Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
21 de janeiro de 2019
Código de Ética e Disciplina da OAB

Código de Ética e Disciplina da OAB

Adicione uma descrição a este tópico. Editar

caracteres restantes

Cancelar
Gostaria de acompanhar Código de Ética e Disciplina da OAB?
Seja avisado sempre que houver novas publicações com o nome escolhido no Jusbrasil
Acompanhar nome
Separação de honorários advocatícios: Como funciona? (+) MODELO

, de 4 de julho de 1995. Dispõe sobre o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Diário Oficial... 8.906 /94 ( Estatuto da Advocacia e da Ordem dos Advogados do Brasil ) prevê, em seu art. 22 , § 4º , o instituto...) NOME DO ADVOGADO , brasileiro, estado civil XXX, CPF XXX, OAB XXX, com endereço p...

Hábitos que você deve evitar no Ambiente de Trabalho

Todo mundo tem pequenos defeitos e devemos aceitá-los, assim como queremos que respeitem nossas características individuais, mas essa regra de tolerância e convivência não é desculpa para todo e

Erros graves cometidos por advogados recém-contratados

Erros graves cometidos por advogados recém-contratados Começar trabalhar em um escritório de advocacia não é uma tarefa... fácil. Pois se você é um advogado recém-contratado, terá a tarefa de conhecer os profissionais que ali trabalham..., e quais os tipos de personalidades existem no ambiente, por isso alguns advogado...

Amanda Martins

Amanda Martins -

Qual relação o advogado deve ter com seu cliente.

Qual relação o advogado deve ter com seu cliente. Esse tema é tratado no código de ética e disciplina da OAB e retrata..., lembrando que há necessidade do conhecimento do cliente. Código de ética e disciplina da OAB: Art. 8º O advogado deve... ou privilegiadas que lhe tenham sido confiadas. Art. 20. O advogado deve abs...

Sergio Merola

Sergio Merola -

Por que o Kakay não precisa fazer marketing digital (mas você precisa)

a ele? A resposta é uma só: AUTORIDADE ! Como a autoridade ajuda um advogado? A autoridade é o requisito mais importante... que um advogado pode ter para conseguir fechar bons contratos com os seus clientes. Quando o profissional consegue...: marketing digital! O marketing digital, quando bem feito, é capaz de gerar a...

Causa ganha: por que seu advogado não pode prometer isso?

deste profissional. Esta afirmação é um mito bem comum no âmbito do direito. Mas de acordo com o código de Ética e Disciplina da Ordem... dos Advogados do Brasil, prometer isso ao cliente é totalmente errado. O artigo 8º do código de Ética diz que: “O advogado... que logo te responderemos. www.soraiamazarao.adv.br fon...

A lamentável omissão da OAB nas agressões contra Advogados

pelo artigo 2º do Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil.(...) Assim é porque, em conformidade...A lamentável omissão da OAB nas agressões contra Advogados Há dois dias (11 de dezembro de 2.018), fiz uma live [1...-nos, contudo, que os dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil esqueceram essa ...

Concept Law

Concept Law -

A Internet, o Impacto na Advocacia e as Novas Oportunidades

: Impacto da Internet na contratação de advogados; A importância do site para o escritório de advocacia; Beleza põe mesa...: avaliando o design do seu site. Impacto da Internet na contratação de advogados O advogado que entrou no mercado há 20, 30.... Os potenciais clientes que o advogado desse período possuía estavam ...

5 cuidados que um advogado deve ter ao usar as redes sociais

de Ética e Disciplina da OAB. Se você é advogado e usa plataformas e recursos digitais como parte do seu planejamento... de Ética e Disciplinada OAB determina que o advogado deve se abster de “responder com habitualidade consulta... nas redes sociais. O Código de Ética e Disciplina da OAB proíbe a divulgação da advoca...

Caroline Pagani

Caroline Pagani -

Como Iniciar um Planejamento de Marketing no seu Escritório

Amanhã você já pode iniciar seu plano de marketing. Primeiramente você precisa definir seu público alvo para então poder produzir conteúdo, saber quem você quer atingir. Para isso faça as responda as

Resultados da busca Jusbrasil para "Código de Ética e Disciplina da OAB"

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 705269 SP 2004/0166580-2 (STJ)

Data de publicação: 05/05/2008

Ementa: PROCESSO CIVIL. PROCEDIMENTO SUMÁRIO. AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO E JULGAMENTO. COMPARECIMENTO PESSOAL DO AUTOR. COISA JULGADA. EXTINÇÃO DO PROCESSO. IMPOSSIBILIDADE. REALIZAÇÃO DE NOVA AUDIÊNCIA. ART. 23 DO CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB. INAPLICABILIDADE. 1. A teor do disposto no art. 277 , § 3º , do CPC , na audiência de conciliação e julgamento promovida no procedimento sumário, a parte autora não necessita comparecer pessoalmente, sendo bastante a presença de seu advogado dotado de poderes expressos para transigir. 2. Em respeito ao postulado do respeito à coisa julgado, não mais pode ser revista no julgamento da apelação a matéria decidida pelo Tribunal a quo em sede de agravo de instrumento. 3. As disposições inscritas no art. 38 do CPC , com a redação dada pela Lei nº 8.952 /1994, não exigem o reconhecimento da firma do outorgante na hipótese de concessão poderes gerais ou especiais para o foro. Precedentes. 4. Em não havendo o comparecimento pessoal do autor na audiência de conciliação no procedimento sumário, deve o magistrado, ao invés de extinguir o feito, determinar a realização de nova audiência com base no disposto no art. 331 , §§ 1º e 2º , do CPC . 5. As disposições inscritas no art. 23 do Código de Ética e Disciplina da OAB – regulamento destinado a firmar as normas de conduta dos advogados, sobretudo no âmbito no âmbito administrativo da OAB –, não tem o condão de afastar a possibilidade prevista na legislação processual civil de regência ( CPC , art. 267 , § 3º , do CPC ) de autor fazer-se representar pelo seu patrono. 6. Recurso parcialmente conhecido e provido

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 705269 SP 2004/0166580-2 (STJ)

Data de publicação: 05/05/2008

Ementa: PROCESSO CIVIL. PROCEDIMENTO SUMÁRIO. AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO E JULGAMENTO. COMPARECIMENTO PESSOAL DO AUTOR. COISA JULGADA. EXTINÇÃO DO PROCESSO. IMPOSSIBILIDADE. REALIZAÇÃO DE NOVA AUDIÊNCIA. ART. 23 DO CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB. INAPLICABILIDADE. 1. A teor do disposto no art. 277 , § 3º , do CPC , na audiência de conciliação e julgamento promovida no procedimento sumário, a parte autora não necessita comparecer pessoalmente, sendo bastante a presença de seu advogado dotado de poderes expressos para transigir. 2. Em respeito ao postulado do respeito à coisa julgado, não mais pode ser revista no julgamento da apelação a matéria decidida pelo Tribunal a quo em sede de agravo de instrumento. 3. As disposições inscritas no art. 38 do CPC , com a redação dada pela Lei nº 8.952 /1994, não exigem o reconhecimento da firma do outorgante na hipótese de concessão poderes gerais ou especiais para o foro. Precedentes. 4. Em não havendo o comparecimento pessoal do autor na audiência de conciliação no procedimento sumário, deve o magistrado, ao invés de extinguir o feito, determinar a realização de nova audiência com base no disposto no art. 331 , §§ 1º e 2º , do CPC . 5. As disposições inscritas no art. 23 do Código de Ética e Disciplina da OAB – regulamento destinado a firmar as normas de conduta dos advogados, sobretudo no âmbito no âmbito administrativo da OAB –, não tem o condão de afastar a possibilidade prevista na legislação processual civil de regência ( CPC , art. 267 , § 3º , do CPC ) de autor fazer-se representar pelo seu patrono. 6. Recurso parcialmente conhecido e provido.

Encontrado em: CET:****** ANO:1995 ART :00023 CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB LJE-95 LEG:FED LEI: 009099... ED ., FLORIANÓPOLIS, OAB/SC, 2006, P. 213.. SÉRGIO SAHIONE FADEL CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL COMENTADO,... DE 1973 LEG:FED LEI: 008952 ANO:1994 CEDA-95 LEG:FED CET:****** ANO:1995 ART :00023 CÓDIGO DE ÉTICA...

TJ-RS - Recurso Cível 71003234788 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 14/05/2012

Ementa: AÇÃO DE RESSARCIMENTO. AUSÊNCIA DE CONTRATO ESCRITO RELATIVO A HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. DESATENDIMENTO DO CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB . IMPOSSIBILIDADE DE RETENÇÃO DE VALOR RECEBIDO POR MEIO DE ALVARÁ JUDICIAL, PERTENCENTE À PARTE. DEVIDA A RESTITUIÇÃO. NECESSIDADE DE ARBITRAMENTO DE HONORÁRIOS EM AÇÃO PRÓPRIA NO JUÍZO COMUM. INCOMPETÊNCIA DO JUIZADO. NECESSIDADE DE PROVA PERICIAL. RECUSO IMPROVIDO. (Recurso Cível Nº 71003234788, Segunda Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Alexandre de Souza Costa Pacheco, Julgado em 09/05/2012)

×