Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
25 de maio de 2017
Princípio da Lesividade Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Princípio da Lesividade Editar

Cancelar
Princípio da lesividade

Princípio da ofensividade. Princípio segundo o qual só há crime havendo dano (nullum crimen sine iniuria).

Eduardo Mello

Eduardo Mello -

Lei de drogas: A descriminalização do porte para uso
Lei de drogas: A descriminalização do porte para uso

RESUMO Este trabalho trata da análise da (in) constitucionalidade do artigo 28 da Lei 11.343 /06. O assunto tem grande relevância para a toda sociedade, inclusive é objeto do Recurso Extraordinário

Princípio da Lesividade

O princípio da lesividade esclarece quais são as condutas que poderão ser incriminadas pela lei penal. Na verdade, nos orienta no sentido de saber quais são as condutas que não poderão sofrer os

O que é "Espiritualização do Bem Jurídico"?

No direito penal hodierno o “bem jurídico” tem sido apontado como um limite à atividade criminalizadora do Estado. Daí surge o Princípio da estrita necessidade de proteção de bens jurídicos para

Direito Penal Pré-Constitucional e Direito Penal Constitucional
Direito Penal Pré-Constitucional e Direito Penal Constitucional

Por Diógenes V. Hassan Ribeiro Em importante artigo [1] , Christoph Burchard, professor alemão na Universidade de Tübingen, distingue essas noções, mencionando que institutos/princ...

Proteção de bens jurídicos por meio de crimes de perigo abstrato

A função primordial do Direito Penal pauta-se na proteção de bens jurídicos. Pode- se conceituar bens jurídicos como sendo os mais importantes bens, quer para a coletividade quer para o ser humano

Aplicação do princípio da insignificância ainda desafia ministros do STJ

Com origem no direito romano, o princípio da insignificância ou bagatela ampara a não aplicação do direito penal em condutas que, embora ilegais, resultam em danos sociais ou materiais ínfimos. A

Jb Admin

Jb Admin -

Princípio da lesividade

Princípio da ofensividade. Princípio segundo o qual só há crime havendo dano (nullum crimen sine iniuria).

Resultados da busca Jusbrasil para "Princípio da Lesividade"

Princípio da lesividade

Princípio da ofensividade. Princípio segundo o qual só há crime havendo dano (nullum crimen sine iniuria).

Definição • Jb • 16/04/2009

STM - APELAÇÃO AP 309320117010401 RJ 0000030-93.2011.7.01.0401 (STM)

Data de publicação: 22/05/2013

Ementa: APELAÇÃO. DANO. PRINCÍPIO DA LESIVIDADE. AUSENCIA DE SUBSTANCIAL AVARIA. FRAGILIDADE PROBATÓRIA. ABSOLVIÇÃO. O princípio da lesividade ou ofensividade ganha prevalência, visto que o jus puniendi estatal somente será acionado se a conduta lesionar ou expuser à lesão um bem jurídico penalmente tutelado, hipótese não ocorrida in casu, já que o suposto dano não teve a aptidão de alterar a substância do objeto material tutelado. O esvaziamento do pneu não consubstancia crime de dano, pois não configura avaria no veículo ou fato que diminuía o valor econômico do bem. Quanto ao dano causado na lataria do automóvel, há que se aplicar o in dubio pro reo, tendo em vista a fragilidade probatória e ausência de elementos capazes de imputar, cabalmente, ao agente a conduta apontada na Denúncia. RECURSO PROVIDO. DECISÃO UNÂNIME.

Encontrado em: CRIMINAL, PRINCÍPIO SUBSIDIARIEDADE, DIREITO PENAL. AUSÊNCIA, LESÃO, BEM JURÍDICO. INEXISTÊNCIA,... TIPICIDADE FORMAL, CONDUTA, NEGATIVA, ADEQUAÇÃO TÍPICA. DANO, LATARIA AUTOMÓVEL, APLICAÇÃO, PRINCÍPIO IN

STM - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO EMBDEC 192420117100010 CE 0000019-24.2011.7.10.0010 (STM)

Data de publicação: 23/10/2012

Ementa: EMENTA: CONTRADIÇÃO. NÃO OCORRÊNCIA. PRINCÍPIO DA LESIVIDADE. RESSARCIMENTO AO ERÁRIO. EXCLUSÃO DE CULPABILIDADE OU ISENÇÃO DE PENA. SEM PREVISÃO. REJEIÇÃO DOS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. I - Rejeitam-se os embargos declaratórios manejados sob alegação de contradição em acórdão confirmatório de condenação, acerca de crime de estelionato, sob o argumento de que houve infringência ao princípio da lesividade, uma vez que operado oressarcimento ao erário no curso da instrução criminal. II - A conduta delitiva foi perpetrada em sua inteireza, havendo o locupletamento ilícito, mediante ardil, em prejuízo da administração militar. O desvalor da conduta delitiva não pode ser afastado de modo a isentar de pena a Ré ou excluir suaculpabilidade, sob pena de malferir a sistemática do direito penal militar. III - No crime patrimonial, a recomposição de valores ao erário, apenas se procedida até a instauração da ação penal, terá o condão, tão somente, de fazer incidir a causa especial de diminuição de pena prevista no art. 240, § 2º, do CPM, observada aprimariedade do agente. IV - Inadequado rediscutir em sede de embargos aclaratórios temas já enfrentados na apelação relativos à culpabilidade da agente e aos princípios da lesividade e da insignificância.

Encontrado em: ACÓRDÃO, CONTRADIÇÃO. ABSOLVIÇÃO, PRINCÍPIOS, LESIVIDADE, INSIGNIFICÂNCIA. SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR,

×