Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
23 de julho de 2017
Artigo 543B da Lei nº 5.869 de 11 de Janeiro de 1973

Art. 543B do Código Processo Civil - Lei 5869/73

CPC - Lei nº 5.869 de 11 de Janeiro de 1973

Institui o Código de Processo Civil.

Art. 543-B. Quando houver multiplicidade de recursos com fundamento em idêntica controvérsia, a análise da repercussão geral será processada nos termos do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal, observado o disposto neste artigo. (Incluído pela Lei nº 11.418, de 2006).

§ 1º Caberá ao Tribunal de origem selecionar um ou mais recursos representativos da controvérsia e encaminhá-los ao Supremo Tribunal Federal, sobrestando os demais até o pronunciamento definitivo da Corte. (Incluído pela Lei nº 11.418, de 2006).

§ 2º Negada a existência de repercussão geral, os recursos sobrestados considerar-se-ão automaticamente não admitidos. (Incluído pela Lei nº 11.418, de 2006).

§ 3º Julgado o mérito do recurso extraordinário, os recursos sobrestados serão apreciados pelos Tribunais, Turmas de Uniformização ou Turmas Recursais, que poderão declará-los prejudicados ou retratar-se. (Incluído pela Lei nº 11.418, de 2006).

§ 4o Mantida a decisão e admitido o recurso, poderá o Supremo Tribunal Federal, nos termos do Regimento Interno, cassar ou reformar, liminarmente, o acórdão contrário à orientação firmada. (Incluído pela Lei nº 11.418, de 2006).

§ 5º O Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal disporá sobre as atribuições dos Ministros, das Turmas e de outros órgãos, na análise da repercussão geral. (Incluído pela Lei nº 11.418, de 2006).

Art. 543-C. Quando houver multiplicidade de recursos com fundamento em idêntica questão de direito, o recurso especial será processado nos termos deste artigo. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 1o Caberá ao presidente do tribunal de origem admitir um ou mais recursos representativos da controvérsia, os quais serão encaminhados ao Superior Tribunal de Justiça, ficando suspensos os demais recursos especiais até o pronunciamento definitivo do Superior Tribunal de Justiça. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 2o Não adotada a providência descrita no § 1o deste artigo, o relator no Superior Tribunal de Justiça, ao identificar que sobre a controvérsia já existe jurisprudência dominante ou que a matéria já está afeta ao colegiado, poderá determinar a suspensão, nos tribunais de segunda instância, dos recursos nos quais a controvérsia esteja estabelecida. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 3o O relator poderá solicitar informações, a serem prestadas no prazo de quinze dias, aos tribunais federais ou estaduais a respeito da controvérsia. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 4o O relator, conforme dispuser o regimento interno do Superior Tribunal de Justiça e considerando a relevância da matéria, poderá admitir manifestação de pessoas, órgãos ou entidades com interesse na controvérsia. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 5o Recebidas as informações e, se for o caso, após cumprido o disposto no § 4o deste artigo, terá vista o Ministério Público pelo prazo de quinze dias. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 6o Transcorrido o prazo para o Ministério Público e remetida cópia do relatório aos demais Ministros, o processo será incluído em pauta na seção ou na Corte Especial, devendo ser julgado com preferência sobre os demais feitos, ressalvados os que envolvam réu preso e os pedidos de habeas corpus. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 7o Publicado o acórdão do Superior Tribunal de Justiça, os recursos especiais sobrestados na origem: (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

I - terão seguimento denegado na hipótese de o acórdão recorrido coincidir com a orientação do Superior Tribunal de Justiça; ou (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

II - serão novamente examinados pelo tribunal de origem na hipótese de o acórdão recorrido divergir da orientação do Superior Tribunal de Justiça. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 8o Na hipótese prevista no inciso II do § 7o deste artigo, mantida a decisão divergente pelo tribunal de origem, far-se-á o exame de admissibilidade do recurso especial. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

§ 9o O Superior Tribunal de Justiça e os tribunais de segunda instância regulamentarão, no âmbito de suas competências, os procedimentos relativos ao processamento e julgamento do recurso especial nos casos previstos neste artigo. (Incluído pela Lei nº 11.672, de 2008).

Inteiro Teor. : 24372120165110002

PODER JUDICI�RIO JUSTI�A DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11� REGI�O Identifica��o � PROCESSO n� 0002437-21.2016.5.11.0002 (RO) RECORRENTE: ESTADO DO AMAZONAS RECORRIDO: MARILIA GERONIMO

Inteiro Teor. : 24112320165110002

PODER JUDICI�RIO JUSTI�A DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11� REGI�O Identifica��o � PROCESSO n� 0002411-23.2016.5.11.0002 (RO) RECORRENTE: ESTADO DO AMAZONAS RECORRIDO: KEYLA CRISTIANE

Inteiro Teor. : 3473120165110005

PODER JUDICI�RIO JUSTI�A DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11� REGI�O 2� Turma Identifica��o � PROCESSO n� 0000347-31.2016.5.11.0005 (RO) RECORRENTE: ROSIMERE DE SOUZA GOMES, PREFEITURA

Inteiro Teor. : 19816020155110017

PODER JUDICI�RIO JUSTI�A DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 11� REGI�O Identifica��o � PROCESSO n� 0001981-60.2015.5.11.0017 (RO) � RECORRENTE: ESTADO DO AMAZONAS - SUSAM

Inteiro Teor. Recurso Extraordinário: RE 8006908220138240038 Joinville 0800690-82.2013.8.24.0038

  ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SANTA CATARINA Presidência da Quinta Turma de Recursos - Joinville Recurso Extraordinário n. 0800690-82.2013.8.24.0038/50000    

Inteiro Teor. Recurso Ordinário: RO 211304720145040025

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO Identificação PROCESSO nº 0021130-47.2014.5.04.0025 (RO) RECORRENTE: JULIANE SANGIOVANNI GONZALES, BANCO SANTANDER

Inteiro Teor. Apelação Cível: AC 938431820078240038 Joinville 0093843-18.2007.8.24.0038

  ESTADO DE SANTA CATARINA         TRIBUNAL DE JUSTIÇA Apelação Cível n. 0093843-18.2007.8.24.0038 de Joinville Apelante : Município de Joinville  Proc. Município : Fernanda Guimarães Ritzmann Vieira

Inteiro Teor. Agravo em Recurso Especial: AGV 5000759820138240125 Itapema 0500075-98.2013.8.24.0125

Agravo Em Recurso Especial n. 0500075-98.2013.8.24.0125/50002, Itapema Agravante : C. C.  Advogado : Alexandre Salum Pinto da Luz (OAB: 36321/SC) e outro  Agravado : P. E. V.  Advogado : Julyo Cezar

Andamento do Processo n. 0000720-90.2015.8.17.1230 do dia 21/07/2017 do DJPE

Sentença Nº: 2017/00413 Processo Nº: 0000720-90.2015.8.17.1230 Natureza da Ação: Mandado de Segurança Requerente: MARIA DE FÁTIMA DE ARAÚJO ALVES Advogado: PE031190 - LÍGIA MIRELLE DA SILVA PAIVA

Andamento do Processo n. 256-84.2014.8.10.0102 - Ação de Obrigação de Fazer - 21/07/2017 do TJMA

APELAÇÃO CÍVEL N 6.790/2017 - MONTES ALTOS PROCESSO N 0000256-84.2014.8.10.0102 Apelante : Município de Ribamar Fiquene Procuradores do Amadeus Pereira da Silva (OAB/MA 4.408), Reury Gomes Sampaio :

×