Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
15 de dezembro de 2018
Princípio da Razoabilidade Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Princípio da Razoabilidade

Princípio da razoabilidade

O princípio da razoabilidade é uma diretriz de senso comum, ou mais exatamente, de bom-senso, aplicada ao Direito. Esse bom-senso jurídico se faz necessário à medida que as exigências formais que decorrem do princípio da legalidade tendem a reforçar mais o texto das normas, a palavra da lei, que o seu espírito. Enuncia-se com este princípio que a Administração, ao atuar no exercício de discrição, terá de obedecer a critérios aceitáveis do ponto de vista racional, em sintonia com o senso normal de pessoas equilibradas e respeitosas das finalidades que presidiram a outorga da competência exercida. Vide princípio da proibição do excesso. Vide princípio da proporcionalidade. Vide princípio da razão suficiente.

Gostaria de acompanhar Princípio da Razoabilidade?
Seja avisado sempre que houver novas publicações com o nome escolhido no Jusbrasil
Acompanhar nome
O legalismo entre os estudantes de Direito

a esse serviço. Tenho a íntima convicção, a qual se respalda no Princípio da Razoabilidade, também de envergadura constitucional... por alguns princípios de delimitação extensiva da lei como proporcionalidade, adequação, razoabilidade. Então fundada... desistente a outro. No meu entendimento, isso feriria o Princípio ...

Andamento do Processo n. 1001536-58.2017.8.26.0414 - Processo Digital - 29/08/2018 do TJSP

Nº 1001536-58.2017.8.26.0414 - Processo Digital - Recurso Inominado - Palmeira D Oeste - Recorrente: A. J. P. B. - Recorrido: B. do B. S/A - Magistrado(a) Arnaldo Luiz Zasso Valderrama - Deram

Conflito De Direitos Fundamentais E Os Princípios Da Razoabilidade E Proporcionalidade – O Caso Do Aborto X Direito À Liberdade

Conflito De Direitos Fundamentais E Os Princípios Da Razoabilidade E Proporcionalidade – O Caso Do Aborto X Direito À... o aborto sobre a perspectiva dos direitos fundamentais e os princípios da proporcionalidade e razoabilidade, imprimindo... o princípio do devido processo legal. Para Hélio Cardoso o princípio da razo...

Andamento do Processo n. 0013814-54.1100.8.26.0090 - Execução Fiscal - 09/08/2018 do TJSP

Processo 0013814-54.1100.8.26.0090 (583.90.1100.5002230) - Execução Fiscal - ISS/ Imposto sobre Serviços - Sadive S A Distribuidora de Veiculos- VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal, com base no

Andamento do Processo n. 0061214-54.1300.8.26.0090 - Execução Fiscal - 09/08/2018 do TJSP

Processo 0061214-54.1300.8.26.0090 (583.90.1300.5465095) - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - Cdhu- VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal, com base no art. 26 da Lei

Andamento do Processo n. 0060509-61.1200.8.26.0090 - Execução Fiscal - 09/08/2018 do TJSP

Processo 0060509-61.1200.8.26.0090 (583.90.1200.5470749) - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - Cdhu - VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal, com base no art. 26 da Lei

Andamento do Processo n. 0060511-31.1200.8.26.0090 - Execução Fiscal - 09/08/2018 do TJSP

Processo 0060511-31.1200.8.26.0090 (583.90.1200.5470765) - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - Cdhu - VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal, com base no art. 26 da Lei

Andamento do Processo n. 0140211-96.0400.8.26.0090 - Execução Fiscal - 08/08/2018 do TJSP

Processo 0140211-96.0400.8.26.0090 (583.90.0400.6222935) - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - P0 189 Ob Sociais Univ e Cult - VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal,

Andamento do Processo n. 0082750-34.1100.8.26.0090 - Execução Fiscal - 25/07/2018 do TJSP

Processo 0082750-34.1100.8.26.0090 (583.90.1100.5550866) - Execução Fiscal - ISS/ Imposto sobre Serviços - Sadive S A Distribuidora de Veiculos - VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal, com base

Andamento do Processo n. 0085950-89.0300.8.26.0090 - Execução Fiscal - 25/07/2018 do TJSP

Processo 0085950-89.0300.8.26.0090 (583.90.0300.5831751) - Execução Fiscal - IPTU/ Imposto Predial e Territorial Urbano - P0 189 Ob Sociais Univ e Cult - VISTOS.1. JULGO EXTINTA a execução fiscal,

Resultados da busca Jusbrasil para "Princípio da Razoabilidade"

STJ - HABEAS CORPUS HC 246780 SP 2012/0131321-2 (STJ)

Data de publicação: 22/10/2012

Ementa: PROCESSUAL PENAL. HABEAS CORPUS. JULGAMENTO DE REVISÃO CRIMINAL.EXCESSO DE PRAZO. PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE. 1. A alegação de excesso de prazo não pode basear-se em simplescritério aritmético, devendo a demora ser analisada em cotejo com asparticularidades e complexidades de cada caso concreto, pautando-sesempre pelo critério da razoabilidade. 2. No caso concreto, não restou caracterizado o alegadoconstrangimento ilegal, pois a demora no julgamento da revisãocriminal decorreu da inércia do advogado constituído pelo réu.Ordem denegada, com recomendação.

STJ - HABEAS CORPUS HC 227352 SP 2011/0293996-1 (STJ)

Data de publicação: 21/05/2013

Ementa: HABEAS CORPUS. PROCESSUAL PENAL. CRIMES DE TRÁFICO E ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO DE DROGAS. CUSTÓDIA CAUTELAR. EXCESSO DE PRAZO NA FORMAÇÃO DA CULPA. PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE. CONSTRANGIMENTO ILEGAL NÃO EVIDENCIADO. HABEAS CORPUS DENEGADO. 1. Os prazos indicados para a consecução da instrução criminal servem apenas como parâmetro geral, pois variam conforme as peculiaridades de cada processo, razão pela qual a jurisprudência uníssona os tem mitigado, à luz do princípio da razoabilidade. Precedente. 2. Somente se cogita da existência de constrangimento ilegal, quando o excesso de prazo for motivado por injustificada demora do juízo, o que não ocorreu na presente hipótese, em se considerando as peculiaridades do caso, que envolve nove acusados, custodiados em comarcas diversas do distrito da culpa, o que requer a expedição de diversas cartas precatórias. 3. Habeas corpus denegado, com recomendação de urgência na conclusão do processo.

STJ - HABEAS CORPUS HC 244183 SP 2012/0111109-6 (STJ)

Data de publicação: 25/02/2013

Ementa: PROCESSUAL PENAL. HABEAS CORPUS. EXCESSO DE PRAZO NO JULGAMENTO DAAPELAÇÃO. PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE. AUSÊNCIA DE CONSTRANGIMENTOILEGAL. ORDEM DENEGADA. COM RECOMENDAÇÃO DE CELERIDADE AO FEITO. 1. A alegação de excesso de prazo não pode basear-se em simplescritério aritmético, devendo a demora ser analisada em cotejo com asparticularidades e complexidades de cada caso concreto, pautando-sesempre pelo critério da razoabilidade. 2. Na hipótese, considera-se razoável a demora no julgamento daapelação por pouco mais de 1 (um) ano. Desse modo, por ora, não háque se falar em manifesto constrangimento suportado pelo paciente.Ordem denegada, com recomendação de celeridade no julgamento daapelação.

×