Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
20 de novembro de 2017
Parágrafo 5 Artigo 4 da Lei nº 12.850 de 02 de Agosto de 2013

Art. 4, § 5 da Lei 12850/13

Lei nº 12.850 de 02 de Agosto de 2013

Define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal, os meios de obtenção da prova, infrações penais correlatas e o procedimento criminal; altera o Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 ( Código Penal ); revoga a Lei no 9.034, de 3 de maio de 1995; e dá outras providências.

Art. 4o O juiz poderá, a requerimento das partes, conceder o perdão judicial, reduzir em até 2/3 (dois terços) a pena privativa de liberdade ou substituí-la por restritiva de direitos daquele que tenha colaborado efetiva e voluntariamente com a investigação e com o processo criminal, desde que dessa colaboração advenha um ou mais dos seguintes resultados:

§ 5o Se a colaboração for posterior à sentença, a pena poderá ser reduzida até a metade ou será admitida a progressão de regime ainda que ausentes os requisitos objetivos.

MV

Mauro Viveiros -

A Extensão de Efeitos: Colaboração Premiada

É possível estender efeitos de decisão, que concede medidas cautelares a colaborador, a corréus não colaboradores? Mauro Viveiros* A questão do título é uma entre tantas que se pode apresentar no

EBRADI

EBRADI -

Michel Temer: uma análise da delação premiada
Michel Temer: uma análise da delação premiada

do art. 4º da lei 12.850/2013). Cumpre mencionar que a lei garante os seguintes direitos ao colaborador (§5º do artigo... com a investigação e com o processo criminal (art. 4º ...

Pg. 1122. Judicial - JFRJ. Tribunal Regional Federal da 2ª Região TRF-2 de 19/01/2017

emprego ou função pública à época dos fatos e sobre suas atribuições no período em que ocorreram os delitos descritos na presente ação penal. Com bem lançado pelo MPF, basta uma simples busca nas

Aplicação da delação (colaboração) premiada na persecução penal em face da lei 12.850/2013
Aplicação da delação (colaboração) premiada na persecução penal em face da lei 12.850/2013

INTRODUÇÃO Como é de costume na trajetória da humanidade, toda inovação traz uma série de curiosidades e desconfortos, bem como uma certa repulsa. Esta premissa não foi diferente c...

Andamento do Processo n. 0013358-51.2016.4.03.0000 - Habeas Corpus - 21/07/2016 do TRF-3

00011 HABEAS CORPUS Nº 0013358-51.2016.4.03.0000/SP 2016.03.00.013358-3/SP RELATOR : Desembargador Federal PAULO FONTES IMPETRANTE : Defensoria Pública da União PACIENTE : TOMASZ SZEWCZYK reu/ré

Pg. 944. Judicial I - TRF. Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 de 21/07/2016

- fl. 02. Argumenta haver ilegalidade na decisão da autoridade coatora porque "A pergunta relativa às condições da carceragem da Polícia Federal, onde os presos ficam até apresentação à autoridade

Andamento do Processo n. 0008378-83.2015.8.22.0501 - 08/07/2016 do TJRO

2ª Câmara Criminal Despacho DO PRESIDENTE do Recurso Especial - Nrº: 1 Número do Processo :0008378-83.2015.8.22.0501 Processo de Origem : 0008378-83.2015.8.22.0501 Recorrente: Daniel Neves Fernandes

Pg. 104. Diário de Justiça do Estado de Rondônia DJRO de 08/07/2016

Recorrido: Ministério Público do Estado de Rondônia Relator: Des. Sansão Saldanha Vistos. O recurso preenche o requisito constitucional prequestionamento quanto ao art. 71 do Código Penal. Portanto,

Colaboração premiada pode partir do réu e independe de acordo judicial com MP

A delação premiada tem sido, sem nenhuma dúvida, a pauta do dia. Os meios de comunicação em massa, em tempo real, fazem menção a acordos em via de ser homologados, a pactos já formalizados e, por

Delação Premiada

Delação Premiada 1. Conceito: A Colaboração Premiada, disposta em detalhes na lei 12.850 /13 (Lei de Organizações Criminosas) consiste no incentivo, pelo Poder Público, à cooperação voluntária e

×