Artigo 18 da Lei nº 13.709 de 14 de Agosto de 2018

Lei nº 13.709 de 14 de Agosto de 2018

Dispõe sobre a proteção de dados pessoais e altera a Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014 (Marco Civil da Internet).
Art. 18. O titular dos dados pessoais tem direito a obter do controlador, em relação aos dados do titular por ele tratados, a qualquer momento e mediante requisição:
I - confirmação da existência de tratamento;
II - acesso aos dados;
III - correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados;
IV - anonimização, bloqueio ou eliminação de dados desnecessários, excessivos ou tratados em desconformidade com o disposto nesta Lei;
V - portabilidade dos dados a outro fornecedor de serviço ou produto, mediante requisição expressa e observados os segredos comercial e industrial, de acordo com a regulamentação do órgão controlador;
(Revogado)
V - portabilidade dos dados a outro fornecedor de serviço ou produto, mediante requisição expressa, de acordo com a regulamentação da autoridade nacional, observados os segredos comercial e industrial; (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência
VI - eliminação dos dados pessoais tratados com o consentimento do titular, exceto nas hipóteses previstas no art. 16 desta Lei;
VII - informação das entidades públicas e privadas com as quais o controlador realizou uso compartilhado de dados;
VIII - informação sobre a possibilidade de não fornecer consentimento e sobre as consequências da negativa;
IX - revogação do consentimento, nos termos do § 5º do art. 8º desta Lei.
§ 1º O titular dos dados pessoais tem o direito de peticionar em relação aos seus dados contra o controlador perante a autoridade nacional.
§ 2º O titular pode opor-se a tratamento realizado com fundamento em uma das hipóteses de dispensa de consentimento, em caso de descumprimento ao disposto nesta Lei.
§ 3º Os direitos previstos neste artigo serão exercidos mediante requerimento expresso do titular ou de representante legalmente constituído, a agente de tratamento.
§ 4º Em caso de impossibilidade de adoção imediata da providência de que trata o § 3º deste artigo, o controlador enviará ao titular resposta em que poderá:
I - comunicar que não é agente de tratamento dos dados e indicar, sempre que possível, o agente; ou
II - indicar as razões de fato ou de direito que impedem a adoção imediata da providência.
§ 5º O requerimento referido no § 3º deste artigo será atendido sem custos para o titular, nos prazos e nos termos previstos em regulamento.
§ 6º O responsável deverá informar, de maneira imediata, aos agentes de tratamento com os quais tenha realizado uso compartilhado de dados a correção, a eliminação, a anonimização ou o bloqueio dos dados, para que repitam idêntico procedimento, exceto nos casos em que esta comunicação seja comprovadamente impossível ou implique esforço desproporcional. (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência
§ 7º A portabilidade dos dados pessoais a que se refere o inciso V do caput deste artigo não inclui dados que já tenham sido anonimizados pelo controlador.
§ 8º O direito a que se refere o § 1º deste artigo também poderá ser exercido perante os organismos de defesa do consumidor.
Aline Barros, Advogado
mês passado

A LGPD entrou em vigor, e agora?

ou ingressar na esfera judicial. De acordo com o artigo 18 da Lei 13.709/2018, a LGPD, o titular dos dados tem o direito... de Proteção de Dados, em 18/09/2020 passou a vigorar em nosso país a lei

Telemedicina, dados sensíveis e LGPD.

a importância da anonimização prevista no inciso IV do art. 18, da Lei 13.709/2018 – LGPD, que assegura ao titular do dado... 467/2020 do Ministério da Saúde recepcionou a Lei 13.709/2018 – …

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO : AI 0064227-33.2019.8.19.0000

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Décima Sétima Câmara Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº: 0064227-33.2019.8.19.0000 AGRAVANTE: FLORATTA 2013 FARMACIA DE MANIPULAÇÕES LTDA. – ME AGRAVADO:…

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO : AI 0064227-33.2019.8.19.0000

permitir o acesso a dados requeridos pelo usuário (art. 19, I e II, da Lei 13.709/2018). De sua parte, a ré/agravada não..., da Lei 13.709/2018. Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro …

Andamento do Processo n. 1009729-48.2019.8.26.0008 - Procedimento Comum Cível - Práticas Abusivas - 09/10/2019 do TJSP

Processo 1009729-48.2019.8.26.0008 - Procedimento Comum Cível - Práticas Abusivas - Enterprise Transportes Internacionais Ltda. - Global Solutions Comercio Serviços Importação Exportação Ltda Me -…

Página 3451 da Judicial - 1ª Instância - Capital do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 9 de Outubro de 2019

expedição de Carta AR DIGITAL - CORRESPONDÊNCIA GERADA NOS PROCESSOS DIGITAIS (correspondência unipaginada com AR digital), código 120-1, sendo uma diligência para cada réu/endereços, OU a condução…

Ensaio sobre a Lei Geral de Proteção de Dados brasileira

Daniel Martins Vidor [1] Este trabalho não se constitui em uma orientação jurídica. O autor recomenda fortemente que casos jurídicos devem ser analisados e conduzidos por um profissional regularmente…

Página 1808 do Diário de Justiça do Distrito Federal (DJDF) de 30 de Abril de 2019

Tratando-se de empresa de recuperação de créditos, a cobrança indevida e excessiva, por meio de excessivas ligações, constrange o consumidor e gera o dano passível de compensação. II - A conduta da…

A nova Resolução do CFO, liberou o uso de imagens nas Redes Sociais?

Foi anunciado na data de 31/01/2019, a nova Resolução 196/2019 , pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), antes mesmo de chegar, elá já estava envolvida em grandes polemicas, boa parte dos…

Termo ou Assunto relacionado