Artigo 30 da Lei nº 12.973 de 13 de Maio de 2014

Lei nº 12.973 de 13 de Maio de 2014

Altera a legislação tributária federal relativa ao Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas - IRPJ, à Contribuição Social sobre o Lucro Líquido - CSLL, à Contribuição para o PIS/Pasep e à Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - Cofins; revoga o Regime Tributário de Transição - RTT, instituído pela Lei no 11.941, de 27 de maio de 2009; dispõe sobre a tributação da pessoa jurídica domiciliada no Brasil, com relação ao acréscimo patrimonial decorrente de participação em lucros auferidos no exterior por controladas e coligadas; altera o Decreto-Lei no 1.598, de 26 de dezembro de 1977 e as Leis nos 9.430, de 27 de dezembro de 1996, 9.249, de 26 de dezembro de 1995, 8.981, de 20 de janeiro de 1995, 4.506, de 30 de novembro de 1964, 7.689, de 15 de dezembro de 1988, 9.718, de 27 de novembro de 1998, 10.865, de 30 de abril de 2004, 10.637, de 30 de dezembro de 2002, 10.833, de 29 de dezembro de 2003, 12.865, de 9 de outubro de 2013, 9.532, de 10 de dezembro de 1997, 9.656, de 3 de junho de 1998, 9.826, de 23 de agosto de 1999, 10.485, de 3 de julho de 2002, 10.893, de 13 de julho de 2004, 11.312, de 27 de junho de 2006, 11.941, de 27 de maio de 2009, 12.249, de 11 de junho de 2010, 12.431, de 24 de junho de 2011, 12.716, de 21 de setembro de 2012, e 12.844, de 19 de julho de 2013; e dá outras providências.
Art. 30. As subvenções para investimento, inclusive mediante isenção ou redução de impostos, concedidas como estímulo à implantação ou expansão de empreendimentos econômicos e as doações feitas pelo poder público não serão computadas na determinação do lucro real, desde que seja registrada em reserva de lucros a que se refere o art. 195-A da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976, que somente poderá ser utilizada para: (Vigência)
I - absorção de prejuízos, desde que anteriormente já tenham sido totalmente absorvidas as demais Reservas de Lucros, com exceção da Reserva Legal; ou
II - aumento do capital social.
§ 1o Na hipótese do inciso I do caput, a pessoa jurídica deverá recompor a reserva à medida que forem apurados lucros nos períodos subsequentes.
§ 2o As doações e subvenções de que trata o caput serão tributadas caso não seja observado o disposto no § 1o ou seja dada destinação diversa da que está prevista no caput, inclusive nas hipóteses de:
I - capitalização do valor e posterior restituição de capital aos sócios ou ao titular, mediante redução do capital social, hipótese em que a base para a incidência será o valor restituído, limitado ao valor total das exclusões decorrentes de doações ou subvenções governamentais para investimentos;
II - restituição de capital aos sócios ou ao titular, mediante redução do capital social, nos 5 (cinco) anos anteriores à data da doação ou da subvenção, com posterior capitalização do valor da doação ou da subvenção, hipótese em que a base para a incidência será o valor restituído, limitada ao valor total das exclusões decorrentes de doações ou de subvenções governamentais para investimentos; ou
III - integração à base de cálculo dos dividendos obrigatórios.
§ 3o Se, no período de apuração, a pessoa jurídica apurar prejuízo contábil ou lucro líquido contábil inferior à parcela decorrente de doações e de subvenções governamentais e, nesse caso, não puder ser constituída como parcela de lucros nos termos do caput, esta deverá ocorrer à medida que forem apurados lucros nos períodos subsequentes.
§ 4o Os incentivos e os benefícios fiscais ou financeiro-fiscais relativos ao imposto previsto no inciso II do caput do art. 155 da Constituição Federal, concedidos pelos Estados e pelo Distrito Federal, são considerados subvenções para investimento, vedada a exigência de outros requisitos ou condições não previstos neste artigo. (Incluído pela Lei Complementar nº 160, de 2017)
§ 5o O disposto no § 4o deste artigo aplica-se inclusive aos processos administrativos e judiciais ainda não definitivamente julgados. (Incluído pela Lei Complementar nº 160, de 2017)

Informativo Tributário de 20 até 24/06/2022 — Edição 11/2022

STJ Baixa de empresa do simples não impede que sócios respondam por seus débitos tributários As micro e pequenas empresas podem baixar seus cadastros na Receita Federal, sem a emissão de certificado…

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1999398 PE 2022/0123370-6

RECURSO ESPECIAL Nº 1999398 - PE (2022/0123370-6) DECISAO TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL CIVIL. RECURSO ESPECIAL. EXCLUSAO DE CRÉDITOS PRESUMIDOS DE ICMS DA BASE DE CÁLCULO DO IMPOSTO DE RENDA DA PESSOA …

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1998265 RS 2022/0115852-7

RECURSO ESPECIAL Nº 1998265 - RS (2022/0115852-7) DECISAO Trata-se de Recurso Especial (art. 105, III, "a", da Constituição Federal) interposto contra acórdão assim ementado (fls. 1.099-1.100, …

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1991075 RS 2022/0072418-2

RECURSO ESPECIAL Nº 1991075 - RS (2022/0072418-2) EMENTA TRIBUTÁRIO. PROCESSUAL CIVIL. RECURSO ESPECIAL. MANDADO DE SEGURANÇA. BENEFÍCIOS FISCAIS: REDUÇAO DA BASE DE CÁLCULO DO ICMS. DEFICIÊNCIA DA …

Superior Tribunal de Justiça STJ - EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA EM RESP: EREsp 1694972 SC 2017/0217115-7

EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA EM RESP Nº 1694972 - SC (2017/0217115-7) DECISAO TRIBUTÁRIO. EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA NO RECURSO ESPECIAL. BASE DE CÁLCULO DO IRPJ E DA CSSL. EXCLUSAO DOS VALORES REFERENTES …

Intimação - Apelação / Remessa Necessária - 500XXXX-55.2018.4.03.6105 - Disponibilizado em 28/06/2022 - TRF3

NÚMERO ÚNICO: 500XXXX-55.2018.4.03.6105 POLO PASSIVO AGV LOGISTICA S.A ADVOGADO(A/S) ADRIANO GONZALES SILVERIO | 194905/SP PODER JUDICIÁRIO Tribunal Regional Federal da 3ª Região 6ª Turma APELAÇÃO /…

Intimação - Apelação / Remessa Necessária - 500XXXX-31.2021.4.03.6100 - Disponibilizado em 28/06/2022 - TRF3

NÚMERO ÚNICO: 500XXXX-31.2021.4.03.6100 POLO PASSIVO SIEMENS ENERGY BRASIL LTDA. ADVOGADO(A/S) JULIANA DE SAMPAIO LEMOS | 146959/SP MARIA RITA FERRAGUT | 128779/SP PODER JUDICIÁRIO Tribunal Regional…

Intimação - Procedimento Do Juizado Especial Cível - 500XXXX-46.2020.4.03.6128 - Disponibilizado em 28/06/2022 - TRF3

NÚMERO ÚNICO: 500XXXX-46.2020.4.03.6128 POLO ATIVO EDNA RODRIGUES SANT ANNA EIRELI - EPP ADVOGADO(A/S) DAVID FERNANDES VIDA DA SILVA | 221829/SP OCTAVIANO CANCIAN NETO | 237641/SP PODER JUDICIÁRIO…

Andamento do Processo n. 1998265 - Recurso Especial - 27/06/2022 do STJ

RECURSO ESPECIAL Nº 1998265 - RS (2022/0115852-7) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : C T F W L ADVOGADOS : MARCIO MACIEL PLETZ - RS058405 MARIANA TONIOLO CANDIDO - RS081710 RECORRIDO :…

Andamento do Processo n. 1.572.108 - Agint nos Eresp - 27/06/2022 do STJ

AgInt nos EREsp 1.462.237/SC, AgInt nos EREsp 1.572.108/SC, AgInt nos EREsp 1.402.204/SC e AgInt nos EREsp 1.528.920/SC, Primeira Seção, Rel. Min. Gurgel de Faria, todos julgados em 27.2.2019; e…

Termo ou Assunto relacionado