Artigo 7 da Lei nº 13.709 de 14 de Agosto de 2018

Lei nº 13.709 de 14 de Agosto de 2018

Dispõe sobre a proteção de dados pessoais e altera a Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014 (Marco Civil da Internet).
Art. 7º O tratamento de dados pessoais somente poderá ser realizado nas seguintes hipóteses:
I - mediante o fornecimento de consentimento pelo titular;
II - para o cumprimento de obrigação legal ou regulatória pelo controlador;
III - pela administração pública, para o tratamento e uso compartilhado de dados necessários à execução de políticas públicas previstas em leis e regulamentos ou respaldadas em contratos, convênios ou instrumentos congêneres, observadas as disposições do Capítulo IV desta Lei;
IV - para a realização de estudos por órgão de pesquisa, garantida, sempre que possível, a anonimização dos dados pessoais;
V - quando necessário para a execução de contrato ou de procedimentos preliminares relacionados a contrato do qual seja parte o titular, a pedido do titular dos dados;
VI - para o exercício regular de direitos em processo judicial, administrativo ou arbitral, esse último nos termos da Lei nº 9.307, de 23 de setembro de 1996 (Lei de Arbitragem) ;
VII - para a proteção da vida ou da incolumidade física do titular ou de terceiro;
VIII - para a tutela da saúde, em procedimento realizado por profissionais da área da saúde ou por entidades sanitárias;
VIII - para a tutela da saúde, exclusivamente, em procedimento realizado por profissionais de saúde, serviços de saúde ou autoridade sanitária; (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência
IX - quando necessário para atender aos interesses legítimos do controlador ou de terceiro, exceto no caso de prevalecerem direitos e liberdades fundamentais do titular que exijam a proteção dos dados pessoais; ou
X - para a proteção do crédito, inclusive quanto ao disposto na legislação pertinente.
§ 1º Nos casos de aplicação do disposto nos incisos II e III do caput deste artigo e excetuadas as hipóteses previstas no art. 4º desta Lei, o titular será informado das hipóteses em que será admitido o tratamento de seus dados.
(Revogado pela Medida Provisória nº 869, de 2018)
§ 1º (Revogado). (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019)
§ 2º A forma de disponibilização das informações previstas no § 1º e no inciso I do caput do art. 23 desta Lei poderá ser especificada pela autoridade nacional.
(Revogado pela Medida Provisória nº 869, de 2018)
§ 2º (Revogado). (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência
§ 3º O tratamento de dados pessoais cujo acesso é público deve considerar a finalidade, a boa-fé e o interesse público que justificaram sua disponibilização.
§ 4º É dispensada a exigência do consentimento previsto no caput deste artigo para os dados tornados manifestamente públicos pelo titular, resguardados os direitos do titular e os princípios previstos nesta Lei.
§ 5º O controlador que obteve o consentimento referido no inciso I do caput deste artigo que necessitar comunicar ou compartilhar dados pessoais com outros controladores deverá obter consentimento específico do titular para esse fim, ressalvadas as hipóteses de dispensa do consentimento previstas nesta Lei.
§ 6º A eventual dispensa da exigência do consentimento não desobriga os agentes de tratamento das demais obrigações previstas nesta Lei, especialmente da observância dos princípios gerais e da garantia dos direitos do titular.
§ 7º O tratamento posterior dos dados pessoais a que se referem os §§ 3º e 4º deste artigo poderá ser realizado para novas finalidades, desde que observados os propósitos legítimos e específicos para o novo tratamento e a preservação dos direitos do titular, assim como os fundamentos e os princípios previstos nesta Lei. (Incluído pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência

Página 857 da Judicial - 2ª Instância do Diário de Justiça do Estado de São Paulo (DJSP) de 23 de Outubro de 2020

que a divulgação deste vídeo poderia configurar infração à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, Lei não 13.709/2.018, dispõe... juntada devem ser apresentadas exclusivamente por meio …

Envio de Auto de Infração para Pessoa Física

, o Fisco segundo o artigo 7º da Lei 13.709/2018, está autorizado a tratar dados pessoais sem a necessidade de expresso... estabelecida pelo art. 5º , do Decreto . 70.235/72: "Art. 5º Os prazos …

Andamento do Processo n. 0000381-40.2020.5.23.0002 - PAP - 01/10/2020 do TRT-23

, fundamentando sua recusa no art. 7º da Lei n. 13.709 /2018. Como se nota, a despeito do requerimento do Requerente...Andamento do Processo n. 0000381-40.2020.5.23.0002 - PAP - 01/10/2020 do TRT-23 …

Andamento do Processo n. 0000381-40.2020.5.23.0002 - PAP - 01/10/2020 do TRT-23

, fundamentando sua recusa no art. 7º da Lei n. 13.709 /2018. Como se nota, a despeito do requerimento do Requerente, a Requerida...Andamento do Processo n. 0000381-40.2020.5.23.0002 - PAP - …
Nayara Felix, Advogado
mês passado

Como adaptar Contratos à Lei Geral de Proteção de Dados - LGPD

identificada ou identificável (artigo 5º , I , da Lei 13.709 /2018). Isso quer dizer: Dados Pessoais são... que será necessário elaborar novas cláusulas, conforme os princípios da lei, dispostos no …
Marcio Sarquis, Advogado
mês passado

Lei Geral de Proteção de Dados na Saúde

norma legal). No artigo 7º da Lei 13.709/2018, em seu inciso I, o legislador deixou claro que, uma das hipóteses para... da Lei de . 13.709/2018, focalizando o seu impacto na área da saúde, sem a …

A LGPD como proteção da liberdade e privacidade do consumidor

assim que entrará em vigor a Lei 13.709/18 (Lei de Proteção de Dados - LGPD) que regulamenta a política de proteção de dados... ao encontro das disposições contidas na Lei Geral de Proteção de …

Página 14 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 1 de Setembro de 2020

na Lei 13.709 , de 14 de agosto de 2018, e na Portaria MF 457, de 8 de dezembro de 2016, resolve: Art. 1º... o § 2º, Art. 11 , da Lei 13.709 , de 14 de agosto de 2018 (Lei Geral de …

Desmistificando a LGPD sem terrorismo – Parte I

todo e qualquer processo de contratação extremamente burocrático. Mas, repetimos, este viés é uma falácia . O Art. 7º da Lei 13.709.... 1º da Lei 13.709/2018). Um dos requisitos utilizados …
Camila Lima, Estudante de Direito
há 2 meses

Quando utilizar o legítimo interesse como base legal no tratamento de dados pessoais?

-Publication.pdf . Acesso em: 24/05/2020. [9] BRASIL. LEI 13.709, DE 14 DE AGOSTO DE 2018. Lei Geral de Proteção... a hipótese do legítimo interesse, a qual está normatizada no art. 7º, XI da Lei

Termo ou Assunto relacionado