Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
22 de julho de 2017
Código de Ética e Disciplina da OAB

Código de Ética e Disciplina da OAB

Adicione uma descrição a este tópico. Editar

caracteres restantes

Cancelar
Desembargador fará atendimento remoto via Skype a advogados

Uma medida aparentemente simples, mas de importante alcance social, será inaugurada pelo desembargador José Arthur Filho, integrante da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Geris (TJMG): o

Imunidade profissional de advogado não é absoluta, decide Turma Recursal

A Turma Julgadora Cível e Criminal da 6ª Região decidiu que é necessário estabelecer limites à previsão de imunidade profissional contida no Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Dessa

Rodrigues S. Sousa

Rodrigues S. Sousa -

10 razões pelo qual o Advogado deve blogar
10 razões pelo qual o Advogado deve blogar

O advogado deve observar o Código de Ética quanto ao empenho nas propagandas, porém, é útil conhecer que algumas formas de comunicar livremente são tão eficaz quanto os meios pagos...

Fatima Burégio

Fatima Burégio -

Processo Ético Disciplinar da OAB agora é por meio eletrônico
Processo Ético Disciplinar da OAB agora é por meio eletrônico

A OAB Federal, através do provimento 176/17 regulamentou o processo Ético Disciplinar por meio eletrônico. Assim, doravante, os advogados responderão os respectivos processos virtu...

Marketing Jurídico - Estratégia eficaz para prospectar clientes na advocacia
Marketing Jurídico - Estratégia eficaz para prospectar clientes na advocacia

Mesmo diante das restrições no uso de publicidade para divulgação dos serviços jurídicos impostas pelo Código de Ética e Disciplina dos advogados, muitos escritórios estão consegui...

[Questão de Concurso] Estatuto da Advocacia e da OAB - Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina
[Questão de Concurso] Estatuto da Advocacia e da OAB - Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina

(OAB Exame de Ordem Unificado - XXII - 2017): Marcelo, renomado advogado, foi convidado para participar de matéria veiculada pela Internet, por meio de portal de notícias, com a fi...

STJ mantém honorários advocatícios de mais de R$ 30 milhões
STJ mantém honorários advocatícios de mais de R$ 30 milhões

Em decisão unânime, a Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) que condenou o Banco Santander a pagar ho...

Andamento do Processo n. 1003867-58.2017.8.26.0011 - Procedimento Comum - Cláusulas Abusivas - 09/06/2017 do TJSP

Processo 1003867-58.2017.8.26.0011 - Procedimento Comum - Cláusulas Abusivas - Ced - Centro de Ensino A Distância Ltda - Epp - - Paulo Fabiano dos Santos - - Sebastião Luiz de Almeida Ribeiro - BANCO

[Ebook Gratuito] Networking para captar clientes na advocacia
[Ebook Gratuito] Networking para captar clientes na advocacia

O número de profissionais do Direito duplicou nos últimos dez anos, passando de cerca de 500 mil advogados em 2006 para mais de 1 milhão no final de 2016. Os dados são do Anuário d...

Vinicius Gomes

Vinicius Gomes -

Publicidade na advocacia
Publicidade na advocacia

A atividade advocatícia tem a natureza de função essencial à Justiça, além disso, o serviço prestado pelo advogado é um serviço público de função social. A importância do constitui...

Resultados da busca Jusbrasil para "Código de Ética e Disciplina da OAB"

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 705269 SP 2004/0166580-2 (STJ)

Data de publicação: 05/05/2008

Ementa: PROCESSO CIVIL. PROCEDIMENTO SUMÁRIO. AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO E JULGAMENTO. COMPARECIMENTO PESSOAL DO AUTOR. COISA JULGADA. EXTINÇÃO DO PROCESSO. IMPOSSIBILIDADE. REALIZAÇÃO DE NOVA AUDIÊNCIA. ART. 23 DO CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB. INAPLICABILIDADE. 1. A teor do disposto no art. 277 , § 3º , do CPC , na audiência de conciliação e julgamento promovida no procedimento sumário, a parte autora não necessita comparecer pessoalmente, sendo bastante a presença de seu advogado dotado de poderes expressos para transigir. 2. Em respeito ao postulado do respeito à coisa julgado, não mais pode ser revista no julgamento da apelação a matéria decidida pelo Tribunal a quo em sede de agravo de instrumento. 3. As disposições inscritas no art. 38 do CPC , com a redação dada pela Lei nº 8.952 /1994, não exigem o reconhecimento da firma do outorgante na hipótese de concessão poderes gerais ou especiais para o foro. Precedentes. 4. Em não havendo o comparecimento pessoal do autor na audiência de conciliação no procedimento sumário, deve o magistrado, ao invés de extinguir o feito, determinar a realização de nova audiência com base no disposto no art. 331 , §§ 1º e 2º , do CPC . 5. As disposições inscritas no art. 23 do Código de Ética e Disciplina da OAB – regulamento destinado a firmar as normas de conduta dos advogados, sobretudo no âmbito no âmbito administrativo da OAB –, não tem o condão de afastar a possibilidade prevista na legislação processual civil de regência ( CPC , art. 267 , § 3º , do CPC ) de autor fazer-se representar pelo seu patrono. 6. Recurso parcialmente conhecido e provido

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 705269 SP 2004/0166580-2 (STJ)

Data de publicação: 05/05/2008

Ementa: PROCESSO CIVIL. PROCEDIMENTO SUMÁRIO. AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO E JULGAMENTO. COMPARECIMENTO PESSOAL DO AUTOR. COISA JULGADA. EXTINÇÃO DO PROCESSO. IMPOSSIBILIDADE. REALIZAÇÃO DE NOVA AUDIÊNCIA. ART. 23 DO CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB. INAPLICABILIDADE. 1. A teor do disposto no art. 277 , § 3º , do CPC , na audiência de conciliação e julgamento promovida no procedimento sumário, a parte autora não necessita comparecer pessoalmente, sendo bastante a presença de seu advogado dotado de poderes expressos para transigir. 2. Em respeito ao postulado do respeito à coisa julgado, não mais pode ser revista no julgamento da apelação a matéria decidida pelo Tribunal a quo em sede de agravo de instrumento. 3. As disposições inscritas no art. 38 do CPC , com a redação dada pela Lei nº 8.952 /1994, não exigem o reconhecimento da firma do outorgante na hipótese de concessão poderes gerais ou especiais para o foro. Precedentes. 4. Em não havendo o comparecimento pessoal do autor na audiência de conciliação no procedimento sumário, deve o magistrado, ao invés de extinguir o feito, determinar a realização de nova audiência com base no disposto no art. 331 , §§ 1º e 2º , do CPC . 5. As disposições inscritas no art. 23 do Código de Ética e Disciplina da OAB – regulamento destinado a firmar as normas de conduta dos advogados, sobretudo no âmbito no âmbito administrativo da OAB –, não tem o condão de afastar a possibilidade prevista na legislação processual civil de regência ( CPC , art. 267 , § 3º , do CPC ) de autor fazer-se representar pelo seu patrono. 6. Recurso parcialmente conhecido e provido.

Encontrado em: CET:****** ANO:1995 ART :00023 CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB LJE-95 LEG:FED LEI: 009099... ED ., FLORIANÓPOLIS, OAB/SC, 2006, P. 213.. SÉRGIO SAHIONE FADEL CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL COMENTADO,... DE 1973 LEG:FED LEI: 008952 ANO:1994 CEDA-95 LEG:FED CET:****** ANO:1995 ART :00023 CÓDIGO DE ÉTICA...

TJ-RS - Recurso Cível 71003234788 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 14/05/2012

Ementa: AÇÃO DE RESSARCIMENTO. AUSÊNCIA DE CONTRATO ESCRITO RELATIVO A HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. DESATENDIMENTO DO CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB . IMPOSSIBILIDADE DE RETENÇÃO DE VALOR RECEBIDO POR MEIO DE ALVARÁ JUDICIAL, PERTENCENTE À PARTE. DEVIDA A RESTITUIÇÃO. NECESSIDADE DE ARBITRAMENTO DE HONORÁRIOS EM AÇÃO PRÓPRIA NO JUÍZO COMUM. INCOMPETÊNCIA DO JUIZADO. NECESSIDADE DE PROVA PERICIAL. RECUSO IMPROVIDO. (Recurso Cível Nº 71003234788, Segunda Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Alexandre de Souza Costa Pacheco, Julgado em 09/05/2012)

×