Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
27 de julho de 2017
Artigo 57F da Lei nº 9.504 de 30 de Setembro de 1997

Art. 57F da Lei Eleitoral - Lei 9504/97

Lei nº 9.504 de 30 de Setembro de 1997

Estabelece normas para as eleições.

Art. 57-F. Aplicam-se ao provedor de conteúdo e de serviços multimídia que hospeda a divulgação da propaganda eleitoral de candidato, de partido ou de coligação as penalidades previstas nesta Lei, se, no prazo determinado pela Justiça Eleitoral, contado a partir da notificação de decisão sobre a existência de propaganda irregular, não tomar providências para a cessação dessa divulgação. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

Parágrafo único. O provedor de conteúdo ou de serviços multimídia só será considerado responsável pela divulgação da propaganda se a publicação do material for comprovadamente de seu prévio conhecimento. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

Art. 57-G. As mensagens eletrônicas enviadas por candidato, partido ou coligação, por qualquer meio, deverão dispor de mecanismo que permita seu descadastramento pelo destinatário, obrigado o remetente a providenciá-lo no prazo de quarenta e oito horas. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

Parágrafo único. Mensagens eletrônicas enviadas após o término do prazo previsto no caput sujeitam os responsáveis ao pagamento de multa no valor de R$ 100,00 (cem reais), por mensagem. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

Art. 57-H. Sem prejuízo das demais sanções legais cabíveis, será punido, com multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 30.000,00 (trinta mil reais), quem realizar propaganda eleitoral na internet, atribuindo indevidamente sua autoria a terceiro, inclusive a candidato, partido ou coligação. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

§ 1o Constitui crime a contratação direta ou indireta de grupo de pessoas com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação, punível com detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos e multa de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) a R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais). (Incluído pela Lei nº 12.891, de 2013)

§ 2o Igualmente incorrem em crime, punível com detenção de 6 (seis) meses a 1 (um) ano, com alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 30.000,00 (trinta mil reais), as pessoas contratadas na forma do § 1o. (Incluído pela Lei nº 12.891, de 2013)

Art. 57-I. A requerimento de candidato, partido ou coligação, observado o rito previsto no art. 96, a Justiça Eleitoral poderá determinar a suspensão, por vinte e quatro horas, do acesso a todo conteúdo informativo dos sítios da internet que deixarem de cumprir as disposições desta Lei. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

§ 1o A cada reiteração de conduta, será duplicado o período de suspensão. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

§ 2o No período de suspensão a que se refere este artigo, a empresa informará, a todos os usuários que tentarem acessar seus serviços, que se encontra temporariamente inoperante por desobediência à legislação eleitoral. (Incluído pela Lei nº 12.034, de 2009)

Do Direito de Resposta

Andamento do Processo n. 263-80.2016.6.11.0026 - Representação - 21/07/2017 do TRE-MT

PROCESSO: 263-80.2016.6.11.0026 REPRESENTAÇÃO: Nº 263-80.2016.6.11.0026 PROTOCOLO: 80.813/2016 REPRESENTANTE: COLIGAÇÃO AVANÇA NOVO SÃO JOAQUIM REPRESENTADA: ELIAS DE SOUZA SILVA. Vistos. Trata-se de

Pg. 46. Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso TRE-MT de 21/07/2017

Pontes e Lacerda/MT, 19 de julho de 2017. Assinado por: Isadora Valido Ramalho Analista Juduciária ATOS DA 26ª ZONA ELEITORAL SENTENÇAS PROCESSO: 263-80.2016.6.11.0026 REPRESENTAÇÃO: Nº

Inteiro Teor. Recurso Eleitoral: RE 4398 LAURO DE FREITAS - BA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BANIA ACÓRDÃO N° 588/2017 (19.07.2017) RECURSO ELEITORAL N° 43-98.2016.6.05.0204 — CLASSE 30 LAURO DE FREITAS RECORRENTE: Facebook Serviços Online do Brasil Ltda.

Andamento do Processo n. 85-48.2016.6.06.0034 - 14/07/2017 do TRE-CE

PROCESSO N.º: 85-48.2016.6.06.0034 CLASSE: REPRESENTAÇÃO ELEITORAL MUNICÍPIO: CEDRO-CE REPRESENTANTE: COLIGAÇÃO PARA CEDRO CONTINUAR CRESCENDO (PDT/PT/PPS/PHS/PTN/PSDC/PMB/PV/PC DO B/PEN) ADVOGADO:

Pg. 34. Tribunal Regional Eleitoral do Ceará TRE-CE de 14/07/2017

propaganda após prévia apreciação judicial da irregularidade apontada, sendo ele responsável apenas em caso de descumprimento de decisão judicial. Consoante disciplina o art. 57-F da Lei n.º

Pg. 86. Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso TRE-MT de 11/07/2017

Devidamente intimados, os representados apresentaram defesa. Os representados Edlamá Batista Marques e Hélio Camolezi aduzem que não há provas que sustentem o uso de tempo religioso na gravação do

Pg. 110. Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco TRE-PE de 11/07/2017

Ipojuca(PE), em 3/7/2017. Eduardo José Loureiro Burichel. Juiz Eleitoral Processo nº : 155-79.2017.6.17.0016 Natureza: Representação Eleitoral- com pedido liminar Representante(s): COLIGAÇÃO

Pg. 114. Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco TRE-PE de 11/07/2017

Ipojuca(PE), em 13/6/2017. Eduardo José Loureiro Burichel. Juiz Eleitoral Processo nº : 164-41.2017.6.17.0016 Natureza: Representação Eleitoral- com pedido liminar Representante(s): COLIGAÇÃO

Pg. 118. Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco TRE-PE de 11/07/2017

S E N T E N Ç A 1 – RELATÓRIO. Vistos, etc. Trata-se de REPRESENTAÇÃO ELEITORAL POR PUBLICAÇÃO CALUNIOSA E DIFAMATÓRIA COM FINS DE PROPAGANDA ELEITORAL C/C PEDIDO DE LIMINAR DE RETIRADA IMEDIATA E

Pg. 118. Tribunal Regional Eleitoral da Bahia TRE-BA de 06/07/2017

realização desta propaganda, buscando principalmente evitar que direitos de terceiros sejam atingidos diante do exercício abusivo de tal liberdade, especialmente o direito à imagem e à honra

×