Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
21 de outubro de 2017
Reparação Civil Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Reparação Civil

Reparação civil

É o pagamento de determinada importância como indenização por dano resultante de delito ou ato ilícito.

(STF) Ação de reparação de danos decorrente de ilícito civil é prescritível

O entendimento do Supremo Tribunal Federal é que ação de reparação de danos à Fazenda Pública decorrente de ilícito civil é passível de prescrição. Assim argumentou o ministro Ricardo Lewandowski, do

Andamento do Processo n. 1000524-81.2017.8.26.0390 - Processo Digital - 17/10/2017 do TJSP

Nº 1000524-81.2017.8.26.0390 - Processo Digital - Recurso Inominado - Nova Granada - Recorrente: Banco Santander S.a. - Recorrido: Genael Lourenço da Silva Filho - Magistrado(a) Lavínio Donizetti

Andamento do Processo n. 1041631-66.2016.8.26.0576 - Processo Digital - 17/10/2017 do TJSP

Nº 1041631-66.2016.8.26.0576 - Processo Digital - Recurso Inominado - São José do Rio Preto - Recorrente: Giannini S/A - Recorrida: Renata de Lima Bastos - Magistrado(a) Lavínio Donizetti Paschoalão

Andamento do Processo n. 0039258-68.2016.8.26.0224 - Processo Digital - 17/10/2017 do TJSP

Nº 0039258-68.2016.8.26.0224 - Processo Digital - Recurso Inominado - Guarulhos - Recorrente: Nadim Mazloum - Recorrido: Claro S/A - Magistrado(a) Paulo Bernardi Baccarat - Negaram provimento ao

Edicelia Lemos

Edicelia Lemos -

Direito de ação por inadimplemento de obrigação contratual entre empresas prescreve em três anos

Nas hipóteses de pedidos de ressarcimento decorrentes do inadimplemento de obrigações contratuais, é aplicado o prazo prescricional de três anos previsto no artigo 206, parágrafo 3º, do Código Civil

Edicelia Lemos

Edicelia Lemos -

Filho receberá R$ 50 mil de indenização por morte de mãe que foi atropelada

O réu atropelou a genitora do autor da ação e, segundo testemunhas, fugiu sem prestar socorro. O Juiz de Direito Cleanto Guimarães Siqueira da 2ª Vara Cível de Vila Velha condenou um cidadão a

Andamento do Processo n. 0001028-19.2016.5.21.0006 - RO - 04/09/2017 do TRT-21

Processo Nº RO-0001028-19.2016.5.21.0006 Relator ISAURA MARIA BARBALHO SIMONETTI RECORRENTE ANTONIO PEREIRA DA SILVA ADVOGADO RENIVALDO COSTA DA SILVA (OAB: 401-B/RN) RECORRIDO ORTONON INDUSTRIA E

Andamento do Processo n. 0001028-19.2016.5.21.0006 - RO - 04/09/2017 do TRT-21

Processo Nº RO-0001028-19.2016.5.21.0006 Relator ISAURA MARIA BARBALHO SIMONETTI RECORRENTE ANTONIO PEREIRA DA SILVA ADVOGADO RENIVALDO COSTA DA SILVA (OAB: 401-B/RN) RECORRIDO ORTONON INDUSTRIA E

Breve reflexão sobre o Abandono Afetivo

O abandono afetivo é um assunto de grande repercussão nos tempos atuais, visto que notória é a falta de interesse de grande parte dos genitores, ou de quem detém o dever de cuidado e proteção, sendo

STJ mantém indenização a paciente que ficou em estado vegetativo após anestesia

Por unanimidade, a Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter a condenação do Hospital Santa Lúcia, em Brasília, do plano de saúde Cassi e de dois anestesistas ao pagamento

Resultados da busca Jusbrasil para "Reparação Civil"

STJ - HABEAS CORPUS HC 197307 MG 2011/0030966-8 (STJ)

Data de publicação: 19/10/2012

Ementa: HABEAS CORPUS. PROCESSUAL PENAL. REPARAÇÃO CIVIL. IMPUGNAÇÃO. VIAPROCESSUAL INADEQUADA. INEXISTÊNCIA DE AMEAÇA, MESMO INDIRETA OUREFLEXA, AO DIREITO DE LOCOMOÇÃO. 1. A matéria levantada nos autos - insurgência contra a reparaçãodos danos fixada na sentença penal condenatória, com base no art. 387 , inciso IV , do Código de Processo Penal , - não se enquadra nashipóteses de cabimento do referido remédio constitucional, pois nãoenseja qualquer ameaça ou violação à liberdade de locomoção. Súmula693/STF. 2. Habeas corpus não conhecido.

Reparação civil

É o pagamento de determinada importância como indenização por dano resultante de delito ou ato ilícito.

Definição • Jb • 16/04/2009

TST - RECURSO DE REVISTA RR 2783002320095120032 278300-23.2009.5.12.0032 (TST)

Data de publicação: 17/05/2013

Ementa: RECURSO DE REVISTA - ACIDENTE DE TRABALHO - REPARAÇÃO CIVIL - MATÉRIA FÁTICA. A Corte regional, com amparo no laudo pericial, concluiu que o acidente ocorrido com a autora (picada de agulha utilizada em injeção) não resultou em dano nem em redução da capacidade laborativa, e ocorreu apesar do uso dos equipamentos de segurança necessários. Esse contexto fático não pode ser revolvido nessa instância extraordinária, ante o óbice da Súmula nº 126 do TST. Nesse passo, a ausência de conduta culpável da reclamada e, sobretudo, a ausência de dano excluem o dever de reparação civil, resultando incólume o art. 927 do Código Civil . Recurso de revista não conhecido.

×