitente, periódica ou sazonal.” (NR)
“Art. 4o Empresa de trabalho temporário é a pessoa jurídica, devidamente registrada no Ministério do Trabalho, responsável pela colocação de trabalhadores à disposição de outras empresas temporariamente.” (NR)
“Art. 5o Empresa tomadora de serviços é a pessoa jurídica ou entidade a ela equiparada que celebra contrato de prestação de trabalho temporário com a empresa definida no art. 4o desta Lei.” (NR)
“Art. 6o São requisitos para funcionamento e registro da empresa de trabalho temporário no Ministério do Trabalho:
a) (revogada);
b) (revogada);
c) (revogada);
d) (revogada);
e) (revogada);
f) (revogada);
I - prova de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), do Ministério da Fazenda;
II - prova do competente registro na Junta Comercial da localidade em que tenha sede;
III - prova de possuir capital social de, no mínimo, R$ 100.000,00 (cem mil reais).
Parágrafo único. (Revogado).” (NR)
“Art. 9o O contrato celebrado pela empresa de trabalho temporário e a tomadora de serviços será por escrito, ficará à disposição da autoridade fiscalizadora no estabelecimento da tomadora de serviços e conterá:
I - qualificação das partes;
II - motivo justificador da demanda de trabalho temporário;
III - prazo da prestação de serviços;
IV - valor da prestação de serviços;
V - disposições sobre a segurança e a saúde do trabalhador, independentemente do local de realização do trabalho.
§ 1o É responsabilidade da empresa contratante garantir as condições de segurança, higiene e salubridade dos trabalhadores, quando o trabalho for realizado em suas dependências ou em local por ela designado.
§ 2o A contratante estenderá ao trabalhador da empresa de trabalho temporário o mesmo atendimento médico, ambulatorial e de refeição destinado aos seus empregados, existente nas dependências da contratante, ou local por ela designado.
§ 3o O contrato de trabalho temporário pode versar sobre o desenvolvimento de atividades-meio e atividades-fim a serem executadas na empresa tomadora de serviços.” (NR)
“Art. 10. Qualquer que seja o ramo da empresa tomadora de serviços, não existe vínculo de emprego entre ela e os trabalhadores contratados pelas empresas de trabalho temporário.
§ 1o O contrato de trabalho temporário, com relação ao mesmo empregador, não poderá exceder ao prazo de cento e oitenta dias, consecutivos ou não.
§ 2o O contrato poderá ser prorrogado por até noventa dias, consecutivos ou não, além do prazo estabelecido no § 1o deste artigo, quando comprovada a manutenção das condições que o ensejaram.
§ 3o (VETADO).
§ 4o Não se aplica ao trabalhador temporário, contratado pela tomadora de serviços, o contrato de experiência previsto no parágrafo único do art. 445 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei nº 5.452, de 1o de maio de 1943.
§ 5o O trabalhador temporário que cumprir o período estipulado nos §§ 1o e 2o deste artigo somente poderá ser colocado à disposição da mesma tomadora de serviços em novo contrato temporário, após noventa dias do término do contrato anterior.
§ 6o A contratação anterior ao prazo previsto no § 5o deste artigo caracteriza vínculo empregatício com a tomadora.
§ 7o A contratante é subsidiariamente responsável pelas obrigações trabalhistas referentes ao período em que ocorrer o trabalho temporário, e o recolhimento das contribuições previdenciárias observará o disposto no art. 31 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991.” (NR)
“Art. 11. .......................................................................
Parágrafo único. (VETADO).” (NR)
“Art. 12. (VETADO).” (NR)

Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região TRT-3 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA : RO 0011798-45.2018.5.03.0057 MG 0011798-45.2018.5.03.0057

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 03ª REGIAO PROCESSO nº 0011798-45.2018.5.03.0057 (ROT) RECORRENTES: JOSE ALBERTO DA SILVA JUNIOR BIOIMAGEM SANTA MONICA LTDA,…

Andamento do Processo n. 0010625-76.2016.5.03.0179 - AIRR - 07/04/2021 do TST

Processo Nº AIRR-0010625-76.2016.5.03.0179 Complemento Processo Eletrônico Relator Min. Douglas Alencar Rodrigues Agravante CHARLES RIBEIRO COSTA Advogado Dr. Fabio Fazani (OAB: 145320-A/MG) Advogado…

Página 2907 da Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de 7 de Abril de 2021

acesso a tecnologias ou matérias-primas; (xii) menor alavancagem operacional, diminuindo a exposição da companhia a riscos e oscilações de balanço, pela redução de seus custos fixos; (xiii) maior…

Andamento do Processo n. 0000256-22.2014.5.03.0008 - ATOrd - 11/03/2021 do TRT-3

Processo Nº ATOrd-0000256-22.2014.5.03.0008 AUTOR OTIMAR MARTINS DE MELO ADVOGADO ADRIANA AURORA DE FARIA TORRES ALVES (OAB: 71198/MG) ADVOGADO Samuel Leite (OAB: 58495/MG) RÉU TELEMAR NORTE LESTE…

Andamento do Processo n. 0010519-40.2019.5.03.0008 - ATOrd - 11/03/2021 do TRT-3

Processo Nº ATOrd-0010519-40.2019.5.03.0008 AUTOR ELAINE CRISTINA FERREIRA FOSS ADVOGADO RAQUEL DE SOUZA DA SILVA(OAB: 153509/MG) RÉU PLANSUL PLANEJAMENTO E CONSULTORIA EIRELI ADVOGADO ALESSANDRA…

Andamento do Processo n. 0010519-40.2019.5.03.0008 - ATOrd - 11/03/2021 do TRT-3

Processo Nº ATOrd-0010519-40.2019.5.03.0008 AUTOR ELAINE CRISTINA FERREIRA FOSS ADVOGADO RAQUEL DE SOUZA DA SILVA(OAB: 153509/MG) RÉU PLANSUL PLANEJAMENTO E CONSULTORIA EIRELI ADVOGADO ALESSANDRA…

Página 2907 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 11 de Março de 2021

expressamente abolida pela Lei n.º 13.429/2017. Isso porque a sociedade, através de seus representantes eleitos, decidiu por considerar lícita a terceirização para todos os tipos de atividade, sem…

Página 3021 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 11 de Março de 2021

expressamente abolida pela Lei n.º 13.429/2017. Isso porque a sociedade, através de seus representantes eleitos, decidiu por considerar lícita a terceirização para todos os tipos de atividade, sem…

Página 3028 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 11 de Março de 2021

um setor se comunicarem a outros; e (xv) melhor adaptação a diferentes requerimentos de administração, know-how e estrutura, para setores e atividades distintas. 6. A Administração Pública, pautada…

Andamento do Processo n. 0001635-95.2014.5.03.0008 - ATSum - 09/03/2021 do TRT-3

Processo Nº ATSum-0001635-95.2014.5.03.0008 AUTOR GABRIELI RODRIGUES JACINTO ADVOGADO MARINA ANDREIA DE NAZARE SILVA(OAB: 105512/MG) RÉU CLARO S.A. ADVOGADO LEILA AZEVEDO SETTE(OAB: 22864/MG) RÉU…

Termo ou Assunto relacionado