Artigo 489 da Lei nº 13.105 de 16 de Março de 2015

Lei nº 13.105 de 16 de Março de 2015

Art. 489. São elementos essenciais da sentença:
I - o relatório, que conterá os nomes das partes, a identificação do caso, com a suma do pedido e da contestação, e o registro das principais ocorrências havidas no andamento do processo;
II - os fundamentos, em que o juiz analisará as questões de fato e de direito;
III - o dispositivo, em que o juiz resolverá as questões principais que as partes lhe submeterem.
§ 1º Não se considera fundamentada qualquer decisão judicial, seja ela interlocutória, sentença ou acórdão, que:
I - se limitar à indicação, à reprodução ou à paráfrase de ato normativo, sem explicar sua relação com a causa ou a questão decidida;
II - empregar conceitos jurídicos indeterminados, sem explicar o motivo concreto de sua incidência no caso;
III - invocar motivos que se prestariam a justificar qualquer outra decisão;
IV - não enfrentar todos os argumentos deduzidos no processo capazes de, em tese, infirmar a conclusão adotada pelo julgador;
V - se limitar a invocar precedente ou enunciado de súmula, sem identificar seus fundamentos determinantes nem demonstrar que o caso sob julgamento se ajusta àqueles fundamentos;
VI - deixar de seguir enunciado de súmula, jurisprudência ou precedente invocado pela parte, sem demonstrar a existência de distinção no caso em julgamento ou a superação do entendimento.
§ 2º No caso de colisão entre normas, o juiz deve justificar o objeto e os critérios gerais da ponderação efetuada, enunciando as razões que autorizam a interferência na norma afastada e as premissas fáticas que fundamentam a conclusão.
§ 3º A decisão judicial deve ser interpretada a partir da conjugação de todos os seus elementos e em conformidade com o princípio da boa-fé.

STJ: consumidor com nome negativado não pode ser impedido de contratar plano de saúde

Em um julgamento recente, o Superior Tribunal de Justiça (STJ), por sua Terceira Turma, decidiu no REsp n. 2.019.136/RS [1] que a negativação do nome de uma pessoa nos cadastros de proteção de…
29
2

Decisão Inesperada: STF e STJ Declaram-se Incompetentes para Julgar Exclusão do ICMS-Difal da Base do PIS e da Cofins.

A decisão do STF e do STJ de se declararem incompetentes para julgar a exclusão do ICMS-Difal da base do PIS e da Cofins marca uma reviravolta significativa. Isso deixa em aberto o futuro dessa…
1
0

“Consumidores com Dívidas têm Direito a Planos de Saúde”

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) emitiu uma decisão que pode revolucionar o cenário dos planos de saúde no Brasil. Por uma maioria de votos, o tribunal decidiu que as operadoras…
3
0

“Consumidores com Dívidas têm Direito a Planos de Saúde”

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) emitiu uma decisão que pode revolucionar o cenário dos planos de saúde no Brasil. Por uma maioria de votos, o tribunal decidiu que as operadoras…
5
3

O atraso não significativo para o pagamento das férias não justifica o pagamento em obro, assim foi decidido pelo TRT3

Foi decidido por unanimidade pelos julgadores da Décima Turma do TRT-MG, dar provimento ao recurso de uma empresa para excluir a condenação de pagar a dobra da remuneração de férias que, embora…
1
0

TRT3: Decide que atraso não significativo na quitação das férias não justifica pagamento em dobro

Os julgadores da Décima Turma do TRT-MG, por unanimidade, deram provimento ao recurso de uma empresa para excluir a condenação de pagar a dobra da remuneração de férias que, embora devidamente…
4
0

STF Jun23 - Decisão de Recebimento da Denúncia nula por falta de Manifestações das Teses Defensivas - Ferimento ao Art. 315 do CPP

HABEAS CORPUS 222.049 SÃO PAULO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES DECISÃO: Trata-se de habeas corpus impetrado por William César Pinto de Oliveira e outros em favor de João XXXXXXXXXX, contra decisão do…
2
0

Turma decide que atraso não significativo na quitação das férias não justifica imposição ao empregador de pagamento em dobro.

Decisão se baseou em declaração de inconstitucionalidade da Súmula 450 do TST por parte do STF. Os julgadores da Décima Turma do TRT-MG, por unanimidade, deram provimento ao recurso de uma empresa…
2
0

STF Jul23 - Argumentos da Resposta a Acusação Devem Ser Enfrentados na Decisão Judicial - Nulidade por omissão

HABEAS CORPUS 222.049 SÃO PAULO DECISÃO: Trata-se de habeas corpus impetrado por XXXXXXXXXX de Oliveira e outros em favor de XXXXXXXXXo, contra decisão do STJ que indeferiu liminarmente o writ. Colho…
3
0

STJ Abr23 - Trancamento de Ação Penal - Falsidade e Uso de Documento Falso - Falsa Declaração do Agente é Insuficiente

Inteiro Teor RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 175877 - PE (2023/0020203-3) RELATOR : MINISTRO REYNALDO SOARES DA FONSECA DECISÃO Trata-se de recurso ordinário em habeas corpus interposto por…
1
0