Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
25 de julho de 2017
Artigo 2 da Lei nº 11.952 de 25 de Junho de 2009

Art. 2 da Lei 11952/09

Lei nº 11.952 de 25 de Junho de 2009

Dispõe sobre a regularização fundiária das ocupações incidentes em terras situadas em áreas da União, no âmbito da Amazônia Legal; altera as Leis nos 8.666, de 21 de junho de 1993, e 6.015, de 31 de dezembro de 1973; e dá outras providências.

Art. 2o Para os efeitos desta Lei, entende-se por:

I - ocupação direta: aquela exercida pelo ocupante e sua família;

II - ocupação indireta: aquela exercida somente por interposta pessoa;

III - exploração direta: atividade econômica exercida em imóvel rural, praticada diretamente pelo ocupante com o auxílio de seus familiares, ou com a ajuda de terceiros, ainda que assalariados;

III - exploração direta: atividade econômica exercida em imóvel rural e gerenciada diretamente pelo ocupante com o auxílio de seus familiares, de terceiros, ainda que sejam assalariados, ou por meio de pessoa jurídica de cujo capital social ele seja titular majoritário ou integral; (Redação dada pela Lei nº 13.465, de 2017)

IV - exploração indireta: atividade econômica exercida em imóvel rural por meio de preposto ou assalariado;

IV - exploração indireta: atividade econômica exercida em imóvel rural e gerenciada, de fato ou de direito, por terceiros, que não sejam os requerentes; (Redação dada pela Lei nº 13.465, de 2017)

V - cultura efetiva: exploração agropecuária, agroindustrial, extrativa, florestal, pesqueira ou outra atividade similar, mantida no imóvel rural e com o objetivo de prover subsistência dos ocupantes, por meio da produção e da geração de renda;

V - cultura efetiva: exploração agropecuária, agroindustrial, extrativa, florestal, pesqueira, de turismo ou outra atividade similar que envolva a exploração do solo; (Redação dada pela Lei nº 13.465, de 2017)

VI - ocupação mansa e pacífica: aquela exercida sem oposição e de forma contínua;

VII - ordenamento territorial urbano: planejamento da área urbana, de expansão urbana ou de urbanização específica, que considere os princípios e diretrizes da Lei no 10.257, de 10 de julho de 2001, e inclua, no mínimo, os seguintes elementos:

a) delimitação de zonas especiais de interesse social em quantidade compatível com a demanda de habitação de interesse social do Município;

b) diretrizes e parâmetros urbanísticos de parcelamento, uso e ocupação do solo urbano;

c) diretrizes para infraestrutura e equipamentos urbanos e comunitários; e

d) diretrizes para proteção do meio ambiente e do patrimônio cultural;

VIII - concessão de direito real de uso: cessão de direito real de uso, onerosa ou gratuita, por tempo certo ou indeterminado, para fins específicos de regularização fundiária; e

IX - alienação: doação ou venda, direta ou mediante licitação, nos termos da Lei no 8.666, de 21 de junho de 1993, do domínio pleno das terras previstas no art. 1o.

X - área urbana: a definição levará em consideração, para fins do disposto nesta Lei, o critério da destinação. (Incluído pela Lei nº 13.465, de 2017)

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 829658 AP 2015/0309217-5

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 829.658 - AP (2015/0309217-5) RELATOR : MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO AGRAVANTE : HERNANDES COSTA BATISTA ADVOGADO : CLAUDIO JOSÉ DA FONSECA LIMA - AP001593 AGRAVADO : JURACI DA SILVA TEIXEIRA ADVOGADO : MARIA DAS GRACAS REGO DE JESUS - AP001609 AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. PROCESSO C...

Pg. 3978. Superior Tribunal de Justiça STJ de 26/04/2017

Superior Tribunal de Justiça (cf. Enunciado Administrativo n. 2/STJ). Ato contínuo, quanto à alegada ofensa ao art. 166 do CC/02, exsurge deficiente a fundamentação recursal, pois o recorrente

Inteiro Teor. RELATÓRIO DE AUDITORIA: RA 1585920142

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 015.859/2014-2 1 GRUPO I – CLASSE I – Plenário TC 015.859/2014-2. Natureza: Pedido de Reexame (Relatório de Auditoria). Órgãos: Ministério do Desenvolvimento Agrário -

Pg. 58. Diário Oficial do Estado do Mato Grosso DOEMT de 17/02/2016

a) até 36 (trinta e seis) vezes, não podendo a parcela mensal ser inferior a R$ 100,00 (cem reais); b) até 24 (vinte e quatro) vezes, não podendo a parcela mensal ser inferior a R$ 75,00 (setenta e

Pg. 87. Diário Oficial do Estado do Mato Grosso DOEMT de 30/09/2015

INSTITUTO DE TERRAS DE MATO GROSSO PORTARIA Nº 24, DE 30 DE SETEMBRO DE 2015 Dispõe sobre os procedimentos para regularização fundiária de ocupações incidentes em terras situadas em áreas rurais nas

Inteiro Teor. : 1585920142

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO TC 015.859/2014-2 GRUPO II – CLASSE V – Plenário TC 015.859/2014-2 Natureza: Relatório de Auditoria Órgãos/Entidades: Ministério do Desenvolvimento Agrário (vinculador);

Pg. 27. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 14/07/2014

acompanhamento do órgão ambiental competente; de acordo com a instrução do Processo DNPM nº 48401.810428/2013-08, a conclusão do Departamento Nacional de Produção Mineral, por meio do Ofício nº

Pg. 3. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 25/02/2014

48424.884037/2012-72, 48424.884038/2012-17, 48424.884039/2012-61, 48424.884040/2012-96, 48424.884041/2012-31, 48424.884042/2012-85, 48424.884043/2012-84, 48424.884044/2012-74, 48424.884045/2012-19,

Pg. 8. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 18/11/2013

N 145 - Dar Assentimento Prévio a WAGNER PLANAS, CPF nº 152.914.489-20, para pesquisar cobre, em uma área de 1.000,19ha, no local denominado Linha Planolândia, no município de Lindoeste, na faixa de

Pg. 9. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 18/11/2013

N 162 - Dar Assentimento Prévio à SECRETARIA EXTRAORDINÁRIA DE REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NA AMAZÔNIA LEGAL - SERFAL, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário - MDA, para proceder à

×