Art. 35B da Lei Antitruste - Lei 8884/94

Lei nº 8.884 de 11 de Junho de 1994

Transforma o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) em Autarquia, dispõe sobre a prevenção e a repressão às infrações contra a ordem econômica e dá outras providências.
Art. 35-B. A União, por intermédio da SDE, poderá celebrar acordo de leniência, com a extinção da ação punitiva da administração pública ou a redução de um a dois terços da penalidade aplicável, nos termos deste artigo, com pessoas físicas e jurídicas que forem autoras de infração à ordem econômica, desde que colaborem efetivamente com as investigações e o processo administrativo e que dessa colaboração resulte: (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado pela Lei nº 12.529, de 2011).
I - a identificação dos demais co-autores da infração; e (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
II - a obtenção de informações e documentos que comprovem a infração noticiada ou sob investigação. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 1o O disposto neste artigo não se aplica às empresas ou pessoas físicas que tenham estado à frente da conduta tida como infracionária. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 2o O acordo de que trata o caput deste artigo somente poderá ser celebrado se preenchidos, cumulativamente, os seguintes requisitos: (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
I - a empresa ou pessoa física seja a primeira a se qualificar com respeito à infração noticiada ou sob investigação; (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
II - a empresa ou pessoa física cesse completamente seu envolvimento na infração noticiada ou sob investigação a partir da data de propositura do acordo; (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
III - a SDE não disponha de provas suficientes para assegurar a condenação da empresa ou pessoa física quando da propositura do acordo; e (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
IV - a empresa ou pessoa física confesse sua participação no ilícito e coopere plena e permanentemente com as investigações e o processo administrativo, comparecendo, sob suas expensas, sempre que solicitada, a todos os atos processuais, até seu encerramento. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 3o O acordo de leniência firmado com a União, por intermédio da SDE, estipulará as condições necessárias para assegurar a efetividade da colaboração e o resultado útil do processo. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 4o A celebração de acordo de leniência não se sujeita à aprovação do CADE, competindo-lhe, no entanto, quando do julgamento do processo administrativo, verificado o cumprimento do acordo: (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
I - decretar a extinção da ação punitiva da administração pública em favor do infrator, nas hipóteses em que a proposta de acordo tiver sido apresentada à SDE sem que essa tivesse conhecimento prévio da infração noticiada; ou (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
II - nas demais hipóteses, reduzir de um a dois terços as penas aplicáveis, observado o disposto no art. 27 desta Lei, devendo ainda considerar na gradação da pena a efetividade da colaboração prestada e a boa-fé do infrator no cumprimento do acordo de leniência. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 5o Na hipótese do inciso II do parágrafo anterior, a pena sobre a qual incidirá o fator redutor não será superior à menor das penas aplicadas aos demais co-autores da infração, relativamente aos percentuais fixados para a aplicação das multas de que trata o art. 23 desta Lei. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 6o Serão estendidos os efeitos do acordo de leniência aos dirigentes e administradores da empresa habilitada, envolvidos na infração, desde que firmem o respectivo instrumento em conjunto com a empresa, respeitadas as condições impostas nos incisos II a IV do § 2o deste artigo. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 7o A empresa ou pessoa física que não obtiver, no curso de investigação ou processo administrativo, habilitação para a celebração do acordo de que trata este artigo, poderá celebrar com a SDE, até a remessa do processo para julgamento, acordo de leniência relacionado a uma outra infração, da qual não tenha qualquer conhecimento prévio a Secretaria. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 8o Na hipótese do parágrafo anterior, o infrator se beneficiará da redução de um terço da pena que lhe for aplicável naquele processo, sem prejuízo da obtenção dos benefícios de que trata o inciso I do § 4o deste artigo em relação à nova infração denunciada. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 21.12.2000)
(Revogado)
§ 9o Considera-se sigilosa a proposta de acordo de que trata este artigo, salvo no interesse das investigações e do processo administrativo. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 10. Não importará em confissão quanto à matéria de fato, nem reconhecimento de ilicitude da conduta analisada, a proposta de acordo de leniência rejeitada pelo Secretário da SDE, da qual não se fará qualquer divulgação. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
§ 11. A aplicação do disposto neste artigo observará a regulamentação a ser editada pelo Ministro de Estado da Justiça. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)
Art. 35-C. Nos crimes contra a ordem econômica, tipificados na Lei no 8.137, de 27 de novembro de 1990, a celebração de acordo de leniência, nos termos desta Lei, determina a suspensão do curso do prazo prescricional e impede o oferecimento da denúncia. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado pela Lei nº 12.529, de 2011).
Parágrafo único. Cumprido o acordo de leniência pelo agente, extingue-se automaticamente a punibilidade dos crimes a que se refere o caput deste artigo. (Incluído pela Lei nº 10.149, de 2000)
(Revogado)

Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 - APELAÇÃO CÍVEL : ApCiv 00241570720074036100 SP

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIAO APELAÇAO CÍVEL Nº 0024157-07.2007.4.03.6100/SP 2007.61.00.024157-6/SP RELATORA : Desembargadora Federal DIVA MALERBI APELANTE : FLEXOMARINE S/A...

Página 51 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 2 de Julho de 2019

Decisão: O Plenário, por unanimidade, determinou o arquivamento do processo em relação aos Representados Dyna Indústria e Comércio Ltda., Marc Nacamuli, Mario Bresacancini de Araújo Filho, e declarou...

Flavio Milani, Estudante de Direito
há 5 meses

A delação premiada na legislação brasileira:

FLÁVIO RICARDO MILANI CORRÊA A DELAÇÃO PREMIADA NA LEGISLAÇÃO BRASILEIRA: CONCEITOS FUNDAMENTAIS, HISTÓRICOS, PENAIS E ÉTICOS. RONDONÓPOLIS/MT 2016 RESUMO Este artigo é um trabalho científico que foi...

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação : APL 00001836620178110042339742018 MT

APELANTES: ALDEMIR DE ASSIS CAMPOS MINISTERIO PUBLICO LUDMILLA PAULA MATHEUS DE CASTRO LETICIA PALU FERNANDO DOS SANTOS PENHA APELADOS: LUDMILLA PAULA MATHEUS DE CASTRO FERNANDO DOS SANTOS PENHA...

Tribunal Regional Federal da 3ª Região TRF-3 : 00090652720144036105

PROC. -:- 2014.61.05.009065-3 Ap 2098869 D.J. -:- 12/12/2018 APELAÇAO CÍVEL Nº 0009065-27.2014.4.03.6105/SP 2014.61.05.009065-3/SP RELATORA : Desembargadora Federal DIVA MALERBI APELANTE : MAGNA...

Página 977 da Judicial I - TRF do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) de 11 de Dezembro de 2018

00074 APELAÇÃO CÍVEL Nº 0009065-27.2014.4.03.6105/SP 2014.61.05.009065-3/SP RELATORA : Desembargadora Federal DIVA MALERBI APELANTE : M C D B P E S A L ADVOGADO : SP172383 ANDRÉ BARABINO APELADO(A) :...

Página 42 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 26 de Novembro de 2018

I da Lei nº 12.529/11; iv) condenação dos Representados Caio Márcio Arruda Lima, Cláudia de Melo Souza, Cícero Kelmer Monteiro, Elder Rocha Monteiro e Antônio Rynaldo Studart Guimarães por terem...

A (in) Constitucionalidade da Delação Premiada Frente ao Ordenamento Jurídico Brasileiro

1 ASPECTOS DA DELAÇÃO PREMIADA – NATUREZA JURÍDICA Existe uma grande discussão a respeito da natureza jurídica do instituto da delação premiada, isso decorre devido a omissão das leis que fazem uso...

Página 29 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 6 de Março de 2018

Na 116ª Sessão Ordinária de Julgamento manifestaram-se oralmente os advogados Fábio de Oliveira Rodrigues, pela Representada Petrobras Distribuidora S.A.; Pedro Lucas de Moura Soares, pela...

Página 60 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 28 de Novembro de 2017

Art. 1º Autorizar o empenho e o repasse de recursos ao Art. 3º O Plano de Trabalho foi analisado e aprovado pela Art. 6º O proponente deverá apresentar prestação de contas Município de Ponte...